Designer cria proposta de esportivo nacional que poderá ser equipado com diferentes motores

Projeto BerlinetaO designer João Paulo Cunha Melo é o criador do Projeto Berlineta que poderá dar origem a um novo carro esportivo nacional. O projeto é desenvolvido com a empresa de engenharia e design europeia MICLA Engineering & Design.

Estudos

Segundo o designer Melo, o projeto foi concebido dentro de um escopo de projeto e produção. Porém, ele diz que será o primeiro carro (protótipo funcional) é que servirá para homologar o estudo feito todo em 3D. “Sempre existe ajustes no modelo, mas usamos a mesma metodologia de projeto de produção de grande escala”, diz Melo.

Projeto BerlinetaQual a motorização?

O esportivo foi projetado para contar com motorização central traseira. A ideia do Projeto Berlineta é ter um carro para uso mais focado para pista. Por isso, Melo criou um package onde ele poderá ser flexível para receber diferentes tamanhos de motor e câmbio. Segundo Melo, seria como kit car no qual o proprietário pode instalar o motor e câmbio que preferir.

O esportivo também poderá ser entregue ao cliente com motorização. Melo diz que estão conversando com dois fabricantes que podem fornecer o powertrain. Mesmo entregando o carro com o motor, Melo diz que a ideia é disponibilizar o conjunto para que seus proprietários o preparem da maneira que preferir.

Projeto BerlinetaProdução

O Projeto Berlineta não contará estrutura fabril. “Usaremos fornecedores da área automotiva para criação dos componentes exclusivos, como a carroceria e chassis”, afirma Melo. Segundo o Designer, o projeto foi desenvolvido em software 3D de design e engenharia. O carro é projetado usando componentes e tecnologia já aplicados em automóveis em série. Assim, um carro de baixa produção, mas se utilizando componentes já aplicados em larga escala estará aliando baixo custo de manutenção e produção com design exclusivo.

Suspensão

O Projeto Berlineta contará com suspensão e freios de competição que serão fornecidos por empresas que já produzem para carros de pista. Melo diz que isso diminuirá o custo de desenvolvimento do produto e da montagem.

Melo acredita que dessa forma o projeto terá uma produção e montagem mais enxuta somado ao projeto desenvolvido em SW 3D trazendo menos riscos para investidores e assim entregar um produto de qualidade.

Projeto BerlinetaSó para as pistas?

O objetivo do Projeto Berlineta é disponibilizar um carro para pista para quem procura um carro com design esportivo, baixo, leve, motor central e tração traseira para uso em endurance, rally de velocidade e track day. “Também terá versão homologada para a rua. Porém, sem muito luxo e acessórios que iriam somar peso e custo ao carro”, conclui Melo.

Visual

O design do Projeto Berlineta permite painéis leves e resistente que vão contribuir no desempenho, ajudando a baixar o centro de gravidade e proporcionando ótima relação peso x potência.

Projeto BerlinetaNa dianteira, o capô foi projetado para ter abertura que permite melhor refrigeração de radiador e freios. Já na traseira, as aberturas são divididas em peças que facilitam manutenção parcial ou total do powertrain.

2019

A marca estima que a próxima etapa do projeto é apresentar para os interessados no Brasil e Europa para produção e comercialização do lote inicial em 2019.

Ficha técnica

Chassis
Tubular em Aço – Padrão para homologação.

Carroceria
Fibra de vidro / componentes em fibra de carbono

Motorização
Central-traseiro / Tração Traseira

Peso estimado
850 Kg

Fotos | Projeto Berlineta/Divulgação

  • Danilo

    Seria interessante comprar um carro “monte você mesmo”. Se a fábrica fornecer o chassi (com documentação), a “bolha” e uma listagem de peças e onde compra-las acho que seria muito legal pra quem gosta de montar as coisas. Acho que existe avião experimental que se consegue montar em casa a partir de um conjunto de peças compradas, porque não um automóvel?

    • BlueGopher

      Esta era a receita dos buggies.
      Eu mesmo montei um na garagem da minha casa.
      Acho este sistema muito legal para carros sem grandes compromissos, mas não para um candidato a esportivo de alto rendimento.
      E até no buggy a mecânica era única, o projeto era definido e coerente.
      Não é nada aconselhável o dono colocar a mecânica que achar melhor.
      Se o “chef” não for bom, a receita pode azedar… 🙂
      No caso dos aviões, eles são considerados experimentais e devem passar por vistoria rigorosa antes de poderem voar.

      • CorsarioViajante

        Se não me engano os caterham e outros britânicos também eram vendidos em kits para “montar em casa”.

        • BlueGopher

          Bem lembrado, e até hoje os kits completos e de alta qualidade são fornecidos.
          Veja por exemplo http://uk.caterhamcars.com/cars/self-assembly
          Mas pelo texto acima, o tal kit da Berlineta e o projeto (?) de cada versão parecem ser extremamente superficiais, como se o projeto de um carro fosse apenas um Lego de peças de prateleira.
          Como você comentou abaixo, a coisa parece tão nebulosa que nos deixa com a pulga atrás da orelha

          • CorsarioViajante

            Sim, também achei. Pode ser nebuloso por ainda estar no começo… Ou não! rs Sò o tempo dirá.

  • joao vicente da costa

    Tal qual o novo Puma, só acredito quando vir à venda…

    • CorsarioViajante

      Novo Puma já está à venda… Creio até que já venderam os dez do lote inicial.

  • Raimundo A.

    Projeto! O que tem de projeto e não vira realidade e mesmo virando, se torna um fracasso. Boa sorte para dar certo e quem adquirir para manter depois.

  • Henrique

    Quando sairemos da era da fibra de vidro?

  • Will

    Mais uma promessa que vai ficar só no “papel”…

    • Hans Vogel

      Valeu mãe Dinah!
      Qual número da loteria?

  • tiago pastor

    Inspirado no design do Corvette, não?

  • CorsarioViajante

    Lobini, Rossi-Vorax, Óbvio, e tantos outros… Será que com esse será diferente?
    Muitas vezes a galera inventa estes projetos para levantar dinheiro com BNDES e receber incentivos do governo e sumir com a grana. Espero que não seja o caso.
    Quem está conseguindo tirar do papel é a Puma, a meu ver um ótimo trabalho, mas só recebem tijolada e crítica pelo motor, pelo volante…

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Mais um vaporware brazuca. Mas é aquela história: Sem grana e sem know-how, sem chance
    Na boa… Batam na porta da CAOA talvez se interessem neste projeto como divulgação. Basta meter motor e câmbio Chery para fazer uma categoria monomarca “Trofeo CAOA-Chery” se vingar até poderiam fazer uma edição limitada para as ruas.

  • Roberto Lopes

    Lembra muito o Willys Interlados Berlineta…

  • Edison Guerra

    Mais um projeto fadado ao fracasso, acho que é só para ganhar ‘likes’. A Renault levou um bom tempo para conceber a releitura do clássico, que só agora vai às ruas. https://www.topgear.com/car-reviews/alpine/a110