Nos últimos dias de 2010 a Fiat lançou a pedra fundamental de sua nova fábrica no Brasil no Porto de Suape, em Ipojuca, Pernambuco, a 60 km de Recife. Mas isso não impediu a montadora de mudar seus planos. Hoje foi anunciado uma grande mudança nos palnos. A fábrica será instalada na cidade de Goiana, a 64 km da capital pernambucana.

A alteração se deu principalmente pela área maior que permite integrar vários setores da marca. Ante os 4,4 milhões de m² de área total disponíveis em Suape, na Cidade de Goiana a Fiat tem 14 milhões de m², onde serão instalados a fábrica de automóveis, parque de fornecedores de primeiro nível (sistemistas), centro de capacitação e treinamento, centro de pesquisa e desenvolvimento, pista de testes e campo de provas.

Um segundo parque de fornecedores poderá se instalar em um terreno à parte, com área de 1,4 milhão de metros quadrados, situado entre os municípios de Recife e Goiana. Apesar de tudo, em Suape será mantido um centro logístico que continuará a ter importância estratégica para o projeto.

A Fiat concluiu os estudos para instalação de sua unidade industrial no Estado de Pernambuco, a segunda da empresa no Brasil, que será o centro de um polo automotivo altamente integrado.  A fábrica da Fiat, devido à nova concepção de integração, poderá produzir entre 200 mil e 250 mil unidades por ano, com investimentos entre R$ 3 bilhões e R$ 3,5 bilhões. O número de empregos diretos deve superar os 3,5 mil postos inicialmente projetados. O acionamento da linha de produção está previsto para o início de 2014, com o Projeto 344.

Foto | Fiat/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter