Modelo reestilizado chegará ao mercado no segundo semestre de 2017

projecao-chevrolet-spin-2018Dando continuidade a reforma visual de seus modelos, a Chevrolet já prepara a primeira reestilização da Spin. O modelo que ganhará linhas inspiradas na nova identidade visual da marca chegará ao mercado no segundo semestre de 2017, já como modelo 2018.

As mudanças serão concentradas na dianteira e traseira. Na frente, mudam capô, para-choque e faróis que estão mais espichados como os do novo Cobalt. A grade será bi-partida como nos irmãos Cobalt, Onix, Prisma, Cruze e Tracker. Quem viu o carro disse que nossa projeção do visual dianteiro está bem próxima do modelo que ganhará as ruas.

A reestilização da Spin foi antecipada pelo Autos Segredos em julho de 2016. O monovolume encerrará as mudanças visuais dos modelos construídos sobre a plataforma GSV. A partir de 2018, as novas gerações dos modelos da marca passarão a ser construídos sobre a plataforma Global Emerging Market (GEM).

A traseira também muda, mas, como as informações não eram o suficiente para uma projeção, optamos por não fazer para não corrermos o risco de ficar fora da realidade. Porém, alguns detalhes já foram revelados a nossa reportagem. A enorme tampa traseira sempre passou a sensação de estar faltando alguma coisa. Isso será resolvido com as novas lanternas que invadirão a peça. “Ficou parecendo uma Volkswagen SpaceFox gigante”, disse uma fonte. As alterações na traseira serão as novas lanteras, tampa do porta-malas e o para-choque que terá novo desenho e continuará abrigando a placa de identificação.

No quesito motor, a Spin 2018 manterá o atual 1.8 renovado neste ano. Com as mudanças, o propulsor 1.8 abastecido com a gasolina teve sua potência mantida em 106cv, já o torque teve ganhou de 0,400kgfm ficando com 16,8kgfm. O ganho de potência foi com etanol, que ganhou 3cv passando a ter potência final de 111cv, torque passou de 17,1kgfm para 17,7kgfm. As melhorias do motor incluem novos pistões e bielas mais leves, anéis de baixo atrito, central eletrônica de maior velocidade de processamento e lubrificantes menos viscoso.

Projeção | João Kleber Amaral/Especial para o Autos Segredos