O C5 não está mais entre nós. O sedã, que até o ano passado ocupava o topo da linha Citroën, foi destronado pelo DS5 e sumiu da rede de concessionárias. A marca francesa não confirma, mas o modelo deixou de ser oferecido para venda.

A julgar pelos números de mercado, o C5 não vai deixar muita saudade. O modelo, cuja segunda geração chegou ao Brasil em 2010, emplacou parcas 206 unidades em todo o ano passado, enquanto o DS5 contabilizou 124 vendas apenas em seu primeiro mês.

O C5 era equipado com o conhecido motor 2.0 do Grupo PSA, com 143 cv de potência e 20,4 kgfm de torque, acoplado a um câmbio automático de quatro velocidades. O preço de tabela era fixado em R$ 99.160. O modelo também era oferecido na versão perua, denominada Tourer, por R$ 107.980.

Fonte | iG Carros

Fotos | Citroën/Divulgação