Apesar da presumida dificuldade que se tem ao modificar um carro conhecido por seu design, a Kia levou a sério a segunda geração do Soul, que volta a surpreender pelo design ousado. A novidade é uma das atrações do Salão de Nova York, que vai até o próximo dia 7.

Com novo visual influenciado pelo Track’ster, mostrado no ano passado, e dimensões um pouco maiores, 15,24 milímetros mais largo e entre eixos 20,3 milímetros mais longo, o Soul tem nova plataforma 29% mais rígida. Mas continua sendo oferecido com duas opções de motorização: 1.6 GDI com 133 cv e 16 kgfm de torque e um 2.0 de 166 cavalos e 21 kgfm de torque para as demais versões. Eles estão disponíveis com câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas. Nos Estados Unidos ele será oferecido em três versões, Soul Base, Soul Plus e Soul Exclaim, com sete novas opções de cores.

Desde a versão de entrada, Base, há vidros e travas elétricas, sistema de som satélite com comandos no volante, seis alto-falantes e Bluetooth. Rodas de 16 polegadas, sistema keyless e controle de cruzeiro são opcionais.

A versão Plus acrescenta rodas de 17 polegadas, faróis direcionais, sistema multimídia UVO eServices com tela touch screen, GPS e câmera traseira, banco do motorista com regulagem elétrica, bancos em couro, sendo os dianteiros ventilados, volante aquecido revestido em couro, teto solar panorâmico e faróis de neblina.

Já a versão topo de linha Exclaim possui rodas de 18 polegadas, faróis de neblina, faróis e lanternas com LEDs, porta-luvas refrigerado e faróis HID opcionais, quadro de instrumentos Supervision, ar-condicionado automático e alto falantes com LEDs. O novo modelo só deverá aparecer no Brasil em 2014.

Fotos | Kia/Divulgação