Renault Kwid 2023 reestilizado seguirá visual indiano e terá quadro de instrumentos digital

469

Renault Kwid 2023 aparece camuflado pela primeira vez no Brasil pelo leitor Fabrício Nascimento. Modelo terá frente com faróis duplos como a Fiat Toro

O Renault Kwid já teve visual atualizado em praticamente em todos os mercados onde é vendido, faltava o brasileiro. Em novembro, o Autos Segredos antecipou que a engenharia da marca montava os primeiros protótipos. Agora quase seis meses depois, o leitor Fabrício NTodeschini nos manda flagra exclusivo do Kwid que será vendido no próximo ano como linha 2023.

O flagra comprova que o desenho do modelo seguirá o do modelo indiano e não o visual exclusivo de patentes registradas no INPI brasileiro. Com a mudança visual, a Renault tentará dar um novo fôlego para o modelo que teve um bom começo, mas hoje não tem vendas empolgantes de outrora.

O que muda no Kwid 2023?

A reestilização do Kwid 2023 será mais notada na dianteira. Apesar de manter capô e para-lamas do modelo atual, para-choque e faróis serão completamente redesenhados.

Ele terá conjunto ótico duplo como os da Fiat Toro ou Citroën C4 Cactus. Os faróis principais são mais finos e dependendo da versão serão iluminados por LEDs. A grade principal será ligeiramente maior em altura e terá três filetes horizontais.

As luzes auxiliares ficam bem destacadas nas extremidades do para-choque. Já a grade inferior passa a ter elementos filetados.

De lado, o Kwid 2023 terá nova faixa na parte inferior das portas, novas calotas e na moldura da caixa de roda dianteira terá um repetidor de luzes de direção.

Na traseira, o Kwid 2023 terá pequenas mudanças com as lanternas ganhando luzes de LED e o para-choque que recebe nas duas extremidades dois refletores. De resto, tudo fica como está atualmente.

Interior

Como já havíamos falado em novembro, o subcompacto terá novos revestimentos dos bancos e o painel ganhará pequenas atualizações para abrigar a nova central multimídia. Já o quadro de instrumentos será 100% digital dando um ar de modernidade ao produto indiano.

Motor

O motor atual do Kwid é uma versão mais simples do 1.0 SCe sem variador de fase no cabeçote, assim ele rende 66 cv com gasolina e 72 cv com etanol. Segundo a Quatro Rodas, o subocompacto deverá receber o motor que equipa o Sandero 1.0 que conta variador de fase e tem potência de 79 cv com gasolina e 82 cv com etanol. Independentemente de qual versão do motor 1.0, o câmbio será sempre o manual de cinco marchas.

Com a adoção do novo motor 1.0 SCe, o Kwid 2023 terá controles de tração e estabilidade como itens de série.

Fique por dentro das novidades.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.