Em agosto publiquei aqui no Autos Segredos que a Renault iria apresentar o Duster ainda este ano. A matéria na época foi baseada em material oficial que detalhava toda a operação de nacionalização do modelo. Porém, a marca alterou os planos e o Duster chegará somente em setembro.

A alteração foi uma surpresa, pois, o fabricante não iria alterar os planos da noite para o dia sem um grande motivo. Depois de muito apurar consegui saber o real motivo das mudanças. A Renault não contava que o modelo levaria “bomba” dos possíveis clientes nas clínicas de produto. E, como isso a marca terá que alterar o modelo antes de chegar as ruas. Os consumidores não gostaram da grade do modelo nem do painel de Sandero. Com as alterações o Duster nacional terá nova grade dianteira e um painel exclusivo.

Infelizmente, fui levado ao erro, já que não sabia que o Duster tinha sido reprovado nas clínicas. E, como disse a própria fonte segredos mudam, caso contrário não seriam segredos. A princípio as alterações serão as citadas acima, sendo que as versões deverão ser mesmo a Expression, Dynamique e a Privilège.

Na motorização o Duster terá duas opções de motorização, a primeira é a velha conhecida 1.6 16V que rende 107cv com gasolina e torque de 15,1mkgf  a 3.750rpm e 112cv com etanol e torque de 15,5mkgf a 3.750rpm. A outra opção é o 2.0 16V de origem Nissan, cuja potência de 143cv não se altera independentemente do combustível usado. O motor tem torque de 20,3kgfm a 4.800rpm e poderá ser equipado com câmbio automático.  O utilitário-esportivo terá ainda a opção de tração 4×4, entretanto ela estará disponível somente na versão 2.0 equipada com câmbio manual.

Foto Renault/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Confira todos os detalhes no site do Melhor Carro do Brasil: www.omelhorcarrodobrasil.com.br não deixe de participar, o resultado será divulgado no dia 15 de dezembro!