O DPDC, Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, órgão ligado ao Ministério da Justiça, anunciou a aplicação de duas multas ao Grupo Caoa e uma à Toyota. O valor de cada notificação foi estipulado em R$ 490.619,40. Juntas, as punições somam quase R$ 1,5 milhão. O motivo é a demora para convocar recalls envolvendo veículos disponíveis no mercado brasileiro.

A Caoa, responsável pela importação da marca Subaru ao país, foi omissa para comunicar a necessidade de dois recalls envolvendo o utilitário esportivo Tribeca. O primeiro chamado, que ocorreu devido a um defeito na suspensão traseira do modelo, só foi anunciado 60 dias depois da identificação do problema. O segundo, relativo a uma pane no controle eletrônico de estabilidade, demorou 25 dias para ser realizado.

Já a Toyota levou 60 dias para divulgar a campanha de recall do Corolla, que se destinava a impedir que o sedã acelerasse de forma espontânea. O caso ficou famoso e resultou na convocação de veículos espalhados por vários países do mundo. A marca negou que as unidades produzidas no Brasil precisassem de reparos, mas posteriormente foi obrigada pelo DPDC a realizar a ação. A má fixação de tapetes sem homologação do fabricante foi apontada como causa do problema.

Fotos Subaru e Toyota/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter