Há quem concorde com o aumento do IPI para os importados, há quem não – como eu. Ontem, durante a apresentação do novo Mazda CX-5 no Salão de Los Angeles, Takashi Yamanouchi, presidente da Mazda, declarou à revista Car And Driver que os planos de relançamento da marca no Brasil estão suspensos. O motivo? Sim, o IPI.

Segundo o executivo, o plano era estrear no Salão do automóvel de São Paulo, em outubro do ano que vem, mas o IPI maior invialbilizaria a venda de seus carrros por aqui.

Se a solução para se ver livre do imposto é ter uma fábrica por aqui, Yamanouchi disse que isso é algo inviável neste momento por conta do recente anúncio da construção de uma fábrica no México. Na pior das hipóteses, em 2013, para quando é esperado o início das operações da fábrica mexicana, a Mazda poderá vender aqui os Mazda2 e Mazda3 mexicanos com IPI normal e isentos do impostos de importação.Fonte | Car And Driver

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter