Jeep Renegade 2017 ganhou motor 1.8 E.torQ renovado que melhorou sua disposição

jeep_renegade_limited_2017_3

Marlos Ney Vidal (*)
De Florianópolis (SC)

Um ano e meio depois de sua chegada, a Jeep atualiza o motor 1.8 flex do Renegade – modelo responsável pelo crescimento da marca no país. Além das mudanças mecânicas, a marca agrega equipamentos e cria uma nova versão para o SUV na linha 2017.

jeep_renegade_limited_2017_2O motor 1.8 E.torQ que estreia na linha 2017 do SUV é uma evolução do propulsor que estreou na Fiat Toro em fevereiro. De novidade em relação a picape estão o novo gerenciamento eletrônico, tecnologia Start&Stop, tecla Sport e o novo sistema de partida a frio que dispensa o famigerado tanquinho. De resto, o motor ganhou 7cv ficando com 139cv de potência final com etanol no tanque. De acordo com a engenharia da marca, o consumo do motor cai até 10%.

O propulsor flex rende 135 cv de potência com gasolina a 5.750 rpm e 18,8 kgfm de torque a 3.750rpm. Com etanol, os números sobem para 139 cv a 5.750 rpm e 19,3kgfm a 3.750 rpm. Nesta opção o SUV continuará a contar com os câmbios manual e automático, ambos de seis velocidades. O novo motor para o Renegade foi antecipado pelo Autos Segredos em novembro de 2015.

jeep_renegade_limited_2017_5Evoluções

As evoluções técnicas do modelo fazem parte de um pacote de eficiência energética que incluem novo coletor de admissão variável (VIS), partida a frio sem tanque auxiliar, sistema Stop&Start, monitoramento indireto da pressão dos pneus (iTPMS), indicador de troca de marchas no quadro de instrumentos, pneus “verdes”, alternador inteligente, bomba de combustível inteligente e óleos de baixo atrito para motor e transmissão.

Para o condutor que quiser uma condução mais esportiva, o Renegade Flex ganhou a função de condução Sport que deixa o acelerador fica mais direto na opção com câmbio manual. Demos algumas voltas com a versão Sport manual e com a função acionada, a disposição do SUV realmente muda. Já nas versões com câmbio automático de 6 marchas, o ajuste é focado em performance, demorando mais para trocar as marchas.

jeep_renegade_limited_2017_9A linha 2017 do SUV também ganhou a nova versão Limited para a opção Flex. Ela será comercializada como opção topo de linha para o motor flex. Ela vem equipada com motor 1.8 E.torQ e câmbio de AT6. No visual externo ela vem com rack do teto, retrovidores e grade pintados na cor prata. De série ela vem com rodas de liga leve de 18” pintada em preto, faróis de xênon, chave presencial, bancos revestidos em couro, acendimento automático dos faróis, sensor de chuva e quadro de instrumentos digital.

Versões

As versões atuais ganharam alguns equipamentos. A Sport Flex ganhou porta óculos, rack de teto, porta objetos sob o banco do passageiro. A versão Sport Diesel agrega central multimídia de 5” e câmera de ré. A Longitude passa a vir com porta-óculos e bancos revestidos em couro. Já a topo de linha Trailhawak passa a vir de série com airbags laterais, de cortina e de joelhos para o motorista, faróis de xênon, chave presencial, bancos revestidos em couro e espelhos retrovisores com rebatimento elétrico.

ANDANDO

Andamos na versão Limited, com o percurso plano não se exige muito do motor. Entretanto, nota-se que as mudanças no motor do Renegade o deixaram com o modelo mais solto. Com o novo mapeamento do câmbio, as trocas de marchas estão mais suaves e às vezes nem se percebe as trocas de marchas.  Isso também deixou o motor trabalhando em rotações mais baixas e assim diminuindo a sensação de que o propulsor estava trabalhando “esguelhado”.

A falta de fôlego em baixa era um dos problemas do Renegade. O ganho de torque juntamente com sua curva mais linear melhorou o desempenho em baixas rotações. Isso foi viabilizado pelo coletor de admissão variável. Se o ganho de potência já tinha efeito prático na Toro, já que a picape é mais pesada que o irmão, no SUV, percebe-se que ganho de potência o deixou um pouco mais ágil.

jeep_renegade_limited_2017_12Confira abaixo os preços da linha 2017 do SUV:

  • Renegade 1.8 AT6 PCD (2016) – R$ 69.990
  • Renegade 1.8 MT Flex – R$ 72.990
  • Renegade 1.8  Sport MT Flex – R$ 79.490
  • Renegade Sport AT 1.8 Flex – R$ 85.990
  • Renegade Longitude AT 1.8 Flex – R$ 90.990
  • Renegade Limited AT 1.8 Flex – R$ 97.990
  • Renegade Sport AT 2.0 Diesel 4×4 – R$ 115.990
  • Renegade Longitude AT 2.0 Diesel – R$ 123.490
  • Renegade Trailhawk AT 2.0 Diesel  – R$ 136.990

PCD

A versão PCD segue sendo vendida com o preço sugerido de R$ 69.990. Como ainda há estoques da linha 2016, a marca não iniciou a produção da linha 2017 da versão. Mas, esclarece que tão logo acabe os estoques ela receberá as mesmas mudanças mecânicas das demais.

(*) O jornalista viajou à convite da Jeep.

Fotos | Jeep/Divulgação