Nossos amigos do Argentina Autoblog, sempre ligados nos futuros lançamentos da indústria automobilística, revelaram que a Volkswagen já está produzindo no México uma versão mais potente do Jetta TSi, com 211 cv, que teria chegada praticamente certa ao mercado hermano. Por lá, o sedã é conhecido pelo nome de Vento Sportline, mas é exatamente o mesmo veículo à venda no Brasil, apenas com um nome diferente.

Segundo nossos amigos argentinos, o upgrade visaria deixar o Jetta ainda mais competitivo dentro da categoria de sedãs médios de maior performance. O modelo da Volkswagen já é o mais potente do segmento, mas a concorrência cresceu nos últimos tempos, com a chegada de Renault Fluence GT e Peugeot 408 THP. Os rivais franceses podem entregar menos performance, mas custam menos e oferecem mais equipamentos.

O ganho é bastante discreto em relação à potência atual do Jetta, que atualmente bate nos 200 cv. Os cavalos a mais o igualariam ao Passat e também a alguns modelos da Audi, como A3 e A4,  que já extraem 211 cv do motor 2.0 TSi. O aumento se deve a alguns ajustes, que envolvem principalmente a parte eletrônica, pois o propulsor não passou por mudanças substanciais.

A potência de 211 cv também seria igual à do atual Golf GTI, que é vendido na Argentina. A igualdade entre os dois modelos, contudo, duraria pouco, pois a Volkswagen já confirmou a produçao da sétima geração do hatch a partir de 2014 no México, de onde também poderá sair a versão esportiva (veja aqui e aqui). O novo Golf GTI ainda não foi apresentado oficialmente, mas o fabricante já antecipou que ele terá duas configurações, com 217 cv e 227 cv.

Ainda não há informações concretas sobre a chegada do Jetta de 211 cv ao Brasil. Porém, a tendência natural é que o modelo dê as caras por aqui, graças ao acordo comercial com o México. Ficaremos de olho no sedã.

Foto | Volkswagen/Divulgação