InícioServiçoCâmbios automotivos: veja quais são os tipos disponíveis

Câmbios automotivos: veja quais são os tipos disponíveis

- publicidade -
- publicidade -

Saiba como funcionam os câmbios automotivos que estão mais sendo usados nos dias atuais, seja em caminhões ou automóveis

O câmbio é um dos componentes essenciais de qualquer veículo, responsável por transmitir a potência do motor para as rodas. Existem diversos tipos de câmbio automotivo, cada um com suas características e aplicabilidades específicas. Neste artigo, exploraremos os principais tipos de câmbio e como funcionam.

1. Câmbio manual

O câmbio manual é o tipo mais comum e tradicional. Nele, o condutor é responsável por engatar as marchas manualmente, controlando a relação entre a velocidade do veículo e a rotação do motor. Geralmente, é composto por uma alavanca de câmbio conectada diretamente à caixa de câmbio. Atualmente no mercado brasileiro, o câmbio manual ainda é usado por carros de entrada como Fiat Mobi, VW Polo Track, Renault Kwid, Chevrolet Onix, entre outros modelos.

VEJA TAMBÉM:

2. Câmbio automático

Diferentemente do câmbio manual, o câmbio automático não requer intervenção manual para trocar de marcha. Um sistema hidráulico ou eletrônico realiza as mudanças de marcha automaticamente, baseado em sensores que monitoram a velocidade do veículo, a carga do motor e outras variáveis. Isso proporciona uma experiência de condução mais suave e conveniente, ideal para trânsito urbano.

3. Câmbio CVT (Transmissão Continuamente Variável)

A transmissão CVT é um tipo de câmbio automático que não possui marchas fixas. Em vez disso, utiliza uma correia ou uma cadeia de metal que se move ao longo de cones ou polias variáveis para alterar continuamente a relação de transmissão. Isso permite uma aceleração mais linear e eficiente, sem os solavancos característicos das mudanças de marcha tradicionais.

4. Câmbio automatizado  

O câmbio automatizado combina características do câmbio manual e do automático. Ele utiliza um sistema de embreagem automatizada para realizar as trocas de marcha, enquanto o condutor pode controlar o processo por meio de uma alavanca de câmbio ou de borboletas no volante. Oferece a conveniência das trocas automáticas com a possibilidade de intervenção manual quando desejado. O câmbio automatizado foi usado no passado pelas marcas Fiat, Chevrolet, Renault e Volkswagen.

5. Câmbio de dupla embreagem 

Este tipo de câmbio utiliza duas embreagens para permitir trocas de marcha mais rápidas e suaves. Enquanto uma embreagem engata uma marcha, a outra pré-engata a próxima marcha, garantindo transições quase instantâneas. Essa tecnologia é frequentemente encontrada em veículos de alto desempenho, proporcionando uma experiência de condução esportiva e eficiente.

Em resumo, os diferentes tipos de câmbio automotivo oferecem uma variedade de opções para os motoristas, cada um com suas vantagens e desvantagens. A escolha do tipo de câmbio ideal depende das preferências individuais do condutor, do estilo de condução e das necessidades específicas de uso do veículo.

O uso câmbio automatizado de dupla embreagem está retornando ao Brasil como no Renault Kardian. No entanto, ele também é usado em carros híbridos. A Stellantis mesmo usará o câmbio DCT em seus modelos híbridos HEV e PHEV.

Foto principal | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Você conhece o canal do Autos Segredos no YouTube?

Confira nosso primeiro contato com o BYD TAN EV 2024:

Fique por dentro das novidades.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

- publicidade -
- publicidade -

ARTIGOS RELACIONADOS

- publicidade -

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SEGREDOS

- publicidade -