Exclusivo: Citroën C3 Aircross 2024 terá somente motor turbo no Brasil

931

Motor 1.6 EC5 será destinado a outros mercados latinos. No Brasil, o SUV terá somente o motor 1.0 Turbo Flex T200 ligado ao câmbio automático CVT

O novo Citroën C3 Aircross 2024 terá somente o motor 1.0 Turbo Flex T200 no Brasil, conforme apurou, com exclusividade, Autos Segredos. A motorização valerá tanto para os modelos de cinco quanto para os de sete passageiros.

O motor 1.0 Turbo Flex T200 manterá os mesmos números dos Fiat Fastback e Pulse. A potência é de 125 cv a 5.750 rpm e o torque de 20,4 kgfm a 1.700 rpm. Com etanol, a potência passa para 130 cv a 5.750 rpm e torque de 20,4 kgfm a 1.700 rpm. O câmbio será o automático CVT que simula sete marchas virtuais.

VEJA TAMBÉM:

O motor 1.6 EC5 será destinado a outros mercados latinos, como Argentina, Chile, Bolívia, Colômbia e Uruguai. O Citroën C3 Aircross com motor 1.6 EC5, contudo, está homologado para ser usado no mercado brasileiro, mas por ora está descartado.

Optando somente pela motorização turbo para o mercado brasileiro, a Citroën jogará pressão para cima do Chevrolet Spin, que manterá o veterano motor 1.8 Flex.

Além da motorização mais moderna, o novo Citroën C3 Aircross 2024 também apostará em agressivo posicionamento de preços. Fontes apontam que o SUV poderá ter preço inicial próximos aos R$ 100 mil.

Como é o novo Citroën C3 Aircross?

A equipe de design da Citroën conseguiu distanciar bem o visual do C3 Aircross em relação ao C3. Capô e faróis são os mesmos, mas o para-choque e os para-lamas dianteiro e traseiro mais salientes dão um aspecto mais robusto ao SUV.

O para-choque tem desenho mais incrementando, a entrada de ar inferior tem malha em formato de elos de correntes, replicando as saídas de ar do painel, e os faróis auxiliares estão instalados no mesmo abrigo. Já a grade principal mescla barras cromadas com acabamento em Black Piano. Um skid plate na parte inferior do para-choque completa o visual.

De lado, molduras nas caixas de rodas são unidades por uma saliente saia lateral. As portas dianteiras são as mesmas do C3, mas as traseiras são exclusivas. Na coluna “C” um vidro espia deve contribuir para visibilidade traseira.

Na traseira, o C3 Aicross tem lanternas horizontais que invadem as laterais como uma letras “C”. A tampa do porta-malas é maior em comprimento do que a do C3.

O visual traseiro se completa com o para-choque em preto que tem um skid plate prateado na parte inferior.

Interior do C3 Aircross

Se por fora a Citroën conseguiu distanciar o SUV do hatch, por dentro a sinergia entre eles é enorme. O painel é o mesmo do C3, mas o quadro de instrumentos será digital – a tela de 7 polegadas não é a mesma dos modelos da Fiat.

Os forros de porta são os mesmos do C3, assim como os bancos, mas eles recebem acabamento em material sintético.

Para cortar custos, os comandos dos vidros elétricos traseiros ficam no console central para serem operados pelo motorista e passageiros traseiros.

Há duas entradas USB traseiras para carregamento rápido de celulares, mas falta saída de ar traseira na versão de cinco lugares. Para o modelo de sete lugares, a saída de ar-condicionado no teto para a terceira fileira com regulador de intensidade.

A central multimídia de 10 polegadas permite espalhamento sem fio para Android Auto e Apple CarPlay.

Segurança

No quesito segurança, o novo Citroën C3 Aircross 2024 terá controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, sistema ISOFIX para fixação de cadeirinha infantil, freios ABS com EBD e quatro airbags, sendo dois frontais e dois laterais.

Versões do SUV

O SUV será oferecido numa gama enxuta de versões e nossas apurações apontam para as opções Live, Feel, Feel Pack e Shine.

O Citroën C3 Aircross tem 4,32 metros de comprimento, 2,67 m de entre-eixos e 1,80 m de altura. A marca não revelou a altura e nem os ângulos de entrada e saída do SUV, mas adiantou que o vão livre em relação ao solo será de 20 centímetros.

Já a capacidade do porta-malas da versão para sete ocupantes não foi informada, mas será bem pequena, já que os bancos traseiros são colados na tampa traseira. Os bancos da terceira fileira são individuais, rebatíveis e removíveis: o cliente pode usar ambos, somente um, ou retirá-los completamente. Cada banco pesa pouco mais de oito quilos e o processo de retirada é simples segundo a marca.

Já o porta-malas do modelo de cinco lugares tem capacidade de 489 litros.

Você conhece o canal do Autos Segredos no YouTube?

Citroën C3 X será o fastback da marca francesa:

Fique por dentro das novidades.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.