Na segunda-feira passada (5/9) fiz um bate e volta em São Paulo. Geralmente deixo o meu carro no estacionamento mais distante do Aeroporto de Confins, pois, além de o carro ficar em vaga coberta, o preço ainda é mais em conta. Geralmente os usuários são levados para o aeroporto de van. Porém, desta vez, fui surpreendido com a oferta de fazer um test -drive no Peugeot 408. Com vendas abaixo do esperado pela marca, o fabricante faz de tudo para chamar a atenção para o seu sedã. Além do test-drive, o markenting da marca francesa espalhou alguns outdoors no roteiro até Confins. A estratégia do fabricante é interessante, já que o público alvo em sua maioria são executivos que compram carros deste segmento.

No breve contanto que tive com o modelo pude notar que o acabamento do carro é bem cuidado e o sedã conta com boa posição de condução. O 408 é mais bonito visto de frente, mesmo assim, o  desenho externo é agradável aos olhos. No percurso o representante da marca vai tecendo elogios ao sedã, falando dos seus equipamentos de segurança, itens de série, motor, câmbio… , que aliás é o grande defeito do carro. O motor merecia um câmbio automático mais moderno, já que o de quatro é pouco para os 152Cv do motor.

Terminado o test-drive o atencioso funcionário ainda faz questão de mostrar o belo espaço do porta-malas que conta com os braços pantográficos no lugar do horroroso pescoço de ganso que só serve para tomar espaço das bagagens. Ao terminar o test-drive agradeço e entrego o meu cartão para o motorista que ao ler dá um sorriso e entende o porque dos meus questionamentos… Aproveitando a ocasião, informo a imprensa da Peugeot que a garagem do Autos Segredos está aberta para a marca disponibilizar seus modelos para avaliação, aliás não só para a Peugeot, mas, para todos os fabricantes.

Foto | Peugeot/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter