903092_10200463652946767_1674032244_o

Ainda não foi desta vez que o Chevrolet TrailBlazer deixou de ser o carro mais caro fabricado no Brasil, mas pelo menos está mais barato. Com números de emplacamentos tão baixos quanto os da velha Blazer nos últimos anos de vida, o TrailBlazer só teve 775 unidades emplacadas no Brasil de novembro até agora, enquando seu principal concorrente, o Toyota SW4, teve 3.971 unidades emplacadas de dezembro a março. Ainda sem mais versões além da LTZ, a solução que encontraram para tentar melhorar os números foi aplicar descontos próximos dos 9% para as duas que o modelo tem atualmente.

GM_Foto06_FGD_7643_14-11-123

A versão LTZ com motor 3.6 V6 à gasolina, lançada por R$ 145.450, custa agora R$ 133 mil, um desconto de R$ 12.450 ou 8,56%. Já a versão LTZ equipada com motor 2.8 Turbodiesel, lançada por elevados R$ 175.450, custa agora R$ 159.490, uma redução de R$ 15.960 ou 9,1%.

Não houve qualquer alteração nos equipamentos. As duas versões contam com freios ABS com EBD, controles de tração e estabilidade, ar-condicionado digital, computador de bordo, piloto automático com comandos no volante, rodas aros 18 com pneus 265/60R18, sistema premium de som, incluindo rádio double din com CD Player, MP3, Bluetooth, entrada mini-USB e entrada auxiliar, quatro tomadas de 12V, entre outros itens.

GM_Foto03_6H4A9689_14-11-123

Apesar do preço ser salgado, a argentina SW4 é mais cara. A SW4 3.0 Diesel tem preços que variam entre R$ 167.720 na versão SR e R$ 182.820 na SRV. Mas a versão com motor 2.7 flex parte dos R$ 110.960.

Impressão minha ou faltam versões LT para a TrailBlazer e, por que não, um motor 2.4 flex?

Via Novidades Automotivas