Em seu primeiro ano de vendas, completado em maio, o Peugeot Hoggar vendeu menos do que a Volkswagen Saveiro vende em um mês. Em agosto a picape teve 646 unidades emplacadas, contra 736 da veterana Ford Courier. O Hoggar pode ser esquisito, mas seus preços são interessantes, e sempre há promoção. Qual seria o problema? Certamente o motor…

Sem tradição alguma no segmento das picapes compactas, o motor 1.4 8v de 82 cv deveria estar presente apenas na versão X-Line, que custa a partir de R$ 32.150, mas também está presente na versão XR, que custa a partir de R$ 40.340. Pouco motor para uma picape que promete carregar 742 kg e com caçamba com capacidade volumétrica de 1.100 litros. No Brasil apenas a versão Escapade conta com o motor 1.6 16v de 113 cv, com visual aventureiro que foge totalmente à proposta de uma picape: trabalhar!

A Peugeot tomou coragem, respirou fundo e decidiu vender a picape também na Argentina… Apenas com o motor 1.6, e ainda com a versão XS entre a XR e a Escapade, mas a X-Line não existe por lá. Há um porém: a Hoggar XR custa 69.200 pesos por lá (R$ 27.576), enquanto as concorrentes custam um tanto menos (Fiat Strada-51.600 pesos / Chevrolet Montana-61.800 pesos / Volkswagen Saveiro 59.500 pesos).

Em se tratando de um carro que já teve um bom tempo para provar suas capacidades, não estaria na hora da Peugeot apostar em mais versões com o motor 1.6 por aqui?

Com informações do Argentina Autoblog

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter