A Ford está revelando a nova geração da Ranger a conta-gotas. Em outubro, no Salão do Automóvel de Sidney, na Austrália, a marca mostrou a picape cabine dupla. Agora, durante o Motorshow de Bangcoc, na Tailândia, foram apresentadas as versões com cabine simples e estendida.

A picape agrada logo à primeira vista. O design é agradável e harmonioso, em sintonia com o estilo kinetic que a marca adotou nos últimos anos. As versões top têm visual mais caprichado, com detalhes cromados e rodas de liga leve, enquanto a cabine simples está mais voltada para o trabalho. Por baixo da carroceria há uma plataforma global, compartilhada com a Mazda.

Nos países do exterior, a nova Ranger oferecerá diferentes configurações mecânicas. São dois motores à diesel, um 2.2 de 150 cv e outro 3.2 de 200 cv, além de um à gasolina, de 2.5 litros e 166 cv. Os propulsores poderão atuar em conjunto com três tipos de transmissão: manual de cinco ou seis velocidades e automática de seis marchas. Como já acontece atualmente, a caminhonete poderá ser equipada com tração 4×2 ou 4×4.

Seguindo uma receita que já foi testada e aprovada pela concorrência, a nova Ranger ficará menos utilitária e mais parecida com um automóvel, em termos de conforto e dirigibilidade. O habitáculo terá bom padrão de acabamento e vários itens de conveniência, como sistema multimídia e controle eletrônico de estabilidade.

A nova Ranger será vendida em cerca de 180 países, inclusive no Brasil. O desembarque está previsto para 2012, mesmo ano em que a fábrica da Ford em Pacheco, na Argentina, começará a produzir o modelo. No ano que vem, o mercado nacional também receberá a futura geração da Chevrolet S10 (veja aqui) e ainda em 2011, chegará a Toyota Hilux reestilizada (veja aqui). Juntas, as três picapes prometem colocar fogo no segmento.

Fotos: Ford/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Quer equipar seu auto? Compare os preços antes no indiCAuto Auto Peças Online!