renault_kwid_1O leitor Luiz Otavio questionou a Renault sobre o péssimo resultado do Kwid nos testes de impacto no perfil oficial do fabricante no Facebook. Na resposta o fabricante afirmou que o compacto será equipado com quatro airbags (frontais e laterais) e que respeitará todas as normas de segurança do Brasil. Na resposta o fabricante afirma que o modelo também terá controle de estabilidade, mas, isso foi descartado em nossas apurações.

kwidComo publicamos na terça-feira (17/5) o compacto terá câmbio automatizado associado ao motor 1.0 de três cilindros. Além do automatizado, o compacto também contará com câmbio manual. Confirmado pelo fabricante francês no dia 13 deste mês, o compacto francês fará sua estreia no segundo semestre.

O hatch estreará no mercado com motor 1.0 12V de três cilindros de origem 100% Renault como nossa reportagem vem afirmando desde de o começo do desenvolvimento projeto XBB. O Kwid terá plataforma mundial, desenvolvida pela Renault Technology America (RTA) e pelo Renault Design America Latina (RDAL) para o mercado brasileiro.

Além do 1.0 de três cilindros que chegará no lançamento, o Kwid nacional será equipado com o motor 0.8 de três cilindros antecipado pelo Autos Segredos em setembro de 2015. O propulsor 0,8 deve credenciar Kwid para ser um dos modelos mais econômicos do Brasil. O câmbio será o manual de cinco velocidades para os dois propulsores.

Externamente, o Kwid praticamente será igual ao indiano. O que mudam são os retrovisores que serão iguais aos dos irmãos Logan e Sandero. No interior o Kwid fabricado no Paraná terá novo painel. Basicamente, o que muda em relação ao modelo indiano são os plásticos dos acabamentos que serão trocados por materiais de melhor qualidade. Outra mudança em relação ao indiano é que o modelo nacional não terá o quadro de instrumentos digital e será equipado com instrumentos analógicos e digitais.

Foto | Renault/Divulgação