autowp.ru_peugeot_301_sedan_2A Peugeot desenvolveu o sedã 301 pensando em mercados emergentes. Não é à toa que o modelo hoje é vendido em mercados leste europeu, México, Rússia, Turquia e até Chile. O próximo país sul-americano a recebê-lo será a Argentina, segundo declaração de Maxime Picat, chefão da Peugeot, em entrevista ao Automotive News.autowp.ru_peugeot_301_sedan_4

O sedã não será fabricado na Argentina, tampouco no Brasil – apesar de fabricar carros da mesma plataforma, o 208 e o C3, a fábrica de Porto Real (RJ) não tem capacidade para ele. O sedã será importado da Espanha. A comercialização do 301 por lá já havia sido sugerida por diretores da Peugeot Argentina outras vezes, e já haviam adiantado que o sedã estava previsto para o país.

Pesquisa de mercado realizada na Argentina pela Peugeot comparava o 301 com outros sedãs compactos, como Volkswagen Voyage, Ford Fiesta Sedan, Honda City e Toyota Corolla. O motor seria um 1.6 16V de 115 cv e o preço ficaria entre 105 e 115 mil pesos (R$ 40,4 mil a R$ 44,3 mil). Outros concorrentes serão Chevrolet Cobalt, Nissan Versa e Fiat Grand Siena.

A verdade é que, enquanto a fábrica de Porto Real (RJ) fabricar os antigos 207 e 207 Sedan, a produção local do 301 será praticamente impossível.Ela ainda passará a produzir o 2008 no ano que vem. Dependendo da aceitação do modelo na Argentina, é possível que a PSA o produza em sua fábrica na cidade de Rosário.

autowp.ru_peugeot_301_sedan_5

Fonte | Argentina Autoblog