A visita de Dilma Rousseff ao Salão do Automóvel de São Paulo foi marcada por um anúncio que diz respeito diretamente ao setor: a presidente aproveitou a ida ao evento para oficializar a prorrogação da renúncia fiscal até o dia 31 de dezembro.

O objetivo da governante é estimular o consumo e manter a economia aquecida. O artifício de prorrogar a redução do IPI se tornou recorrente e já era esperado pelos fabricantes. Inicialmente previsto para terminar em agosto, o término desconto já havia sido postergado uma vez e remarcado para o dia 31 de outubro.

O setor automotivo tem sido um dos mais importantes para a economia do país. Desde 2007, as vendas de veículos novos quebram recordes todos os anos, embora os comerciantes esperassem alta maior no segundo semestre de 2012. Ainda assim, recentemente o Brasil ultrapassou a Alemanha e se tornou o quanto maior produtor do mundo.

Foto | Renault/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Curta o Autos Segredos no Facebook!