vwfoxrockinrio30Como publicamos em abril a nova geração do Volkswagen Fox usará a plataforma MQB do Golf VII. Porém, enquanto ela não chega a VW irá dar mais um tapa no hatch. Em agosto apuramos que o desenvolvimento do hatch envolve as engenharias de Brasil, Alemanha e China. Agora nossos amigos informam que entre o fim de fevereiro e começo de março, os fornecedores já programam entregas de peças em escala produtiva para o Projeto VW219 GP II (leia-se Novo Fox).

Na dianteira o Novo Fox contará com novos para-choque, faróis, para-lamas e também o capô para melhoras no processo fabril (ajustes faróis e para-lamas). Na traseira as lanternas invadem a tampa do porta-malas. A maior mudança será no teto do modelo que perde um pouco a curvatura ficando mais reto, para isso a coluna C teve que ser modificada. Tantas mudanças estruturais justificam as alterações na linha do modelo em São José dos Pinhais.

O interior também passará por mudanças, pois, componentes estruturais do painel foram modificados. Alguns de nossos amigos dizem que a moldura central muda bem com novos rádio e comandos de ventilação.

FOX MQB  Com a oficialização da produção do Novo Golf VII em São José dos Pinhais (PR)  o projeto do Novo Fox construído na plataforma MQB ficou mais fôlego. O projeto dará origem ao novo hatch e também uma perua. Esses modelos em sua versões de entrada irão suar um modelo 1.0 Turbo e as versões mais caras para terem status de modelo premium seriam equipadas com o motor 1.4 TSFI Flex. Há estudos ainda para essa nova família ainda tenha um inédito sedã.

Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos