Dos quatro modelos flagrados por nossos leitores, somente o Chery Tiggo 2 será lançado ainda 2017. Os Volkswagen Golf e o Gol Variant e o sedã Virtus só chegarão ao mercado em 2018. Segundo o site IG, a Volks decidiu postergar a chegada do hatch e da perua reestilizados para o primeiro trimestre de 2018.

Chery Tiggo 2

O Chery Tiggo 2 é um hatch aventureiro com porte de SUV. O modelo segundo o fabricante chinês será lançado ainda em 2017. O modelo será fabricado em Jacareí (SP) junto com os modelos New QQ e Celer.

Motor

O Tiggo 2 é equipado com motor 1.5 VVT associado ao câmbio manual de cinco marchas. O propulsor Flex rende 113 cv de potência e 15,5 kgfm de torque. A novidade do motor é que ele perderá o tanquinho de partida a frio e contará com sistema de pré-aquecimento.

De série

O Tiggo 2 virá equipado com airbags laterais e frontais, freios ABS com EBD, controle de estabilidade (ESP), direção hidráulica, ar-condicionado, trio elétrico, teto solar, sistema Chery I-Connect (multimídia com conectividade), rodas de liga leve diamantadas, sensor de estacionamento, entre outros.

Volkswagen Virtus

O Volkswagen Virtus será produzido no Brasil a partir do primeiro semestre de 2018. O sedã será fabricado na fábrica da marca em São Bernardo do Campo. O sedã compartilha o a mesma arquitetura MQB 0 do novo Polo que chegará ao mercado em novembro.

Motores

O sedã roda em testes com motores 1.0 MPI, 1.0 TSI e 1.6 MSI. Porém, diferentemente do hath, o Virtus deverá contar somente com o motor 1.6 MSI nas versões de entrada e com o 1.0 TSI nas opções topo de linha.

Linhas

Quem viu o Virtus limpo no Brasil afirma que o carro é “jovem, moderno e tem ar de esportividade”. Na dianteira, o sedã será idêntico ao Polo. No geral as linhas remetem a identidade visual da Volkswagen, Porém, a nova grade foge do padrão com uma barra mais grossa no encontro o capô e duas mais finas logo abaixo.

Os faróis de neblina remetem aos do Golf reestilizado no fim de 2016. Já o para-choque com linhas recortadas deixa o visual dianteiro mais atrativo. Entretanto, assim como o Polo 2018, o desenho final do modelo não tem nada de ousadia.

Lateral

De lado o Virtus fica mais interessante por conta dos vincos das portas e pela linha de cintura alta. A imagem do teaser revelava pouco da traseira, mas, pelo que se viu as lanternas traseiras não fugirão do desenho horizontal presente nos sedãs da marca alemã. O sedã terá lanternas horizontais como mostraram as fotos do modelo vazadas recentemente.

Volkswagen Golf e Golf Variant

Rodando em testes desde o primeiro semestre, os Volkswagen Golf e Golf Variant reestilizados só chegarão ao mercado nacional em 2018. Ambos chegarão com retoques visuais na dianteira e traseira. O hatch perderá a versão 1.6 MSI e será comercializado somente com os motores 1.0 TSI, 1.4 TSI e 2.0 TSI.

Visual

Na dianteira as mudanças do hatch e da perua são tímidas e se restringem basicamente ao novo para-choque que ganhou novas entradas de ar inferior em maior tamanho. Os faróis contam com luzes 100% de LED.

Na traseira somente o para-choque ganhou novo desenho e as lanternas passam a contar com luzes LED. Completando o visual, o hatch e  perua terão  novas opções de rodas.

Interior

O Golf 2018 recebeu novo painel digital, com todos os instrumentos em uma tela configurável. Por aqui, o painel deve ser ofertado nas versões mais caras, assim, como a nova central multimídia de 9,2 polegadas, cujas funções podem ser acessadas por gestos.

Versões

Na linha 2018 o Golf manterá a mesma oferta de versões atuais.

A versão Comforline passará a ser equipada somente com o motor 1.0 TSI. O propulsor rende potência de 116 cv a 5.500 rpm com gasolina no tanque e 125 cv a 5.500 rpm quando abastecido com etanol. Já o torque é de 20,4 kgfm a 2.000 e 3.500 rpm não importando o tipo de combustível.

A versão Highline vem equipada com o motor 1.4 TSI Flex rende 150cv de potência a 4.500 rpm e o torque é de 25,5kgfm a 1.500 rpm. Os câmbios são o manual de seis velocidades e automático Tiptronic de seis velocidades.

Já a opção GTI é equipada como motor 2.0 TSI que rende 220cv de potência a 4.500rpm e 35,7kgfm de torque a 1.500rpm. Nesta versão o câmbio é automatizado de dupla embreagem DSG de seis velocidades.

Perua

A Volkswagen Golf Variant 2018 continuará ser comercializadas nas versões Comfortline e Highline sempre equipadas com o motor 1.4 TSI Flex rende 150cv de potência a 4.500 rpm e o torque é de 25,5kgfm a 1.500 rpm. O câmbio é o automático Tiptronic de seis velocidades.

Fotos | Caio Passaretti, Daniel Cauduro (Volkswagen Virtus) e Daniel Reis (Volkswagen Golf, Golf Variant e Virtus)

Flagrou algum carro diferente, camuflado, com placas verdes (ou tudo isso) ou ainda tem alguma informação interessante e quer contribuir com o Autos Segredos? Envie para o e-mail contato@autossegredos.com.br. Ou ainda pelo nosso WhatsApp (31) 99547-4805.

  • zekinha71

    Esse Tiggo 2 já virou lenda urbana, que lentidão pra lançar um carro que só tem algumas alterações, se ainda fosse um projeto totalmente novo.

    • Victor

      Chery tá quase morta no país. Nem sei por que insistem nesse negócio.

      • E.V.

        Quase morta enquanto durar o Inovar Auto, a ofensiva dos importados será ferrenha com o fim desse programa idiota, que já está em Contagem regressiva.

        • yurieu

          Se o criminoso lá estipular imposto por cilindrada, vai ser mais barato importar o Kwid 0,8 da India que fabricar aqui.

          • Marco Antônio

            Não seria o critério por eficiência?

        • Victor

          Não achei o programa tão idiota, se você levar em consideração que várias marcas montaram fábricas aqui por causa do programa. A escrotice fica em relação a taxação que foi colocada (30%!!!), típico de governos petistas malandrões.

          Vamos ver agora como o mercado vai se comportar com o fim do super ipi dos importados: Eu acho que não vai dar em nada, pois as marcas importadas vão aproveitar para recuperar o capital gasto para se manter no país durante o período do inovar auto.

  • V12 for life

    Espero que o Virtus tenha o motor TSI em uma versão intermediária, porque se for somente na top vou aguardar os lançamentos da Toyota ou GM.

  • marc west

    A VW é lenta demais. A não ser que o Golf venha com novidades mecânicas, o que eu duvido, não há razão para tanta demora no lançamento do Golf. Abaixo mando uma foto com o “novo! e o atual. Legítimo jogo dos 7 erros…
    https://uploads.disquscdn.com/images/d6c02276caf782b14205fef7cb5a611ea31b80853d8be3dca0f0afea40cfe04a.jpg

    PS: Essa droga de Disqus não deixa eu girar a foto

    • Raimundo A.

      Você tem que editar a foto antes de fazer o upload. Todavia, alguns sites permitam fazer edições.
      https://s26.postimg.org/nhmo1o04p/d6c02276caf782b14205fef7cb5a611ea31b80853d8be3dc.jpg

      • marc west

        Valeu. O pior é que eu já tinha editado 2 vezes a foto. Coisas do Disqus.

    • Fernando

      essas duas fotos não são do golf hatch, e sim do golf sportvan que não temos aqui.

      • marc west

        Não, os dois são o hatch.

        • Fernando

          não não são. entre no site da vw.de e olhe com seus próprios olhos.

      • Na Moral!

        Meu, o que vc andou fumando ultimamente?

        • Fernando

          parece que nada tão ruim quanto vc. ja que vc tb não consegue distinguir o golf do golf sportsvan.

    • marc west
      • thi

        grade inferior, e farois que no golf antigo não era pra ser esse para comparar com os de halogenio com o do outro. nio mais isso é so uma reetilização , nao precisando ser radical

        • marc west

          Por isso digo que a VW se mostra muito lenta. Mudanças mínimas não deveriam demorar tanto para serem feitas.

          • Offshore LLC

            Não há demora em ser feito, pois já está pronto faz é tempo Marc.

            O que está ocorrendo é que a Vw parou de lançar desde 2015 versões ano/modelo 15/16, sendo somente 15/15, 16/16, 17/17 e será em 2018 18/18.

            Igual ela fez com o Audi A3 Ambition 2.0.

            Ela está segurando o carro para não atrapalhar as vendas da imensidão de estoque dos 17/17.

            Senão, seria preciso ela fazer promoção e perder dinheiro para poder vender os 17/17, tendo lançado ainda neste ano os 17/18.

            Só isso, então resumindo.

            Não é lerdeza e nem atraso, é vigarice, ganância, avareza e desrespeito por encarecer tanto o Golf e não conseguir vender, e segurar o novo para não ser preciso promocao para os “velhos”.

            Se os hatch estivessem bombando nas vendas e seus concorrentes vendendo absurdos, ela jah teria se mexido.

            Quanto ao companheiro confundir Golf Hatch com Golf Sportvan…ele tá maluco ou cego. A não ser que nunca tenha visto um Golf na vida e desconhece coluna C de hatch e van.

  • Éder Belo

    Perceberam que a carroceira da Golf Variant “sobra” sobre os eixos? Provavelmente é uma mula do T-Cross.

  • E.V.

    Mt lenta a VW, realmente parece que não almeja ganhar mais mercado no Brasil. Esse SUV T-CROSS deve ser lançado no final de 2018 na melhor das hipóteses.

    • Raimundo A.

      Sim! O Golf Variant parece mula mesmo e deve ser o esperado T-Cross porque este teria entre-eixos maior que o Polo cuja mula era o Golf com entre-eixos curto.

      Outra, pelas medidas do entre-eixos do Golf Variant, o T-Cross deve ter entre-eixos pouco menor ou igual ao Virtus que parece, será maior que o do Polo. Estimaria entre 2,58m e 2,60m.

      O entre-eixos deverá ter intervalo porque haverá o SUV médio compacto cujo entre-eixos deve ser pouco maior que o Golf novo.

      Esse Golf Variant mula não é a picape porque basta dizer que se o entre-eixos da Saveiro é maior que o do Passat, por que o dessa mula seria menor que o do Golf Variant? Outra, para uma picape, o vão livre teria que ser alto, sobretudo no balanço traseiro. Não é nessa mula.

      O T-Cross não deve ter vão livre alto.

      Mas, fazendo uma indagação, não impede o Golf Variant mula ser a mula do Virtus testando a mecânica cujo Virtus já pronto testaria além dessa componentes finais. Por um período, o Toro da Fiat estava em testes tanto com a mula Linea picape como com a carroceria definitiva, que foi a fase de transição.

      Uma SW é um sedã sem o terceiro volume.

  • Raimundo A.

    O texto diz que o sedã Virtus testa os motores 1.0 MPI, 1.6 MSI e 1.0 TSI, mas depois relata que diferente do hatch que deverá usar esse conjunto, só terá o 1.6 MSI e 1.0 TSI.

    Testa o Virtus o 1.0 MPI para não usar? Favor, corrigir a falha.

    • Anderson SP®

      Deve testar para ver se vale a pena o uso deste motor, eu acho besteira um sedan de mais de R$ 50 mil com motor 1.0 aspirado, que testem para ver o limite dele, mas não lancem que é mico na certa.

  • Tiggo camuflado em estacionamento de shopping. Só faltou colocarem uma melancia em cima dele!

  • Lucas086

    VW, lança logo esse Golf, pelo amor de Deus, o carro está pronto… E aproveita e faz uma promoção do 1.0 tsi com elegance é teto que eu queto comprar kkkk

    • LeoVale

      Não chega nunca plmd

  • Dreidecker

    Cadê o câmbio AT6 para o Golf 1.0 TSI, algo que estará disponível até ao Pólo 1.0 TSI.

    • NORDSK

      Está a caminho, dessa vez vai ter mesmo.

  • Tommy

    Acho que com o anúncio do fim do super IPI ano que vem vai postergar muitos lançamentos só pra 2018, mesmo os nacionais. O Polo deve ser o último grande lançamento esse ano.

  • Deny Williams Cury Haddad

    Tenho o Golf 2014 TSI. Sinceramente, a perda do DSG, Multilink e Freio Eletrônico não me estimula a trocá-lo por outro. E se a VW não trouxer isso tudo de volta, o mercado continuará a reputar que a compra do Cruze Sport traz melhor custo-benefício ao consumidor.

  • Zigfrietz Tazogh

    [OFF]
    Fiat Argo Drive 1.0 Firefly – Teste de pista com gasolina comum:

    Aceleração de 0 a 100 km/h: 15,4 s
    Aceleração de 0 a 1.000 (segundos/km/h): 36,5 s
    Retomada de 40 a 80 km/h (em D): 9,1 s
    Retomada de 60 a 100 km/h (em D): 12,7 s
    Retomada de 80 a 120 km/h (em D): 21,8 s
    Frenagens de 60 / 80 / 120 km/h a 0: 16,1 / 28 / 64,3 m
    Consumo urbano: 14,1 km/l
    Consumo rodoviário: 15,7 km/l

    Fonte: https://quatrorodas.abril.com.br/testes/teste-de-pista-fiat-argo-drive-1-0-o-desafiante-da-vez/