Versão 1.0 Drive passa a vir de série com central multimídia

O Fiat Argo ganha nova versão de entrada por R$ 43.990. Para ficar mais em conta, a marca retirou alguns itens de série. Além da nova versão, a opção 1.0 Drive passa a vir de série com o kit multimídia sem aumento de preço.

Fiat Argo

Sem nome de versão, a nova opção de entrada vem com ar-condicionado, direção elétrica, vidros dianteiros elétricos, sistema Start&Stop e travas elétricas. Em relação ao Argo 1.0 Drive, a versão de entrada perdeu limpador traseiro, desembaçador traseiro, pré-disposição para rádio, chave canivete, função telecomando, banco do motorista com regulagem de altura, porta-óculos, alça de segurança, aplique cromado do difusor de ar e sigla Drive na lateral.

O preço de R$ 43.990 pedido pela nova versão é o valor que estava sendo praticado nas concessionárias para a opção 1.0 Drive. Agora, com a nova versão mais pelada, a Fiat oficializa o preço praticado pelas revendas.

Confira nossa avaliação do Fiat Argo 1.0 Drive.

Fiat Argo 1.0 Drive

Com o acréscimo da do kit multimídia a de série para a versão 1.0 Drive a Fiat reposiciona o Argo e o deixa mais competitivo diante dos concorrentes. Quem não ficará satisfeito são os primeiros compradores que pagaram o custo da central que era ofertada como opcional.

Preço mantindo

O kit multimídia era ofertado por R$ 2.300 e incluía Central multimídia de 7”, volante multifuncional e duas entradas de USB. Somado ao valor de R$ 46.800 pedido pelo hatch o preço do Argo 1.0 ficava em R$ 49.100. Com a mudança, o hatch manteve o preço de R$ 46.800.

Motor

O Fiat Argo e Argo 1.0 Drive são equipados com o motor 1.0 Firefly que rende potência de 72 cv a 6.000 rpm e torque de 10,4 kgfm a 3.250 rpm quando abastecido com gasolina e 77 cv a 6.250 rpm e torque 10,9 kgfm a 3.250 rpm com etanol no tanque. O câmbio é o manual de cinco velocidades.

Fotos | Fiat/Divulgação

  • Bruno Silva

    Efeito Polo, sem dúvida. Se tivesse ESP e/ou airbag lateral como opcional nas versões de entrada seria uma boa opção.

    • Paulo Freire

      “Efeito Polo” e tu acha que essa pobreza vai escapar de precisar ganhar itens? Um carro tão simplório e triste que nem regulagem de altura do volante tem! Se a VW não equipar, vai encalhar.

      • Bruno Silva

        Ao menos vem com vidros elétricos traseiros e airbag lateral de série, ESP por 1.050. Não é tão simplório.

        • Milton Tavares

          Tenho de concordar com o Bruno o Polo é muito pobre, deveria logo assumir que é uma categoria um pouco acima e equipar o carro para ficar decente, retrovisor manual, volante sem regulagem é triste.

          • Rafael Lima

            De entrada com motor 1.0 deveria vir com os retrovisores elétricos e ESP, e pelo menos regulagem de altura do volante, por 50 mil não ficaria tão ruim, mas a 1.0 vem pelada demais mesmo, por menos da pra levar o Argo com Kit convenience e multimidia, o Polo só fica bom em CxB nas versões de topo

          • Paulo Freire

            Nenhum desses carros deveria ter versão 1.0, já já tem Mobi e Uno de um lado, Up, Gol e Fox do outro, por que não trabalhar só com os motores maiores?

          • marc

            Uno por exemplo já está de escanteio, Mobi ainda tem a sua função de city car, com o Firefly ele cumpre seu papel

          • Milton Tavares

            Tbm acho que o Uno não faz mais sentido, pior que eu li que a FIAT está deixando de produzir o Palio que ao meu ver ainda é melhor que o Uno.

          • Filipe Alberto

            O uno ate que faz sentido, pra mim, o mobi é que não faz nenhum.

          • Tiago

            Tu já dirigiu algum Fiat Mobi, na tua vida?

        • haterXhater

          Não, imagina…
          Não tem retrovisor elétrico, muito mais usual que vidro elétrico traseiro. Não tem tem regulagens no volante, não tem alça no teto, não tem farol de neblina, o interior é horrível e cheio de rebarba.

          • Bruno Silva

            Quem não vidros elétricos atrás é o Argo, no Polo é de série.

  • Paulo Freire

    Poderia oferecer o dinheiro da central que os donos dos primeiros 1.0 pagaram em revisões, assim abate o prejú.

    • marc

      Até parece hein

      • Paulo Freire

        Não custa sonhar…

  • Wellington Myph13

    É de quebrar também né Fiat. Tirar até o desembaçador e limpador traseiro? No mínimo esses deviam continuar.
    O resto “ok” em prol de baixar o valor…
    Foi só oficializar o fim do Palio que desceram o valor do Argo.
    Polo vai ter que se mexer, porque nas versões 1.0 e 1.6 do Polo, o Argo é melhor no CxB pra quem “não se importa” com a segurança extra cobrada no Polo.
    Polo precisava adotar retrovisor elétrico, faróis de neblina e I-System de série, e manter os preços, aí fica bom.

    • CorsarioViajante

      Acrescentaria também regulagem do volante, nem que fosse apenas de altura.

      • Wellington Myph13

        É, faltou esse também.

        • CorsarioViajante

          Acho que logo logo teremos estas melhorias aplicadas (pelo menos o absurdo ajuste do retrovisor!) e também um 1.6 automático. Vamos ver.

          • marc

            1.6 automático nem espere, a tendência é esses etorq saírem com os novos Firefly turbo

          • Samuh Vogetta S

            Creio que estavam falando do Polo 1.6 AT….

          • CorsarioViajante

            Desculpe, não expliquei direito, me referia ao Polo.

          • Wellington Myph13

            Se a VW fosse esperta ela aumentava em 300tão nos dois opcionais da 1.0 e 1.6 e acrescentava Faróis de Neblina, Retrovisores Elétricos e Sensor de estacionamento traseiro.
            Seria um excelente carro bem completo de verdade.
            Pra mim a VW ainda devia fazer uma 200TSI na versão sem nome (ao invés da 1.6 AT6), e adicionar 1.6 MT5 nas Comfortline e Highline.
            1.0 MPI MT5 – 49.990,00
            1.6 MSI MT6 – 54.990,00
            1.0 TSI AT6 – 59.990,00
            1.6 MSI Comfortline MT5 – 60.190,00
            1.0 TSI Comfortline AT6 – 65.190,00
            1.6 MSI Highline MT5 – 64.190,00
            1.0 TSI Highline AT6 – 69.190,00

          • CorsarioViajante

            Pois é. Assim como a Fiat vem mexendo aos poucos no Argo, acho que a VW também vai aos poucos mexendo no Polo.

          • Marco Antônio

            1,0 TSI MT6. Essa levava meu dinheiro.

      • Luciano Lopes

        Tirasse o Start Stop. Troço ruim e incomodo que não economiza nada . Tenho um

        • CorsarioViajante

          Eu tenho horror a isso. Me dá agonia até quando um carro do meu lado no semáforo tem o sistema. Um tremendo desconforto para uma economia muito pequena.

          • vicegag

            E o gasto será grande quando tiver que trocar a bateria, me disseram que chega a 800 mangos.

          • DPSF

            A tendência é baratear. Ja foi bem mais cara. Tipo uns 1200 reais… Se ja chegou a 800 imagina daqui a 2 anos.

          • Lucas Campos

            Isso é psicológico. Eu tb estranhava qdo o carro desligava e isso incomodava, mas com o tempo se acostuma.

        • Lucas Campos

          Nao economiza nao… imagina… se a economia fosse irrelevante, o sistema nao existiria.

    • Filipo

      Segurança extra ou simplesmente segurança? Para mim, 5 estrelas não tem nada de extra. Deve ser o padrão!

      • Wellington Myph13

        Extra quando comparado ao Argo ou qualquer outro concorrente direto.
        O problema é que o público não paga por isso como bem sabemos. O carro custa 2000 a mais e é 10x mais seguro, mas o que importa é que o trilho do banco precisa ser coberto com plástico, que o plástico interno seja agradável aos olhos e etc…

        • Lucas Campos

          10x mais seguro? o Argo já foi testado? Não ficaria surpreso se argo tb recebesse 5 estrelas como Renegade (e acho que Toro tb). Impossível falar que ele é 10x mais seguro sendo que o Argo nao foi testado ainda.

          • Wellington Myph13

            10x mais seguro como ele é.
            Um Argo 1.0 não pode ter airbags laterias nem ESP, enquanto o Polo 1.0 já tem os airbags e pode equipar ESP, ficando dentro de todos os critérios pra 5 estrelas.
            Estruturalmente o Argo não deve ser ruim, mas sem os adicionais ele é menos seguro que o Polo, nas versões 1.0 e 1.3. Na 1.8 com os airbags laterias pode ir bem e receber as 5 estrelas, isso caso ele passe no teste do poste.

  • Dreidecker

    “Além da nova versão, a opção 1.0 Drive passa a vir de série com o kit multimídia sem aumento de preço.”
    –> Lança o veículo com o preço nas estrelas e depois vai diminuindo o valor (ou aumenta): Isto se chama ‘Testar o consumidor’, ou descobrir o quão mané o mesmo é.

    • Filipe Alberto

      Ruim é pra quem comprou logo. Já sabe que fez um péssimo negócio se pegou sem

    • Fabricio Barcelos

      É aquela… se colar colou!

      • Mr. On The Road 77

        Neste caso, não colou.

        • Edwr

          Nem vai colar

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Pois é… vide o preço da Toro que está ladeira acima.

    • Luconces

      Segundo alguns isso se chama livre arbítrio kkkkk

    • Peteleco1

      “Garqueting”

  • Dreidecker

    Perdeu até o PQP (alça de segurança).

    • luis fernando

      Uma vez eu vi uma mulher descendo de um carro (carro duas portas e ela estava atrás) ela segurou nessa alça, e o peso foi muito! a alça quebrou! pensa em um tombo? kkkkkkkkkkkkkk Passei mal de tanto rir!

  • Mardem

    Tá aí o atestado que o Argo não decolou no mercado.
    O bom é que a fria acolhida ao modelo já causou descontos e reposicionamento.
    O ruim é que continuamos com um produto meia boca como substituto do Punto/Bravo.
    Fiat, repense a decisão de não trazer o Tipo!!

    • Filipe Alberto

      e no final, ninguém sabe aonde fica o Fiat uno nessa história.

    • yurieu

      O Tipo também é feio e tem mecânica duvidosa, como os carros europeus e geral.

  • luis fernando

    Hatch Premium com motor 1.0, Sem limpador e desembaçador traseiro, Radio tem? kkkkkkkkkkkkk Tá osso viu!

    • Mauro Moraes

      Hatch premium. Pra mim nunca foi. Veio pra substituir o Palio principalmente. É um genuíno popular.

      • marc

        Agora é que a versão de 80.000,00 não vale apena mesmo

        • Filipe Alberto

          pois é, quem compra essa versão, quer um carro exclusivo.
          aí vem um cara com 40 mil a menos e compra o mesmo carro

          • marc

            e já com direção elétrica e ar condicionado, ainda consegue um descontinho nas css. e leva por 39.990

          • Filipe Alberto

            Então a diferença é maior, porque o argo Top com todo os opcionais é em torno de 85 mil.
            Me retratar aqui, chega um cara com R$ 45.010,00 reais a menos e leva o mesmo carro. kkkkkk

          • marc

            Pois é, e que não fica devendo em nada para o 1.8 em questão de acabamento, só detalhes

          • Filipe Alberto

            Exato, o projeto, como mostra a reportagem custa 43.990, logo a versão de 85 mil reais é a mesma do de 43. só que, com 42 mil reais de firula (como bem assim podemos dizer)

          • marc

            Segura meu Like kkk, um absurdo isso

          • Antônio Luiz Cardoso

            R$85 mil no Argo…. com motor 1.8 eTorq contra um 2008 Turbo 173cv com 06 airbags… pelo mesmo preço…

  • Edwr

    VERGONHA! Atestado de falta de pesquisa de mercado. Essa versão só reforça que não houve planejamento adequado e sim, o ARGO é o resultado de um emaranhado de idéias inúteis. E ARGORA! Quem poderá nos ajudar?

    • yurieu

      Um verdadeiro Siena/Linea hatch, nos últimos suspiros, com sedação pesada e respiração por aparelhos. Assim eu vejo o Argo. Mas é o maior lançamento da Fiat de todos os tempos!!!

    • Antônio Luiz Cardoso

      Eu vou ajudar dirigindo um VW Polo. Concorrência faz a empresa se mexer. Comprar um Argo, com câmbio impreciso e molenga, motor jurássico e beberrão não ajuda. Além da indefinição sobre a pontuação em segurança.

  • Mauro Moraes

    Como sempre comentei, o Argo tem ares de popular, não tendo pretensões de requinte. Enquanto ficam comparando com Polo, Seu alvo sempre foi o líder Onix. Acredito que esse novo piso de preço já seja a preparação pra chegada do Cronos, que dizem, virá com preços agressivos pra enfrentar o Prisma.

    • Edwr

      Ok, mas o Argo inicialmente veio para substituir o Punto, que não tem e nunca teve ares de popular. Agora ele vai substituir o Palio, daqui a pouco estará substituindo o Uno.

      • marc

        Nunca que veio para substituir Punto, o Argo é um novo Palio, só não aceita quem não quer

        • Edwr

          Também acho, mas de início a ideia era substituir Punto e Bravo ao mesmo tempo.

          • Filipe Alberto

            Mas acabou substituindo o Palio diretamente e o Uno indiretamente.

          • marc

            O Uno depois disso creio que não terá vida muito longa, ainda mais com a cara ainda de Palio

          • Filipe Alberto

            Pois é, mas pra mim, quem deveria sumir do mercado era o Mobi. O uno apesar dos poréns é um carro melhor que esse primeiro que falei, maior, mais equipado e com um projeto mais acertado.

          • Pedro154

            Verdade. Eu acho que a Fiat só deve matar as versões Way e Sporting do Uno, creio que a Drive 1.0 continue como uma opção ao Mobi dentro da marca.

        • Brasil_MG

          ARGO = Novo Pálio
          CRONOS = Novo Grand Siena.

          • DPSF

            Isso. Na verdade o argo usa a base do grand siena. Entao o o Argo seria um grand siena hatch reestilizado. O grand siena usava o eixo e a suspensao traseira do punto/linea.

          • Pedro Neto

            reestilizado… kkk como reestilizado se é uma carroceria nova?

        • DPSF

          Todo o DNA do palio está no Argo. Posiçao de dirigir, cofre do motor, posiçao dos pedais, espuma mole dos bancos, cambio e seus engates… Se vc abrir o cofre do motor de um argo e colocar ao lado um punto e um novo palios com os capôs abertos, verá que o o cofre do argo e do palio sao iguais… Por aí vc mata a charada de que o argo é uma versao melhorada do novo palio e nao um substituto de punto e bravo…

      • Eddie Nabil Rahal

        O Argo sempre foi anunciado pela Fiat em substituir Palio e Punto.

        • Edwr

          Sempre foi substituir Palio nas versões top, Punto e Bravo

          • Pedro154

            O Argo é a terceira geração do Palio que mudou de nome.

          • Edwr

            O pior é que já anunciaram a Mobistrada tbm kkkkk
            Uma nova plataforma. Na verdade um pedaço de cada plataforma.

            Brincadeira! Mas é verdade.

          • pedro rt

            A nova picape vai ser uma salada so… Design de argo mas com pecas do mobi. Strada e argo.

          • Lucas Campos

            Nunca substituiu Bravo… Bravo simplesmente saiu de linha sem substituto. A Fiat abandonou esse segmento acertadamente, uma vez que nenhum hatch médio vende bem mais.

        • Danilo

          Nunca vi a empresa anunciar isso. Vi a imprensa dita “especializada”. Como que um carro feito de emendos de plataforma pode substituir um carro feito do zero como o punto? É só ver o contexto do tempo do lançamento dos dois. O punto quando foi lançado chamou muito mais a atenção que esse Argo, sendo a campanha publicitária dele implorando pras pessoas experimentá-lo visto que a primeira vista ele não atrai as pessoas.

          • Wagner Lopes

            Sem dúvida. Punto é projeto europeu caprichado em vários aspectos e portanto, caro de se fabricar reduzindo margem de venda. Argo é projeto barato de se produzir pra vender caro pra brasileiro e outros emergentes com margens de lucro melhores…nada além de uma evolução do palio.

          • Paulo Freire

            Punto era um remendo também, usava plataforma de Idea e de Corsa.

          • Danilo

            Mas os 3 eram contemporâneos, ou seja, dividiam a plataforma e não foi uma sucessão.

          • Basil Sandhurst

            Sim. A plataforma foi um projeto conjunto. Mas o primeiro a usa-la foi o Punto.
            Abs

          • Basil Sandhurst

            Pelo contrário… Opel Corsa (as versões depois do finado modelo brasileiro) é que usava a plataforma do Punto.
            Idea também usava variação do Punto.
            Abs

          • Paulo Freire

            Não, Punto usava plataforma do Corsa, na época ainda existia apenas a primeira geração do Punto, a segunda só foi lançada depois da união das fabricantes.

          • Basil Sandhurst

            https://en.wikipedia.org/wiki/GM_Fiat_Small_platform
            Leia e verá que estou certo.
            Vehicles based on Small platform[edit]
            Small:
            2005-present Fiat Grande Punto
            2006-2014 Opel Corsa D
            2007-present Fiat Fiorino/Qubo
            2008-present Alfa Romeo MiTo
            2012-present Opel Adam[10]
            2014-present Opel Corsa E

          • Ricardo Rangel Lirio

            De Corsa na Europa. Aqui usava a da Idea, que vinha Da Weekend, que vinha do Palio, que derivava da do Uno… e assim vai.

          • Antônio Luiz Cardoso

            OU seja, reaproveitamento do velho. Carro novo, peças antigas. Eu gostava da Fiat até 2008… depois é só decepção.

          • Lucas Campos

            Eu trabalhei na Fiat e te garanto, ele substitui palio e punto. E a plataforma dele inclusive é baseada na do punto (20% Punto, 80% nova). Pode ver que o peso do Argo é bem próximo ao peso do punto, um pouco mais pesado devido a reforços estruturais para melhorar a segurança.
            Da mesma forma, Cronos substitui Siena e Linea.

          • Danilo

            Então a estratégia “faiô”. Kkkkk. Esse carro nada mais é que um palio um pouquinho maior. Não tem o estilo do Punto nem o preço do palio. Tá igual aquela história do Pavão ( que não voa e é bonito) cruzando com o urubu (que voa mais é feio) afim de dar origem a uma ave bonita e que voa e teve como resultado o Peru ( que é feio e não voa).

          • Lucas Campos

            Deveriam ter feito a frente dele seguindo a Toro como referencia e nao o Mobi… Se tivesse uma frente no estilo da Toro, seria líder de mercado tranquilamente. Mas querem fazer um carro premium com frente baseada em carro popular de entrada da marca… vai entender a cabeça desses “especialistas” de design e marketing dessas montadoras…

          • Danilo

            Acho q vc conseguiu me dar um norte pra eu poder entender o que aconteceu com o design desse carro. Sinceramente, eu não consigo entender o que aconteceu pra tudo ficar tão sem nexo igual ficou. Pelo q vc disse, acho que quiseram fazer uma obra prima se inspirando num lixo ( mobi) aí da o resultado tipo daquelas árvores de Natal de garrafa Pet, cestas de frutas feito de jornal, chinelo de pneu, etc…, vc entende a nobreza do ato de tentarem fazer algo com uma porcaria mas sempre fica aquele negócio “ que merda que fizeram” ou “ eu nunca teria essa porcaria em casa”

          • Lucas Campos

            Usar a frente do Cronos no Argo já ajudaria a melhorar muito.

          • Edwr

            melhor comentário de todos

          • Edwr

            kkkkk…. Complexo isso

          • marc

            Essa eu não conhecia, foi boa kkk

          • Antônio Luiz Cardoso

            Putz, resumo da ópera (obra). Uma mistureba de tudo, ou seja, nada.

          • marcos

            kkkk….comparação certinha

          • Edwr

            Isto é o que você gostaria que fosse.
            Mas a verdade é que lançaram esse Frank para substituir o Punto sim.
            Só não conseguiram.
            Gostei da lembrança do marketing. Eles realmente imploram para que alguém teste este carro que já nasceu precisando de um facelite

          • Danilo

            Eu acho que esse é o único caso que um facelift não funcionaria, pois a frente não é feia, a lateral não é feia e a traseira não é feia olhando cada um separadamente, mas quando junta tudo vira uma coisa sem muito nexo, parece que “ninguém conversa com ninguém” naquele projeto. Logo a Fiat que acertou tanto na toro recentemente e errou tanto nesse carro.

          • Edwr

            Concordo.

        • Mauro Moraes

          Mesma jogada da Chevrolet com o Onix que matou Celta, Corsa, Agile e Sonic de uma só tacada.

          • Gustavo Adriano

            Maior erro foi matar o Sonic, tudo bem ele não era aquela coisa em Design, mas me parecia um bom carro, hoje em dia teria um Hatch com certeza, mas sempre com a mão na consciência por causa das peças de reposição, dizem que o carro era fabricado na Hungria…

          • pedro rt

            O motor era fabricado la. O carro vinha do mexico

          • zekinha71

            Teve alguns que vieram da Korea.

          • Edwr

            Só que dessa vez não deu certo

          • Basil Sandhurst

            E está vendendo horrores com ele… Os haters ficaram até afônicos de tanto berrar que o carro é uma porcaria…
            Abs

        • Brasil_MG

          o ARGO chegou a ser anunciado até como substituto de algumas versões do BRAVO, o que não colou. FIAT tá caindo na real e colocando o ARGO no seu devido lugar.

          O carro não é ruim, mas PREMIUM também não é.

      • Renato Bandeira

        Punto nunca teve ares de popular? pra mim um carro com um espaço daqueles e aquela manivela pra subir e descer vidro traseiro já é popular!

        • Edwr

          Tive um Punto HLX 2009 e em nada parecia popular. Tinha vidro nas 4 portas, mas a versão ELX era mesmo avacalhada.
          Mas posso afirmar que o Punto top é pra ninguém colocar defeito.

          • Antônio Luiz Cardoso

            As versões básicas, muito básicas. Veja o novo Argo, que coisa terrível. Assim, comprar versões mais recheadas desvaloriza o modelo. É um carro “popular”

        • luis fernando

          Então um Mini Cooper pra vc é popular? Tem espaço ruim para as pernas de quem vai atrás! Eu meço 1.98 e sobrava trilho no banco da frente ainda! Teria outro Punto sem problemas!

          • Renato Bandeira

            Tá comparando um compacto com um carro de nicho? Sério?

          • luis fernando

            Punto nunca teve ares de popular? pra mim um carro com um espaço daqueles e aquela manivela pra subir e descer vidro traseiro já é popular!

            Leia aí o que você disse!

    • Louco por carros

      E desde quando o Polo tem requinte?? Só se for requinte de pobre, mais conhecido como simplicidade.

      • Edwr

        A simplicidade é o ponto mais alto da sofisticação!

        • wagner

          hahahaha.

        • Louco por carros

          Não para o Polo.

      • Antônio Luiz Cardoso

        Pode não ter requinte, mas tem motor e câmbio, que faltam em seus concorrentes.

    • Fiat tem que ir com tudo agora, pois se deixar passar a janela de oportunidade, daqui uns 2 anos chega a nova geração do Onix e Prisma + SUvinho, se o mercado não abraçar o Argo, vai ficar mais difícil destronar a dupla da GM.

    • wagner

      Para mim nenhum deles, incluindo, o Polo possuem requinte.
      Como referencia em acabamento estão 208, Argo e C3.
      Como referência temos o Polo (na versão com ESP – 5 estrelas), as versão sem ESP não passam de 3 estrelas.
      Enfim, Polo, Argo, HB20, ONIX, KA, estão no mesmo barco.

      • syfus

        kkkkkkkkkkk…. requinte só carros acima de 100mil, pra baixo é gambiarra ou plastico ;p

    • DPSF

      Nunca compensa comprar um lançamento da FIAT no inicio das vendas. Passados alguns meses, logo acessorios opcionais passam a ser de serie. Foi assim com o novo uno, com novo palio, grand siena, que pouco tempo depois adicionaram itens que no lançamento eram opcionais. Tenho um Linea, pretendo trocar por um Cronos na versão 1.3 manual

      • Antônio Luiz Cardoso

        Pense bem. Analise outras opções do mercado.

  • Fiat percebeu que naquele preço ficaria atrás do Polo.
    Agora ele fica mais interessante na 1.0 Drive e abre espaço para versão de entrada ser adotada por frotistas.
    Acho que essa manobra vai gerar uma boa briga no top3.

    • Filipe Alberto

      acho que o Onix vai continuar vendendo horrores, e nem vai sentir o argo

      • Para o Onix eu acho que não muda.
        Mas na disputa pelo segundo e terceiro lugar, aí acho que muda.
        Pq o preço de tabela vai ficar bem parecido com o do Onix, e ambos tem descontos nas css, com vantagem no produto para o Argo. se não fosse o cambio GSR, acho que ao menos a vice liderança a Fiat poderia alcançar.

        • Lucas Campos

          Colocar a culpa no GSR nao faz sentido. O volume de vendas dos automáticos é muito baixo.

          • O mercado tem mudado. Olha nas ruas a quantidade de Onix e HB20 AT. já os modelos automatizados de 1 embreagem esse sim não tem tanta representatividade.

        • Paulo Freire

          Segundo já tem o HB20.

          • O HB20 tem a limitação da fábrica. Tanto que o KA, mesmo sem cambio AT vez ou outra pega o segundo lugar quando não fica colado em terceiro. Se o Argo tivesse cambio AT ou CVT na versão 1.3, acho que conseguiria o segundo lugar.

  • Duh

    Coisa que acho absurdo e não sei quem não vai comprar não reclama é a falta de vidro elétrico nas 4 portas de série, em pleno 2017 ter carro com vidro manual é demais. Argo devia ter este item de série, passar a versão de entrada do lançamento para este preço de 43mil e consequentemente passando as outras para o preço das versões de baixo. Esta nova versão não deveria existir.
    Na prática esta nova versão deve ser vendida por volta de 40mil, podem anotar.
    De resto bom carro, a cor branca não favorece ele nenhum pouco, chumbo e vermelho fica bem melhor.

  • Edwr

    …Enquanto isso na fábrica de sonhos da Fiat
    Precisamos de uma nova identidade para o proximo ano
    Precisamos de um carro novo. Alguma ideia?
    Respostas:
    1 – Rodas (Boa ideia)
    2 – Volante (favor incluir ao projeto)
    3 – cadeiras (melhor, acrescente bancos)
    4 – Vi comentarios que a concorrencia não tem rebarbas (Acrescente então muitas rebarbas pra dar muito comentário)
    …Não há mais tempo para novas idéias
    A gora, o que podemos aproveitar dos modelos já ultrapassados?
    Continua…

  • marc

    Interessante, porém a versão que assusta mesmo é a topo de linha HGT, vi um por 80 mil, isso lá é preço para pedir no novo Palio vulgo Argo? quase quarenta mil de diferença da versão base, essa versão de 43 será campeã, deverá ser vendida até por 39.990 nas css e já vem com ar e d.eletrica

    • Pedro154

      A HGT por esse preço até teria alguma justificativa se viesse com o 1.3T Firefly. Foi um erro a Fiat ter lançado essa versão com o velho 1.8 E-torQ, poderiam ter guardado a sigla para a lançar em 2019 com algo a altura.

      • Milton-GT

        Também acho.

      • Danilo

        E se lançarem o Argo T-jet com esse motor firefly turbo, não seria mais interessante que essa denominação do que HGT? Creio que HGT seja uma versão máxima pra motor aspirado, pra motor turbo (assim como a VW tem fixo a sigla TSI) a Fiat deva manter o T-jet, que a meu ver, é um nome que causa admiração.

        • Lucas Campos

          A sigla T-Jet é devido ao nome do motor… como o novo motor turbo é um Firefly, o nome T-jet certamente não será usado. Só espero que nao usem algo como Argo Turbo, pois pra mim, colocar Turbo no nome do carro é muito brega e sem criatividade nenhuma, assim como colocar emblema turbo no carro como a GM fez com o Cruze.
          Acho que a Fiat deve usar algum outro nome… Argo 1.3R ou Argo RT ficaria melhor que Turbo… enfim, só esperando pra ver.

          • Danilo

            Poderia ser Tfire ou aTfly então, kkkk

  • Murilo Soares de O. Filho

    Era só baixar o valor do carro nesta versão definitivamente, agora vão depenar, sacanagem isso, pessoal de marketing são mesmos umas antas, como que queria que alguém da Fiat estivesse lendo aqui, vão ser burros lá no inferno. Tirara o limpador e lavador do vidro traseiro é o fim…ainda dá tempo de voltara atrás…Por isso que surgem leis absurdas obrigando alguns itens, pra não acontecer esse tipo de coisa…Realmente VW, Fiat, Ford, GM, Renault…são de matar neste quesito. Me responda Fiat, merecemos isso?

    • yurieu

      a fábrica recebe só 50% do valor da venda… tem que pagar imposto fabril e direito trabalhista, sobra o quê? Tem que vender até sem parafuso se o executivo quiser comprar um iphone para o filho.

  • Hoffmann

    Mesmo com toda a desgraça esse Argo pelado ainda vai ser melhor opção de compra que o Zer0nix Joy, aquele lixo nojento, repugnante, imundo, putrefato e pestilento.

    • marc

      Realmente, e será uma escolha interessante também contra o Ford Ka, hb20, o gol então coitado..

      • Tommy

        O Argo tem o fator novidade, a tendência é vender cada vez mais, HB20 tem um falso status embutido, KA sinceramente não sei porquê vende tanto, o Gol até vende bem ainda, considerando que é um carro de dez anos(tem loja vendendo por 35 mil, com o mesmo motor econômico do UP! e o 1.6 por 40, além do diferencial de ter espaço maior que todos os concorrentes na mesma faixa)

    • Pedro154

      Também acho. Entre Onix Joy e Argo “Fire”, eu iria de Argo “Fire” sem pensar duas vezes.

    • yurieu

      O Onix joy ainda faz mais sucesso, me desculpe. É um carro realmente de fazer qualquer um vomitar(como todos os outros made in brazil), mas o brasileiro gosta é disso mesmo.

  • Isaac Ferreira Santo

    La vem a FIAT mostrando pouca fé em seus proprios produtos. Isso que mata os carros

    • Paulo Freire

      Se ela não muda nada, reclamam que ela não escuta o consumidor. Se ela muda algo, reclamam que ela não tem fé no produto.

      Não por acaso, nenhuma montadora perde tempo lendo comentários de internet…

      • Luconces

        Mas ai que você se engana, qualquer empresa grande hoje em dia tem departamento de pesquisa e tendência.

        Tem gente que ganha dinheiro lendo comentários e ainda fazendo análise disso.

        Sei pois trabalhava numa empresa grande e era assim. Rola até filtro para comentário fanático de fanboys.

        • Paulo Freire

          Empresa de verdade faz pesquisa de campo, com clientes de verdade, não com fakes de internet.

          • Luconces

            kkkkk

            Conte-me mais da sua experiência com isso.

    • Duh

      Na vdd começou a perceber a melda que fez, já colocou um opcional de série, ainda tem mais para reduzir.

  • Pingback: Fiat Argo terá versão de entrada a R$ 43.990 para o lugar do Palio | Porto24horas o interior está conectado!()

  • Marciofilho Santos

    sem limpador e desembaçador é de foder né dona FIET!!! PQP.

    • Edwr

      PQP (alça de segurança) também não tem

      • Filipe Alberto

        Quanto será que custa uma alça, deve ser nem 5 reais pra FIAT.

        • Edwr

          ok, mas 5 reais em 1 milhão de carros representaria quantos milhões?

          • Filipe Alberto

            1 milhão kkkkk.
            vai demorar pra chegar nesse número, mas assim, levando em conta que esse mês passado argo vendeu menos de 5 mil unidades, e tomando por base que a versão de entrada deve corresponder por 20 ou 30% das vendas. não vai ter muito lucro não .

        • Eduardo

          1 REAL!

          • Filipe Alberto

            se for 1 real, vai ser a economia mais porca que eu já vi na minha vida.

      • haterXhater

        Polo de 70.000 reais não tem e não vejo ninguém reclamando desse Golzão ridículo.

        • Lauro Agrizzi

          Argo não ter Puta merda é ridículo todo mundo reclama. Agora o Polo, que os VW maníacos dizem que é muito superior não ter, é porque não faz falta. PQP vão ser otários na PQP.

          • Antônio Luiz Cardoso

            Seja propositivo. Indique um modelo superior ao Polo em seu segmento. Eu não vejo.

        • andre2110

          Entrei num polo. Plástico para todo lado, simplesmente horrível.
          E, como os demais, várias partes reaproveitadas.
          De fato, é a nova geração do gol.

          argo é palio, assim como polo é gol!

          • Edwr

            Sim. A diferença está no que evoluiu

          • Antônio Luiz Cardoso

            Aponte concorrentes para o Argo e Polo. Onix? HB20? Sandero? O que mais se aproxima é 208, melhor que Argo, mas inferior ao Polo.

  • Galeno Faria de Oliveira

    Pelo menos virá com pneus e volante.

    • marc

      Você deve tá confundindo com o Renault kwid base, esse Argo de 43 vem com o necessário

      • Filipo

        Um Kwid básico vem com 4 airbags e desembaçador traseiro. E custa menos de 32k. Bem mais em conta!

        • Verdades sobre o mercado

          tá bom, os 4 air-bags e o desembaçador traseiro são mais úteis que o ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos, travas elétricas, sem contar no espaço lateral, visto que o Kwid é uma VERGONHA para pessoas com mais de 1,75m

        • Lauro Agrizzi

          Problema é rodar. Todos foram recolhidos

          • Filipo

            Por enquanto, mas parece que já estão sendo liberados. Logo logo terá Kwid de monte por ai, provavelmente mais que o Mobi.

  • Eddie Nabil Rahal

    Pela proposta do Argo, substituir Palio e Punto, ele não deveria ter uma versão que nem tem limpador e desembaçador traseiro, por exemplo, pois sua substituição inclui um hatch premium tbm, o Punto. O certo era a Fiat já preparar um substituto para o Uno, pois já passou por 2 face-lifts e já deveria ter uma nova geração. Esse valor do Argo básico do básico, era para ser o valor de lançamento já equipado com multimídia pelo menos, ou seja, o mesmo valor da versão Drive 1.0 + Kit Multimidia.

  • Danilo

    Essa versão nesse preço é pra vim nas promoções por R$ 39.990,00 e a drive vai continuar sendo vendida a R$43.990,00. É a Fiat se mexendo pra emplacar o carro. Más acho que se tirasse esse start-stop ao invés de limpador e desembaçador traseiro e a pré-disposição pra rádio seria mais interessante. Comprador de carro de entrada nem sabe que existe start-stop e este fará no cotidiano da pessoa muito menos falta que esses equipamentos supracitados.

    • Edwr

      Na verdade o que fica é o stop-start, que é quando você parar o carro em curto período como semáforos e cruzamentos o motor “desliga” e é acionado novamente ao pisar no acelerador. Isso para economizar combustível, então deixar este item é a melhor opção

      • Danilo

        É a melhor opção pro projeto más não a financeira. Deve ser muito mais caro um sistema desses do que o limpador/desembaçador e preparação para rádio. Já que o que buscam é preço, então eu, pensando em preço do produto, mataria o stop-start (como você disse) ao invés desses equipamentos mais populares.

        • Edwr

          Tirando o stop-start, o consumo do Argo aumentaria significativamente. Pense no gasto diário que teria sem este sistema. O que compensaria mais? Não devemos ser passionais quando avaliamos um veículo, mas essa ideia vai de contra ao que a Fiat prega, tentando sempre ganhar clientes que avaliam seus carros de forma superficial. Mas também concordo em partes com você.

          • Alessandro

            Voce já viu o preço da bateria de veiculo star stop? 1200 reais, o motor de arranque tambem custa 5 vezes o preço. já fiz a conta a bateria continua durando no maximo 4 anos e vc precisa andar nesses 4 anos 35mil km apenas em transito pesado de anda e para e a conta fica no zero a zero qualquer coisa fora disso a economia de combustivel nao retorna. e isso fiz a conta considerando o que ta no site da bosch que é a fabricante de 7% de economia maxima que sabemos que no brasil onde vc nao quer o ar desligando a cada parada fica muito menor.

          • Lucas Campos

            Nunca troquei motor de arranque em carro nenhum… e já cheguei a ter carro com 120mil km rodados. Se tem algo que nao dá defeito é motor de arranque. Última vez que vi alguém trocando motor de arranque, era de carro fabricado na década de 80.
            Agora, que a economia de combustível é baixa, não há dúvidas. Mas em cidades grandes com engarrafamento é excelente, e tem o lado ambiental tb… Aqui todo mundo fala em segurança mas nunca vi ninguém falar do lado ambiental, e o sistema ajuda a poluir menos.

          • Alessandro

            Mas como disso a economia é irrisoria e nao é valida. Como disse a conta nao fecha se vc considera apenas a bateria que custa 1200 reais contra 300 da comum. Vc preciza andar 35mil km apenas na cidade em transito pesado para vc pagar a diferenca do preco da bateria so se andar mais q isso para vc ter algum ganho economico adicional. Fora que moramos no Brasil um pais quente quando o motor desliga o ar desliga junto é inviavel tambem por isso a utilizacao por aqui. E o ganho ambientao tambem é irrizorio o custo ambiental que vc tem com todo o adicional que adiciona no carro mais a bateria maior joga tudo por agua abaixo.

  • Joaquim Grillo

    agora vai ficar mais proximo do onix, hb20 e ka

  • Pedro154

    A Fiat poderia ter nomeado essa versão de “Young”, como foi no Palio de antigamente. Em 2013, a VW tinha revivido a sigla “City”.

    • yurieu

      O veículo é um lançamento e você já quer requentar nomenclaturas. Bem coisa da Fiat, pegar a exemplo um Golf e tirar todos os itens mais básicos e arruinar o nome do carro, em prol do lucro.

      • Pedro154

        Ué, então vamos pedir a VW para mudar o nome do Gol, que é da década de 80. E você fala como se esse Argo básico fosse um Mille. Pior o Ford Ka, que custa 45 mil e não tem sequer vidros elétricos dianteiros.

    • Raimundo A.

      Caro, tiraram até a designação de versão na lateral do veículo, que tem um custo. Por outro emblema para designar uma versão mais simples tem um custo. Caso não tenha notado, o HB20 antes tinha a indicação 1.6 Automatic, mas depois ficou apenas Automatic, que é suficiente para dizer que é automática e esta transmissão nele só há no motor 1.6.

      A Toyota supriu também o Automatic no Corolla há algum tempo. Em suma, até um simples emblema pode ser cortado para reduzir custos.

      • Pedro154

        De fato. Outra coisa que sumiu nos Corollas foi o emblema do motor “VVT-i Flex” que a anos tinha e sequer o poram no Etios, que adotou esse motor ano passado.

  • haterXhater

    Foi uma boa jogada. Só poderia ter polpado a regulagem de altura do banco. Agora vai vender muito pra frotistas e talvez atingir a meta esperada.
    Enfim, contanto que venda mais que aquele Golzão ridículo, tá valendo.
    VW fede!

    • Antônio Luiz Cardoso

      Atingir a meta… para os acionistas… agora, para o consumidor direto, que carro horrível! Bastava baixar o preço das versões atuais.

  • Pingback: Fiat Argo terá versão de entrada para o lugar do Palio - Portal Lubes()

  • yurieu

    Pelo visto já foi esquecido que era para o ser “o maior lançamento da Fiat”, se tornou um grande pepino, tendo a Fiat que produzir essa bomba por mais alguns anos e fabricar peças de reposição.

    • Luconces

      Então, pior é que se a Fiat tivesse lançado o carro com preços justos desde o começo nada disso estaria acontecendo.

      Poderia ter melhorado o Design do carro também, fazer algo mais italiano mesmo. Seguir a raíz da empresa mas quis inventar…

      A versão 1.3 merecia um AT de verdade também.

      Já deveria ter tirado o 1.8 de linha, quanto tempo dormindo no ponto?

      E olha que não vou nem entrar no quesito “Mobi-Uno”.

  • Adriano S

    A versão top custa quase 40 mil a mais que a de entrada, mas daqui uns 4 anos tanto essa quanto aquela custarão praticamente o mesmo preço. Esse tipo de carro o mercado vincula como popular e não recebe bem uma motorização maior. Ou seja, 1.8 vai ser um típico usado que encalha nas revendas… Brasileiro ainda tem a cultura de achar que 1.0 aspirado é imensamente mais econômico que um 1.6 ou 1.8… A diferença pode ser mínima ou praticamente nula, mas ninguém entende isso, prefere tolerar um péssimo desempenho em subidas e retomadas…

    • marc

      Não é bem assim não, primeiro a enorme lacuna de preço entre a 1.0 e a 1.8, segundo a 1.0 é muito mais econômica em uso urbano sim (para, arranca, para etc) terceiro os impostos do carro 1.0 como emplacamento, seguro e IPVA são menores

  • mjprio

    Essa versao vai acabar competindo com Onix joy, Ford Ka S, HB20 Comfort e por que não algumas versões do kwid e up. O problema de fato e que impacto que causara no mercado haja vista que e um carro de mesmo desenho nas versões base e top como bem observado em alguns comentários abaixo.
    Também achei equivocado retirar o limpador/lavador e outros itens e deixar o stop-start, que e um sistema ainda de eficiência questionável e segundo soube importa em componentes de alto custo de reposição, como a bateria e o motor de arranque.

  • Milton-GT

    Dizem que o Argo acabou com o Uno, Palio, Punto, Bravo, mas eu acho mesmo que o Argo está acabando é com a Fiat Brasil. kkkkkkkkk

    • zekinha71

      Melhor comentário até agora,kkkkkkkkk e depois que falaram o que vai ser a próxima Strada deu mais medo da Fiat.

      • Antônio Luiz Cardoso

        Putz… ao invés de ficar conjecturando sobre o que foi, o que poderia ter sido,é só olhar na CSS. Que coisa feia!

  • Raimundo A.

    A criação de versão ainda mais simples me faz questionar sobre alguns pontos:
    – o Uno terá sucessor? O Argo agora desceu a um patamar de preço do finado Palio que tinha valor pouco acima do Uno. Por outro lado, a Fiat baixou o preço do Mobi de entrada e se mantiver essa medida, talvez ainda permita um veículo intermediário como é o Uno, mas algo novo no lugar deste. Do contrário, teríamos o Mobi pequeno demais e o Argo relativamente grande. Especulando, o futuro do Mobi seria se tornar o Uno se este acabar e único abaixo do Argo;
    – a Fiat deveria fazer uma versão WAY do Argo para competir com o Sandero Stepway e o hatch metido a crossover da JAC por exemplo. Acredito que teria mais saída que o HGT e não seria concorrente direto do Renegade por não ser SUV.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      À época do lançamento do Argo eu insistia na possibilidade de que Mobi e Argo aposentariam os demais hatchs da da gama FIAT. Mas pensava que o ritmo seria mais lento e que veríamos, por exemplo, um Argo de entrada apenas no ano que vem para aposentar o Palio e que o Uno sobreviveria por mais dois anos, ou até mesmo até o primeiro redesenho do Argo caso o veterano modelo mostrasse vendas consistentes. Mas talvez seja justamente as vendas baixas de Palio e Uno o motivador para a FIAT acelerar o processo de reposicionamento do Argo com o surgimento desta versão básica.

      Penso que entre o Mobi e o Argo exista espaço apenas para um Crossover, e não um hatch. Seria um modelo concebido a partir do Mobi, mas com dimensões próximas próximas do uno, 3,8m. Este eventual Crossover poderia partilhar elementos estéticos com a Nova Fiat Strada que está em gestação.

      Concordo que a FIAT poderia desenvolver seu W-RV a partir do Argo. Seria um sucessor indireto da velha Palio Adventure. Poderiam até manter o nome Adventure, no caso seria o novo “FIAT Adventure”, já que com o Cronos a FIAT quebrou a regra das quatro letras

      Com estes dois hipotéticos Crossovers a FIAT poderia ter modelos da moda na sua gama por custos relativamente baixos e satisfaria os concessionários que estão sedentos por SUVs no portfólio – sem produtos conflitantes com a valiosa Jeep.

  • Bruno@BRN.CS

    Não entendo como a Fiat insiste em ofertar veículos sem limpador e desembaçador traseiro. Embora o desembaçador possa ser suprido pelo A/C, o limpador no hatch faz falta.

    • Lucas Campos

      Deveria ser obrigatório por questão de segurança.

  • Louco por carros

    Quero mais é que vire uma bola de fogo!

  • souza89

    Polo tem 2 detalhes que me irrita, que é não ter regulagem de altura do volante e também os vidros elétricos.

    Agora o problema do Argo mesmo, ficou pela questão dos valores, 50mil em um carro 1.0 na época que ele saiu pegou mal e não tinha muita justificativa…. tinha que ter lançada essa versão ai por 41mil e a versão drive por 46… ai sim…

  • Daniel

    Isso me lembra os anos 90, quando tínhamos populares pé-de-boi… Gol Special, Palio Young, Corsinha, Fiesta Street… a diferença é que na época os preços eram mais justos, levando em conta a relação exigência/nível de equipamento.

  • Mardem

    Enquanto estamos prestes a receber um Argo mais capado, os argentinos recebem a linha Fiat 2018 deles. Gostaria de saber o que o Brasil fez de tão ruim para a Fiat para ficar com um portfólio tão dissonante dos outros produtos que eles fazem!
    Só temos jabuticabas!
    Olhem a beleza do Tipo comparado aos exageros do Cronos…
    Sem contar o 500X, que teria grande potencial no mercado nacional.
    E os 500 com facelift…
    Que inveja dos hermanos!
    https://i2.wp.com/autoblog.com.ar/wp-content/uploads/2017/12/ITALIAN-GARAGE1.jpg?ssl=1

    • Luconces

      kkkk

      E para ajudar a nossa indústria nacional o Cronos vai ser feito aoooooonde?

  • marcos

    Fiat ta maluca….segundo eu vi na Net e não sei se é real , a intenção dela era substituir Punto e Linea/Bravo com esse Argo/Cronos, que nada mais é que uma evolução do Novo Palio e esteticamente pior, pois se o Novo Palio era sem sal mas bonito ainda, esse Argo virou uma mistura sem personalidade, com partes de vários carros diferentes. Não chama a atenção, não seduz, não dá vtde de ter na garagem. E num estacionamento não vai saber se é um Mobi de frente ou um Hb20 de traseira. Pra quem já fez carros tão marcantes difícil ….
    Ta pelo menos corrigindo as margens e baixando a bola, ainda mais com os preços do Polo que dependendo da versão chega a ser 9.000,00 mais barato, segundo vi nos comparativos aqui…

  • Lucas Campos

    Quem comprou a versão drive sem a central no lançamento, agora tem um mico na mão!

  • Lucas Campos

    Agora o Argo tem uma versão que deve ser vendida por 42mil nas concessionárias, e tem a versão Top completa por 85mil. Alguem me explica por favor como um mesmo carro pode ter uma diferença de preço tão absurda? Pelo preço da Versão top, você compra 2 versões básicas do MESMO CARRO! O Acabamento interno é o mesmo, só muda tecido de bancos, muda motor, muda transmissão, e acrescenta algumas frescuras, então vamos lá:

    Tecido dos bancos – 2500 reais
    Troca do motor 1.0 pelo 1.8 – 10000 reais
    Troca do Cambio manual pelo AT – 10000 reais
    Acrescentar Limpador e desembaçador traseiros – 2500 reais
    Trocar rodas 14 por rodas 17″ – 5000 reais
    Demais frescuras – 10000 reais
    Ponteira do escapamento + farol de neblina e emblema HGT – 3000 reais

    Agora deu pra justificar a diferença de preço! 🙂

    Absurdo isso… lembrando que a diferença de preço do motor 1.0 pro 1.8 nao deve passar de 2500 reais. Do cambio MT para AT não deve passar de 4000 reais. Demais itens nao deve passar de 5000 reais. Esse Argo HGT nao poderia custar mais de 65mil reais. Nao deveria existir uma diferença de 20mil reais da versão básica pra versão top, o já seria muito… seriam absurdos 50% do valor do carro a mais!

    80 mil deveria ser um Argo 1.3T com teto solar, cambio MT de 6 marchas, 7 airbags, etc etc etc

    Só trouxa pra comprar esse HGT…

    • Luconces

      Acordando para vida…

      Argo chegou caro e a Fiat foi se mexendo, se mexendo e se adaptando. Agora lançou o Argo Fire.

      Eu fico mais curioso é de saber se alguém da mídia especializada vai lá perguntar justamente isso para a Fiat.

      Quem dá a cara a tapa agora?

      O Onix, com exceção do Joy, parte dos 46 e chega aos 67 com todos os opcionais. É muito também mas não é igual o caso do Argo que bate nos 85.

      • Lucas Campos

        Mas um Argo Precision deve custar 67mil e vem mais completo que Onix completo. O Argo HGT é uma versão acima, que não concorre com Onix. E é uma versão com preços inexplicáveis… pelo preço de um HGT, você compra 2 Argo Drive. Nunca vi isso em fabricante nenhum. Diferença absurda.

        • Luconces

          O Precision AT parte de 69 com cor metálica e chega nos 79 com todos opcionais.

          Quase da para comprar 2 Argo simples.

          Muita diferença!

          • Lucas Campos

            Mas o Precision básico deve ter mais itens que o Onix completo.
            O preço do Argo só é sem noção na versão HGT e principalmente com todos os opcionais. Nesse caso, você compra 2 Argos básicos… injustificável.

          • Luconces

            Deve ter! Não comparei os dois modelos.

            Entendo seu ponto mas acho que mesmo um Precision de 69 está caro demais. Pagar isso ou mais por um carro dessa categoria tem que ser muito fã da marca mesmo. Ainda mais considerando o histórico do projeto.

          • Lucas Campos

            Caro é HGT por 85mil… nesse preço eu prefiro um Tracker LT 1.4T. Muito mais carro que um compacto, mesmo sendo carros de categoria diferentes. Mas serve como comparação de preço… um carro maior, melhor acabado, com conjunto mecânico muito melhor e no mesmo preço. Esse Argo HGT é um absurdo de caro.

          • Luconces

            Sem dúvidas!!

            Mas eu acho ambos caros, HGT ou Precision. Sou muito pobre haha

  • syfus

    kkkkk fiat esperta…. vai vender mais ainda… =x

  • Tiago

    Fiquei sabendo que junto com o carro eles darão um brinde! https://uploads.disquscdn.com/images/0c2f43469885b6e2138d1c0211455b3890a91929f8f1fceb5bce5769dda303e2.jpg ai o brinde para quem comprar esse carro.

    • Antônio Luiz Cardoso

      Já vestem antes de comprar, Só de pensar em comprar já indica que veste isso.

  • MAUGAR

    continuem depenando….

  • ♐ Evandro ⭐

    Meu Palio 2013 tá mais equipado que este Argo. Anda, não me deixa na mão e quitado. Deixa o Argo básico pra outra encarnação, quem sabe.

  • souza89

    se tivesse colocado a 42mil, com um som tipo do Uno… pronto… mata o uno logo e fecha o portfólio…

  • Rodrigo Alves

    Versão para emplacar em locadoras, visto que não conheço nenhuma que se quer esta testando a aceitação dele…