bmw_i3_2Publicada nesta terça feira, 27, pela Câmara de Comércio Exterior (Comex) no Diário Oficial da União, uma resolução de vigência imediata garante que carros de propulsão elétrica ou movidos por célula de hidrogênio estejam isentos da alíquota de 35% cobrada para este tipo de transação.

#JuntosPeloMatheus   –  O Autos Segredos convida seus amigos e fiéis leitores a ajudar o Matheus   –    https://www.facebook.com/juntospelomatheus/timeline

Segundo a resolução 97/2015 da Comex, os automóveis elétricos que entrarem no brasil – montados, semidesmontados ou totalmente desmontados – estão contemplados, desde que a autonomia mínima seja de 80 quilômetros. Além da redução de custos, a produção local em regime de CKD será facilitada.

Fusion-HybridAtualmente são poucos os modelos comercializados no Brasil que possuem a tecnologia de propulsão elétrica ou híbrida. O único totalmente elétrico é o BMW i3, ao custo inicial de quase R$ 200 mil. O Nissan Leaf, um híbrido, também roda em terras brasileiras, mas em frotas de taxi e em regime de comodato. Outros híbridos que circulam por aqui são o Ford Fusion Hybrid, o Toyota Prius, o Mitsubishi Outlander PHEV, o Lexus CT200 e o BMW i8. No caso dos híbridos a tributação de importação, rezudida em setembro do ano passado, continua entre zero e 7%, dependendo da cilindrada do motor à combustão e da eficiência energética de cada modelo.

Fotos| BMW i/Divulgação, Ford/Divulgação