Audi A5 Sportback G-Tron é projetado de fábrica para uso de gás como combustível
Audi A5 Sportback G-Tron
Foto | Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional

A hidrelétrica de Itaipu começa a testar uma Audi A5 Sportback G-Tron. O modelo é testado em parceria com as equipes da Itaipu e do CIBiogás. É a primeira vez que as equipes testam um modelo movido a biometano que vem a tecnologia a gás embarcada de fábrica.

Audi A5 Sportback G-Tron
Foto | Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional

O modelo passará por testes por uma semana e será submetido a uma série de testes em relação a potência e autonomia com uso de biometano produzido pela própria usina. Assim com os demais modelos da linha G-Tron, o Audi A5 Sportback G-Tron foi projetado para trabalhar com gás como combustível principal e a gasolina é uma opção secundária.

“Faremos testes de autonomia, ligados à quantidade de biometano que pode abastecer o veículo e por quantos quilômetros ele poderá rodar”, explicou o diretor de Desenvolvimento Tecnológico do CIBiogás, Rafael Gonzalez.

Potência

Segundo Gonzalez, o Audi A5 Sportback G-Tron passará por avaliações em relação a potência do motor com diferentes variações de metano entre 80% e 95% na produção do gás e assim observar como o modelo responderá a cada diferente composição.

Siga nossas redes sociais