Quando lançada, em março,  a a Ram 2500 Laramie evidenciou que os R$ 149.900 pedidos eram atraentes em comparação ao cobrado pelas picapes médias em suas versões topo de linha. Mas devido às boas vendas 331 unidades em março e 264 em abril) foi necessário reajustas o preço para R$ 169.900, como uma tentativa de segurar as vendas para não atrapalhar as cotas de importação de veículos do México.

A boas vendas da RAM, que inclusive ultrapassou o Journey nos dois meses de mercado, se devem à falta de concorrente, já que a Ford F-350 saiu de linha. Como as cotas de importação são estabelecidas em dólares, tiveram que adotar uma medida para reduzir as vendas de um modelo relativamente caro.

Fonte | Carsale

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter