1600 GT conversível restaurado pertence ao BMW Group Classic
1600 GT conversível
Foto | BMW/Divulgação

O BMW Group Classic restaurou o único exemplar do 1600 GT conversível. Os trabalhos foram executados durante vários anos pela equipe de treinamento vocacional da fábrica da marca alemã em Dingolfing.

1600 GT conversível
Foto | BMW/Divulgação

Aprendizes

Segundo a marca os trabalhos de restauração teve a participação de aprendizes sob a orientação de seus supervisores.

Quatro lugares

O BMW 1600 GT conversível pode levar quatro ocupantes. O modelo teve a carroceria pintada em prata. A marca afirma que ele é o único exemplar existente de dois protótipos que foram encomendados ao designer italiano de carrocerias Pietro Frua.

1600 GT conversível
Foto | BMW/Divulgação

Acidente

Ambos os modelos saíram da fábrica de Dingolfing no outono de 1967 pela primeira vez. Porém, um deles teve que ser descartado por ter se envolvido em um acidente durante um test-drive.

1600 GT conversível
Foto | BMW/Divulgação

O exemplar que acaba de ser restaurado teve melhor sorte e foi entregue ao maior acionista da BMW AG na época, Herbert Quandt. A marca alemã diz que o 1600 GT ficou em poder da família Quandt durante anos. Logo após ele foi repassado a outros proprietários particulares, entre eles uma modelo de Munique e um empresário de Fürth, na Franconia. Por fim o conversível foi parar no Centro Allianz de Engenharia, em Munique, na Alemanha.

Existência

Quando a equipe do BMW Groupe Classic ficou sabendo da existência do raro modelo, logo tratou da aquisição. Ao fim do processo de compra, os especialista tiveram a ideia de devolvê-lo à sua condição original no mesmo local onde ele surgiu: a fábrica de Dingolfing.

Treinamento

Segundo a BMW, o processo de restauração acabou se tornando parte integrante do treinamento de aprendizes que almejavam tornarem-se mecânicos de carroceria e manufatura de veículos.