Nova Chevrolet Montana mira Toro, mas também quer roubar vendas da Strada

720

Autos Segredos foi conhecer a nova Chevrolet Montana, mas desta vez sem camuflagem. Picape é menor que a Toro e maior que Strada e Oroch

A Chevrolet apresentou a nova Montana Premier 2023 ainda estática, o Autos Segredos só andará na picape no próximo ano. No entanto, neste segundo contato com o modelo, tivemos acesso a todo o carro, incluindo o interior. 

As primeiras unidades serão entregues em fevereiro, na mesma época a marca começará a disponibilizar as versões Turbo Manual e LT AT6. 

VEJA TAMBÉM:

Ao vivo, a Chevrolet Montana 2023 é mais interessante do que por fotos. Na dianteira, o conjunto ótico duplo como nossa reportagem adiantou quando ainda nem se falava da picape. Um enorme grade filetada em acabamento em Preto na versão Premier e cromado na LTZ se destaca na dianteira. 

De lado, molduras nos pára-lamas e rodas de liga de 17 polegadas são de série nas versões LTZ e Premier, cada uma com seu desenho e cores exclusivas. A picape tem a linha de cintura alta e abaixo das colunas dos vidros a carroceria fica mais larga para justificar a maior largura em relação ao Tracker. 

Ainda falando do perfil da picape, um belo santoantônio compõem o visual, no entanto, ele não é de série nem na versão Premier e será vendido como acessório na rede de concessionários da marca. 

Na traseira, a nova Chevrolet Montana 2023 tem lanternas horizontais invadindo as laterais. Elas são unidas por um acabamento em Black Piano nas versões LTZ e Premier que deve ser padrão nas opções Turbo Manual e LT AT6. 

Por dentro, a nova Chevrolet Montana tem muito em comum com o irmão Tracker com o qual compartilha a plataforma GEM. O painel é praticamente o mesmo mudando algumas texturas e o acabamento que une a central ao quadro de instrumentos que ainda é analógico. 

Volante, comandos dos vidros elétricos e bancos dianteiros são os mesmos do SUV. Forrações de porta têm desenho exclusivo. Os ocupantes da parte da frente da picape encontram bom espaço para suas viagens. 

Já na traseira, neste primeiro contato ficou claro que o espaço é o ideal para dois adultos e uma criança no assento central. Falando em assento, ele é curto e não apoia bem as pernas, para complicar ele tem um recuo na posição central, além de ser ligeiramente mais alto, complicando a vida do passageiro adulto. 

O espaço para os joelhos é melhor do que na Fiat Strada, mas perde em relação à Toro. 

O encosto não é tão verticalizado e apoia bem as costas dos ocupantes, há também um bom espaço para as cabeças dos passageiros.

Qual o tamanho da nova Montana?

A Chevrolet só revelou até agora que a nova Montana tem 1,80 metros de largura e 4,72 m de comprimento. Usando um aplicativo de medidas do iPhone encontramos 2,80 m de entre-eixos e 1,70 m de altura, mas é claro não são números oficiais e sim valores aproximados. A altura deve ficar entre 1,70 m e 1,72 m. 

A capacidade de carga em peso não foi revelada, a Chevrolet divulgou apenas que ela poderá levar até 874 litros de bagagens. 

A capota marítima é de série nas versões LTZ e Premier, como acessório a marca também oferecerá a rígida retrátil. Aliás, a marca disponibilizará mais de 20 acessórios só para acomodação de cargas. 

Quais são os concorrentes?

Atuando no segmento de médias compactas, a Chevrolet diz que a nova Montana quer roubar vendas da Fiat Toro que é sua concorrente natural, mas com o posicionamento de preços, a marca também mira clientes da Strada, principalmente dos compradores das versões Ranch e Volcano, prevendo isso, a Fiat já prepara motorização turbo para sua picape compacta (veja aqui). 

Motor da nova Chevrolet Montana

A Chevrolet Montana 2023 será equipada com o motor 1.2 que já equipa o Tracker com os mesmos valores de potência e torque. Assim serão 132 cv de potência a 5.500 rpm e torque de 19,4 kgfm a 2.000 rpm com gasolina no tanque. Com etanol, a potência é de 133 cv a 5.500 rpm e torque de 21,4 kgfm a 2.000 rpm. Na picape, o motor 1.2 turbo flex será ligado aos câmbios manual ou automático sempre com seis marchas.

O consumo das versões automáticas na estrada, com gasolina, é de 13,3 km/l e, na cidade, 11,1 km/l. Com etanol os números são: 9,3 km/l e 7,7 km/l, respectivamente.

Itens de série da nova Chevrolet Montana 2023

Na versão LTZ, a nova Chevrolet Montana 2023 vem equipadas com ar-condicionado, direção elétrica, travas elétricas, vidros elétricos, rodas de alumínio 17”, chave com sensor de aproximação, protetor de caçamba, capota marítima com a melhor vedação, portas com sensor de aproximação, partida sem chave, descansa-braços, coluna de direção com regulagem em altura e profundidade e bancos com acabamento em tecido + revestimento premium.

A lista de equipamentos de segurança inclui seis airbags, freios com assistência ABS com EBD, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, sistema de fixação ISOFIX para cadeirinha infantil, câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, entre outros itens. 

Na parte de tecnologia, a Chevrolet Montana LTZ vem equipada com sistema multimídia MyLink 8 polegadas, OnStar e Wi-Fi nativo. 

Já a Chevrolet Montana Premier vem com todos os equipamentos da LTZ e agrega ar-condicionado digital automático, faróis full LED, banco com revestimento premium, carregador sem fio e alerta de ponto cego.

Siga nossas redes sociais para ver muito mais

Fique por dentro das novidades.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.