Fala-se do Peugeot 207 Blue Lion desde maio, quando a versão surgiu nos resultados das medições de eficiência energética do Inmetro. Com nota A, ante a C obtidas pelos outros 207, o Blue Lion não fez mais que cumprir seu objetivo: o de ser o mais eficiente possível. Sem “mimos” como direção hidráulica e ar-condicionado, nem mesmo como opcional, a versão custará a partir de R$ 29.990 e será vendida apenas na carroceria de cinco portas.

O valor é o mesmo cobrado pela extinta versão X-Line de três portas, que também não possuía nada muito além do extremamente necessário, apenas ar quente, painel de instrumentos com conta-giros e desembaçador do vidro traseiro. O Blue Lion se vale do peso reduzido pela falta de equipamentos para ao menos buscar o melhor aproveitamento do álcool ou da gasolina que serão injetados no motor 1.4 8v, que gera até 82 cv com o combustível vegetal. +

Para comparação, o consumo do Blue Lion fica em 7,8 km/l em ciclo urbano e 10 km/l no rodoviário quando abastecido com etanol, e 11,8 km/l na cidade e 15 km/l em estrada quando com gasolina, segundo o Inmetro, enquanto o 207 XR 1.4 5p marcou 6,8 km/l na cidade e 8,7 km/l na estrada quando com etanol, e 10,6 km/l na cidade e 13,7 km/l na estrada quando com gasolina. Esta versão contava com ar condicionado, ítem de série.

A linha Blue Lion já existe na Europa. Além dos baixos índices de consumo e emissões de poluentes de seus motores, sempre diesel, os modelos são 95% recicláveis ao fim da vida útil e receberam a certificação ISO 14001.

O Peugeot 207 Blue Lion chegará às lojas este mês.

Foto | Peugeot/divulgação

Curta o Autos Segredos no Facebook!