A A6 Allroad Quattro, que já havia sido vendida no Brasil em gerações passadas, está de volta totalmente renovada. A perua já está no site da marca, que ainda não revelou o preço exato, mas antecipou que o valor ficará bem próximo dos R$ 350 mil.

O modelo é uma versão aventureira da perua A6 Avant, que além de adereços estéticos, conta com recursos que a credenciam para enfrentar alguns desafios off-road, como tração integral e suspensão a ar adaptativa, que pode elevar o vão em relação ao solo em 35 mm para vencer caminhos difíceis. Se ainda não for suficiente, o sistema pode aumentar a altura em mais 10 mm, mas apenas em baixa velocidade. Por outro lado, se o motorista tiver pressa, pode rebaixar o veículo em 15 mm, para melhorar a estabilidade.

Sob o capô, a A6 Allroad traz o mesmo motor 3.0 V6 TFSI, com turbo e injeção direta de combustível, que equipa a irmã A6 Avant. A versão aventureira, porém, tem 10 cv a mais, atingindo os 310 cv de potência, enquanto o torque é de 44,9 kgfm.  Os valores superlativos são gerenciados por um câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas, com trocas no volante. Segundo a Audi, o conjunto mecânico pode levar a perua aos 250 km/h e fazê-la acelerar de zero a 100 km/h em apenas 5,9 segundos. Como se não bastasse, o consumo é comedido: em percurso misto, fica em 8,93 km/l, de acordo com o fabricante.

A lista de equipamentos de série é generosa, como se espera de um modelo da categoria da A6 Allroad. Há bancos dianteiros elétricos, ar-condicionado com duas zonas de temperatura, teto solar panorâmico Open Sky, sistema multimídia com navegador integrado, chave que permite ligar o motor a distância e rodas aro 19”. Entre os itens de segurança, o modelo  oferece airbags frontais, laterais e de cortina, faróis bi-xenônio e luzes diurnas de LEDs, assistente de visão noturna e controle do tráfego à frente, que pressuriza o sistema de freios automaticamente na iminência de uma colisão.

A perua tem  4,94 metros de comprimento, 1,90 m de largura, 1,47 m de altura e 2,905 m de distância entre-eixos. O porta-malas comporta 565 litros de bagagem, que podem ser ampliados para 1.680 litros rebatendo-se os bancos traseiros. A carroceria tem construção sofisticada: tem 20% de alumínio na composição, o que ajuda a aliviar peso, e conta com proteção em aço inox na face inferior, para proteção em estradas ruins.

Fotos | Audi/divulgação