Sentra SLMarlos Ney Vidal (*)
De São Paulo (SP)

Atualmente, o Nissan Sentra é o terceiro colocado na categoria de sedãs médios no mercado nacional no acumulado de 2016. O sedã só fica atrás dos conterrâneos japoneses Toyota Corolla e Honda Civic que ocupam o primeiro e segundo lugares, respectivamente. Para Ronaldo Znidarsis, vice-presidente de vendas e marketing para o Brasil, o terceiro lugar do Sentra é motivo para comemorar, afinal, o sedã já está à frente de concorrentes de marcas mais tradicionais no mercado nacional.

Sentra SL _1

 “A Nissan é marca que mais cresce no mercado americano, ela é maior marca asiática na Europa. Por que no Brasil ela não tem uma presença mais significativa? Porque nós não temos notoriedade, quer dizer, não é que o consumidor brasileiro não gosta da Nissan, ele não conhece a Nissan. Nosso trabalho é fazer que o brasileiro conheça a Nissan”, afirma o executivo.

Na linha 2017 o Sentra chega de visual renovado por dentro e por fora. A marca segue apostando alto no custo/benefício do sedã que será comercializado com motor 2.0 e câmbio CVT. O modelo será comercializado nas versões S com preço sugerido de R$ 79.990, na opção SV que sai por R$ 84.990 e na topo de linha SL que será vendida por R$ 95.990. Em relação a linha 2016 os preços subiram, mas, todas as opções ganharam mais conteúdo de série.

Nas mudanças externas a dianteira do Sentra segue o design introduzido primeiramente na nova geração do crossover Murano e que foi seguida recentemente no sedã grande Maxima comercializado nos Estados Unidos.

Na dianteira as mudanças de estilo que caracterizam o Nissan Sentra 2017 são os renovados parachoques e a assinatura da grade “V-Motion”, além da tomada de ar inferior com novo formato e faróis e lanternas redesenhados para todas as versões. O capô ganhou vincos pronunciados que passam a sensação de esportividade. Os para-lamas também foram redesenhados ficando com aspecto mais robusto. Os faróis da versão topo de linha SL contam ainda com assinatura em LED em formato de bumerangue na parte superior.

Sentra S - Painel

No interior o sedã conta com novo quadro de instrumentos, console central e volante inspirado no cupê esportivo Nissan 370Z. A versão SL incorpora o quadro de instrumentos com a tecnologia TFT (Thin Film Transistor) e display de LCD 5 polegadas colorido de alta resolução. De série todas as versões têm ajuste de altura do assento e também da coluna da direção que pode ser regulada na profundidade e altura. A partir das versões SL e SV o ajuste de altura do banco do motorista é elétrico com seis ajustes com acionamento elétrico para assento e encosto lombar duas posições para o encosto lombar. As versões SV e SL têm bancos revestidos em couro.

O sistema de chave-inteligente i-Key, acionamento elétrico para os quatro vidros com um toque para motorista, botão para ignição do motor, sensor de estacionamento traseiro e controle de tração e estabilidade são itens ded série para todas as versões. Já as versões SV e SL contam com ar-condicionado bi-zona com controle automático de temperatura e câmera de ré.

“O Nissan Sentra consolidou-se entre os principais modelos do segmento nos últimos anos ao trazer mais elegância e bom pacote de equipamentos em todas as versões. Para a linha 2017 incluímos ainda mais conteúdo em todas as versões e um design moderno e com toque esportivo”, diz Arnaud Charpentier, diretor de marketing da Nissan.

SEGURANÇA

Os controles de tração e estabilidade (VDC) estão disponíveis para todas as versões. O VDC tem como principal objetivo auxiliar o motorista em situações de condução que levam à perda de estabilidade, colaborando para evitar acidentes. O sistema eletrônico trabalha diretamente nos freios antitravamento ABS e no pedal do acelerador para controlar o torque em situações de sobresterço e subesterço. A segurança aumenta, uma vez que o condutor pode não controlar o veículo sozinho em tais condições.

Todas as versões do sedã contam cintos de três pontos e encosto de cabeça para todos os passageiros do banco traseiro, pré-tensionador e limitador de carga nos cintos dianteiros, além de Isofix e sistema de ancoragem para cadeiras de crianças LATCH (Lower Anchors and Tethers for Children); travamento automático das portas com o carro em movimento e trava de segurança nas portas traseiras, imobilizador do motor e alarme antifurto.

Sentra SV - 3-4 FrenteO Sentra 2017 também passou por melhorias acústicas com a introdução de novos materiais fono absorventes de alta densidade nas portas e painel. Os vidros laminados ganharam uma camada que reduz os ruídos internamente.

A versão SL 2017 ganha o sistema Safety Shield que reúne três sistemas de segurança: Alerta de Ponto Cego (BSW – Blind Spot Warning), Alerta de Colisão Frontal (FCW – Forward Colision Warning) e Alerta de Tráfego Cruzado Traseiro (RCTA – Rear Cross Traffic Alert).

O FCW considera a velocidade relativa e distância com objeto à frente e, em caso de risco de colisão iminente, emite avisos visuais e sonoros para alertar o motorista. O BSW e o RCTA funcionam como “olhos” eletrônicos que auxiliam o motorista a ver onde a visão não alcança.

O RCTA utiliza um radar para detectar a aproximação traseira de um outro veículo pela lateral quando o motorista estiver manobrando em marcha ré. No BSW, o radar emite um aviso visual quando um objeto estiver na região de ponto cego e acrescenta um sonoro, caso o motorista acione a luz indicadora de direção para o mesmo lado do objeto no ponto cego.

Sentra SV  - Tela Ca݂mera de Re݁

CONECTIVIDADE

O sistema Connect™, plataforma global da marca para a conexão do carro com apps de smartphones é item de série a partir da versão intermediária SV. O fabricante ressalta que o funcionamento depende da compatibilidade do smartphone com o pacote de dados e do cadastro no aplicativo.

O Sentra SV também passa a contar com sistema Bluetooth® com sincronização da agenda telefônica do telefone celular e de arquivos digitais de músicas, com informações visualizadas na tela de 5.3 polegadas no painel, que reúne também as informações dos sistemas de áudio e de navegação por GPS, novidade também para essa opção de acabamento.

Sentra SL - Motor

MOTOR

O sedã é equipado com o motor 2.0 16v que rende 140cv de potência a 5.100rpm e torque de 20kgfm a 4.800rpm. O propulsor tem controle de abertura das válvulas continuamente variável (CVVTCS), o bloco desenvolve 140 cavalos de potência a 5.100 rpm e entrega torque de 20 kgfm a 4.800 rpm. Já o câmbio é o XTRONIC CVT de última geração. Segundo a Nissan a transmissão é 13% mais leve e produz 30% menos atritos na comparação com a geração anterior.

ANDANDO

O casamento do conjunto câmbio/motor no Sentra é afinado e como dizem “deixam o carro com funcionamento redondo”. O propulsor permite acelerar bem sem hesitar em qualquer situação. Não falta força para levar adiante o 1.360kg da versão SL usado em nosso primeiro contato com a linha 2017. O isolamento acústico melhorado fez bem ao Sentra e o ruído do motor invade bem menos a cabine. O câmbio CVT continua primando pela suavidade nas trocas de marcha e com boas retomadas.

 (*) O jornalista viajou a convite da Nissan do Brasil

[photomosaic]
Fotos | Nissan/Divulgação