Jeep Renegade 2023 1.3 T270 4×4 anda bem e mantém boa capacidade off-road do diesel

644

Autos Segredos participa de prévia do Jeep Renegade 2023 em pista off-road para colocar a prova o sistema 4×4 ligado ao motor 1.3 Turbo Flex T270. Conjunto se saiu bem em primeiro contato

Em agosto, o Autos Segredos publicou que o Jeep Renegade 2023 perderia motorização 2.0 Diesel, mas alguns duvidaram. Contudo, no caso em questão, acertamos em cheio. O SUV perderá motor 1.8 E.torQ e o 2.0 Turbo Diesel.

Em pista fechada colocamos à prova o casamento do motor 1.3 Turbo Flex T270 ao câmbio AT9 e à tração 4×4. Neste primeiro contato, SUV se mostrou valente no off-road e não ficou devendo em nada para as versões 4×4 diesel.

O motor é o mesmo que já equipa o Compass, Commander e também a Fiat Toro. A novidade é a transmissão automática de nove velocidades e tração 4×4. Fabricante também confirmou que versões 4×2 terão o mesmo motor 1.3 T270, mas ligado ao câmbio automático de seis velocidades conforme o Autos Segredos antecipou.

As unidades ainda estavam camufladas e pouco revelavam de seu visual. O interior das unidades estava coberto e a Jeep não confirma mudanças, mas o Renegade 2023 terá volante de Compass e quadro de instrumentos 100% digital.

O fabricante não revelou as versões do SUV renovado, mas nossa reportagem adianta que Jeep Renegade 2023 será vendido nas opções Sport, Longitude e Limited com motor 1.3 T270, câmbio AT6 e tração 4×2. Já as versões S e Trailhawk terá o mesmo propulsor T270, mas o câmbio é o ZF de nove velocidades com tração 4×4.

Segurança reforçada em todas as versões

Sem revelar muitos detalhes de itens de série, Stellantis anunciou um bom reforço na segurança. Todas as versões do Renegade 2023 terão seis airbags, alerta de mudança de faixa, frenagem de emergência e alerta de colisão. Jeep também disse que versões mais caras terão ainda mais novidades em relação a segurança.

A Jeep também confirmou ao Autos Segredos que o Renegade terá novo posicionamento no mercado. No entanto, a marca não confirma o fim da versão de entrada STD, mas ela não será mais oferecida.

A Jeep não revelou a data de lançamento do Renegade 2023, mas adiantou que ele estará nas revendas antes do Carnaval de 2022. Sua apresentação deve ocorrer no fim de fevereiro.

Na versão Trailhawk, o SUV terá 22 centímetros de vão livre em relação ao solo, já o ângulo de ataque é de 30° e o de saída fica em 32°. A capacidade de atravessar trechos alagados é de 48 centímetros.

O peso total do SUV é de 1.643 quilos e a capacidade de carga total é de 400 quilos.

Motor

O motor 1.3 T270 do Jeep Renegade 2023 (reestilizado) tem potência de 180 cv com gasolina e 185 cv com etanol e torque de 27,5 kgfm não importando qual combustível.

Dados oficiais do fabricante, indicam que a velocidade máxima com gasolina é de 200 km/h e com etanol fica em 202 km/l. Com gasolina, o SUV chega aos 100 km/h em 9,9 segundos e com etanol a marca é de 9,7 km/l.

Diferentemente do que apostávamos no início, o sistema de tração do modelo flex é basicamente o mesmo do diesel, o que muda é alguns ajustes no diferencial, de resto, tudo igual.

Pelo menos na versão Trailhawk, o Renegade 2023 4×4 terá rodas de 17 polegadas calçadas com pneus de medidas 215/60 R17. Fabricante também confirmou que venderá como acessório Mopar, um pneu com maior capacidade off-road com 60% off-road e 40% on-road.

Jeep Renegade 202
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Andando no Jeep Renegade 2023 T270 4×4

Este primeiro contato foi justamente para mostrar que o Renegade 2023 1.3 T270 Flex 4×4 não perdeu sua capacidade off-road. Aliás, o discurso do fabricante é que o novo conjunto chega para democratizar a tração 4×4.

Andamos em curto trecho de asfalto, mas já deu para perceber que o Renegade 2023 T270 AT9 4×4 está bem arisco.

Como o foco era mostrar toda a capacidade off-road do SUV, a Jeep preparou uma série de exercícios com trechos bem enlameados, trechos alagados, entre outros obstáculos.  

O Renegade 2023 flex 4×4 manteve o seletor de terrenos e todos os recursos para um condução off-road da opção a diesel, como o assistente de descida em rampa que colocamos a prova na pista e ele passou com louvor.

Em trechos alagados, o Renegade 1.3 Turbo Flex 4×4 tem capacidade para transpor regiões até com 480 milímetros de água.

VEJA TAMBÉM:

Durante o trajeto que durou cerca de 30 minutos, catei alguns buracos e boa suspensão do SUV dá conta do recado, transmitindo muito pouco as batidas para o interior do SUV. Não percebemos também batidas de fim de curso do amortecedor.

Também aproveitei para passar pelos trechos com mais lama e não tive nenhum problema. Apesar os 8,2 quilos a menos de torque, o Renegade Turbo Flex ainda tem muita força, os 70 quilos de peso a menos que a versão Trailhakw a diesel, acabam compensando um pouco o menor torque.

Em trechos com muito barro, é bom dosar o pé no acelerador, qualquer pisada com mais entusiasmado, o Jeep Renegade sai procurando seu caminho e como há muito torque, ele pode acabar indo em direção há algum obstáculo. O ideal é acelerar pouco para sair da lama em segurança.

Enfim, agora resta aguardar o lançamento oficial do Renegade 2023 e ver quais serão os preços a serem praticados. Em termos de desempenho e capacidade off-road, o Trailhakw Turbo Flex 4×4 não faz feio.

Gostou do conteúdo sobre o Renegade 2023 T270 4×4? Siga nossas redes sociais para ver muito mais

Fique por dentro das novidades.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.