Bruno Freitas/Motorgerais
Especial para o Autos Segredos

Eram 10h da manhã de quarta-feira. Convidados e imprensa aguardavam apreensivos a coletiva de abertura da Bienal do Automóvel 2009. Sob a fala dos seus diretores, a apresentação não durou mais que alguns minutos. Faltaram novidades para mostrar. Afinal, as atrações da segunda edição da feira, aberta até domingo no Expominas, já haviam sido divulgadas. Mesmo assim, o considerado “salão do automóvel mineiro” não faz feio diante de um número crescente de estandes, mais diversificados, que em 2007.

As marcas mais vendidas, exceto Ford, Citroën, Mitsubishi e Peugeot estão presentes, seja por meio de um concessionário ou representação da fábrica. Nos corredores laterais do pavilhão estão algumas das atrações mais interessantes, como um carro da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais adaptado para rodar sem a presença do motorista. Estandes atrás, outra instituição de ensino – a Universidade Fumec – levou quatro protótipos construídos por alunos do curso de Design de Produto.


Importados clássicos, do Veteran Car Club, como um raro Facel Vega HK 500 1958 e o Mercedes-Benz 300 SL “Gullwing” (asa de gaivota) 1955, e novos, como os Chevrolet Camaro e Nissan GT-R, são outras atrações à parte que disputam os olhares do público. Também vale a pena ver de perto o trabalho de customização de motocicletas feito por Pedro Diniz (www.bh212pd.com.br).

SERVIÇO
Bienal do Automóvel 2009

Onde: Expominas – av. Amazonas, 6.030, Gameleira, Belo Horizonte
Quando: 9 a 13 de dezembro (quarta-feira a domingo)
Horários de funcionamento: de 14h às 22h (dias 9, 10 e 11) e de 10h às 22h (dias 12 e 13)
Ingressos: Crianças de cinco a 12 anos, estudantes e maiores de 60 anos pagam R$ 15, enquanto que maiores de 12 anos e adultos pagam R$ 30. Crianças de até quatro anos não pagam
Estacionamento: Há 2.100 vagas, sendo 200 cobertas e 1900 externas. Administrado pela Minas Park Estacionamentos, o preço é de R$ 15
Informações: www.bienaldoautomovel.com.br