Não é novidade que a Chevrolet trará o Tracker (Trax em outros países) ao Brasil, para concorrer com EcoSport, Duster e companhia. Porém, a marca ainda não havia se pronunciado sobre o modelo e sequer o expôs no Salão do Automóvel de São Paulo. Contudo, o silêncio acabou durante outra mostra automotiva: a de Detroit. No stand do fabricante, um painel não deixa dúvidas sobre sua futura comercialização por aqui. Em dezembro, o Autos Segredos cravou que o modelo desembarcaria no Brasil no primeiro semestre. Também revelamos o nome para o mercado nacional.

Os amigos do Argentina Autoblog foram os primeiros a atentar ao painel e a fotografá-lo. Durante o Salão de Detroit, a Chevrolet também informou que o modelo ganhará versões com tração integral, mas ainda não temos informações sobre a incorporação do item às unidades destinadas ao mercado nacional.

O Tracker virá ao Brasil importado do México. Se o cronograma for mantido, o desembarque ocorrerá em meados deste ano. Por aqui, ele adotará o mesmo motor 1.8 16V Ecotec que equipa o Cruze, associado à transmissão automática de seis velocidades ou à manual de cinco. Entre os equipamentos do modelo, há o sistema My Link, que virou coqueluche a bordo do hatch Onix.

Fotos | Argentina Autoblog/Reprodução e Chevrolet/Divulgação