Presente no Salão de Detroit, a presidente da da GM do Brasil, Denise Johnson, anunciou que nos próximos meses a montadora enviará entre 5 e 10 unidades do híbrido Volt para o Brasil, afim de testar a receptibilidade do país pelo modelo, e também usar o carro para convencer o governo a criar um programa de benefícios a veículos híbridos e elétricos.

“Sem incentivos é praticamente inviável vender o Volt no Brasil”, disse Denise. Hoje, nos Estados Unidos o Volt custa US$ 33,5 mil (R$ 56,5 mil), mas sem incentivos governamentais, ele custaria US$ 41 mil (R$ 69 mil). Segundo o diretor de veículos elétricos da GM, Anthony Posawatz, se houver interesse o híbrido poderá funcionar com etanol no lugar da gasolina usada pelo motor 1.4 de 84 cv, que normalmente gera energia para a bateria, mas também ajuda a movimentar o carro em acelerações e em velocidades de cruzeiro acima de 112 km/h.

Com informações do Zap Carros

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Quer equipar seu auto? Compare os preços antes no indiCAuto Auto Peças Online!