kia_sportage_2017_11Marlos Ney Vidal (*)
De Itu (SP)

A Kia Motors lança a quarta geração do Sportage à espera de dias melhores no mercado nacional. O fabricante que em 2011, vendeu 77 mil unidades anuais, encerrou 2015 com apenas onze mil modelos comercializados. A culpa é do Programa Inovar-Auto, segundo José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors Brasil.

kia_sportage_2017_14O Sportage 2017 chega ao mercado nas versões LX que tem preço sugerido de R$ 109.990 e na EX que sai por R$ 134.990. A marca aposta no nível de equipamentos das versões para sair a frente aos seus concorrentes diretos. A Kia estima vender entre 300 a 400 unidades mensais, das quais 30% seriam da opção de entrada LX e 70% da topo de linha EX.

“Certamente, o novo Sportage será mais um sucesso da Kia Motors pelo mundo. No Brasil, a partir da 3ª geração, o Sportage sempre foi nosso carro-chefe”, elucida José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil. “Pela boa receptividade da 4ª geração, na fase de pré-venda, estou seguro de que será por muito tempo o nosso principal produto. Devemos comercializar cerca de 400 unidades por mês. Infelizmente ainda estamos limitados à cota máxima de 4.800 unidades/ano, sem os 30 pontos percentuais no IPI, o que nos dificulta aumentar os volumes”, argumenta.

Na linha 2017 o SUV mantém os cinco anos de garantia e contará com as revisões periódicas a preço fixo. As idas a oficina devem ser feitas a cada 10 mil quilômetros rodados.

kia_sportage_2017_3Assim como a geração anterior, a quarta geração do SUV é assinada pelo design Peter Schreyer. Na dianteira o SUV conta com novos faróis com luzes diurnas de navegação icônicas e circulares em LED, luzes baixa e alta com lâmpadas halógenas e luz de setas. Já os faróis de neblina são com lâmpada halógenea na versão LX e com quatro lâmpadas de LED na opção EX.

Já na traseira, o Sportage 2017 tem novas lanternas um spoiler com defletor lateral que tem função para reduzir a resistência do ar e melhorar a eficiência de consumo de combustível. A lanterna traseira tem iluminação for lâmpadas halógeneas na versão de entrada LX e na topo de linha EX o conjunto é iluminado por LED.

[photomosaic]

Outro detalhe que diferencia visualmente as versões são as rodas de 17 polegadas na versão LX e de 19 polegadas diamantadas na opção EX.

Para melhorar o consumo a nova geração do SUV também ganhou placas instaladas sob o assoalho para diminuir a resistência do ar.

kia_sportage_2017_6No quesito mecânica, o Sportage 2017 manteve o conjunto da terceira geração. O motor é 2.0 16V com dual CVVT que rende potência de 167cv a 6.200rpm e torque de 20,2kgfm a 4.700rpm quando abastecido com etanol. Já com gasolina no tanque o propulsor rende potência de 156cv a 6.200rpm e torque de 18,8kgfm a 4.700rpm. O SUV também manteve a suspensão independente e a direção elétrica. O câmbio é o automático de seis velocidades. Já a tração é sempre 4×2 dianteira.

Andando em percurso urbano o motor e câmbio tem bom funcionamento e as trocas de marcha são suaves. Na estrada ao exigir mais do motor ele sente o peso do carro, principalmente nas ultrapassagens e retomadas. O motor trabalha alto e neste caso ponto positivo para o isolamento acústico que filtra o barulho do motor gritando no cofre. No modo Sport não dá para exigir muito do motor, o SUV fica mais disposto, as rotações ficam acima dos 4.000rpm. Numa condução normal respeitando o limite legal de velocidade legal a 110km/h a rotação fica na casa dos 2.200rpm.

kia_sportage_2017_7Internamente, o espaço do SUV é bom e o banco do motorista tem ajustes elétricos na versão LX, enquanto que na EX o banco do passageiro também conta com o ajuste elétrico. Na parte trás os ocupantes ganharam mais espaço para as pernas. Na versão LX os bancos são revestidos em tecido e na EX a cobertura é em couro.

O painel é revestido com materiais sensíveis ao toque e os instrumentos estão de fácil alcance das mãos. Uma pena as forrações de portas da LX não contarem com o mesmo material do painel, mas, vale ressaltar que não há rebarbas e o acabamento da forração é bom. Na opção EX a forração das portas tem partes revestidas em couro.

A capacidade de carga varia de 868 litros com os bancos traseiros ocupados a 1.770 litros com os assentos traseiros rebatidos.

kia_sportage_2017_8DE SÉRIE

A versão LX vem equipada de série com ar-condicionado manual; piloto automático; chave tipo canivete com travamento de porta e abertura das portas e do porta-malas à distância; console central com descansa-braço ampliado em 49 mm; porta-objetos e porta-copos; iluminação no porta-malas; rádio CD/MP3 player, bluetooth com controle no volante, entrada auxiliar e USB; sistema de som com quatro alto-falantes e dois tweeters; sistema imobilizador de ignição; travamento elétrico central das portas e porta-malas; vidros elétricos nas quatro portas e câmera de ré.

Agora, se o consumidor optar por mais segurança ele terá que comprar a versão EX, que vem equipada com controles de tração e estabilidade. Pelo preço praticado na quarta geração esses itens poderiam equipar a opção de entrada.  Além dos itens de segurança a opção topo de linha agrega a LX ar-condicionado digital com controle independente frontal Dual Zone; banco do motorista com ajuste elétrico+lombar e dez opções de variação; botão Start/Stop para partida do motor por reconhecimento da chave Smart Key; computador de bordo integrado ao conjunto de mostradores; piloto automático com controles no volante; paddle shift; revestimento de couro nos bancos, volante, alavanca de câmbio e painéis laterais das portas; spoiler traseiro; luz diurna de navegação com LED e outros. A versão topo de linha possui também teto solar elétrico duplo panorâmico. Ainda no quesito segurança a opção conta com airbags laterais e de cortina, assistência na partida em subidas (HAC), assistente de tráfego (RCTA), controle de frenagem na descida (DBC), sistema de assistência à frenagem (BAS) e o detector de ponto cego (BSD).

(*) O jornalista viajou a convite da Kia Motors.

Fotos | Kia/Divulgação