Há alguns dias, o Grupo PSA revelou à imprensa mundial a nova plataforma modular EMP2 (sigla para Plataforma Modular Eficiente  2, em inglês), que dará origem a vários futuros veículos, em diversos segmentos. Pois bem, a empresa não perdeu tempo e já confirmou que os novos projetos desenvolvidos a partir da plataforma EMP2 (mostrada nas fotos, já acrescida de rodas e componentes mecânicos) também serão produzidos na planta de El Palomar, na Argentina, de onde deverão ser exportados para outros países da América do Sul, inclusive o Brasil.

Ainda não se sabe ao certo quais veículos estão nos planos da PSA para a América do Sul, até porque a chegada deles ao continente levará alguns anos. Afinal, os primeiros produtos derivados da nova plataforma deverão ser os sucessores dos atuais Peugeot 308 e Citroën C4 Picasso, sendo que ambos ainda estão em fase de desenvolvimento e não foram revelados sequer na Europa. Porém, a notícia não deixa de ser importante, pois indica a intenção de nivelar a linha local a médio prazo.

A EMP2 utiliza materiais como alumínio e aço de alta resistência, o que a torna 70% mais leve que a antecessora. Além de Peugeot e Citroën, a nova plataforma modular deverá ser utilizada também em futuros projetos da Opel, graças à associação do Grupo PSA com a GM. Além de ganhos em aspectos como segurança e dirigibilidade, a empresa promete vantagens também em temos de versatilidade de produção, pois vários veículos poderão ser desenvolvidos sobre a mesma plataforma, entre sedãs, cupês e crossovers

Recentemente, o Autos Segredos publicou uma matéria explicando o que é plataforma. Veja-a aqui.

Fonte | Argentina Autoblog
Fotos | Grupo PSA/Divulgação