Nova-F-4000-2014Por não ter como repor componentes importados a Ford deixou de produzir no Brasil os caminhões Série F no final de 2011. Agora eles voltarão a ser produzidos no Brasil praticamente do mesmo jeito, e as vendas terão início no segundo semestre. Os F-350 e F-4000 4×2, que já estão disponíveis em pré-venda por R$ 97.790 e R$ 112.790, respectivamente, até 30 de junho. As vendas, de fato, devem começar em julho.FOTO-F-4000-AGRISHOW1

Se antes era disponibilizado o motores 3.9 Cummins em versões de 120 cv e 203 cavalos, desta vez a única opção será um Cummins Euro 5, que produz 150 cv de potência – que poderia ser o mesmo 2.8 que equipa o Agrale Marruá. Ambos os modelos serão equipados com freios ABS com EBD e ar-condicionado de série.

O F-4000 chegou a ser flagrado por leitor em março e também na Agrishow, há quase um mês.

Os caminhões deixaram de ser produzidos pois componentes como chassis, eixos dianteiros (na versão 4×4, que ainda não está de volta) e componentes do eixo dianteiro da F-4000, caixa de transferência eram importados dos EUA. O estoque da Ford na época permitiu que a produção continuasse até quase dois anos após o fim da produção desta geração nos EUA. Cabine, cambio, eixo traseiro e motores do modelo já eram produzidos no Brasil e, ao que parece, tudo foi nacionalizado pela Ford agora, após quase dois anos com o modelo no limbo.