mini_cooper_us-spec_17Vendida na Europa há poucos meses, a nova geração do MINI Cooper desembarca agora no Brasil. Com plataforma mais moderna e maior, o compacto mantém as mesmas formas simpáticas e estreia de três novos conjuntos mecânicos, que será flex já em 2015. Por enquanto a versão mais em conta parte dos R$ 89.950.

mini_cooper_us-spec_29

A carroceria cresceu 9,2 centímetros em relação à antiga geração, somando agora o comprimento de 3,82 metros. A altura passa a ser de 1,41m e a largura, 1,72m. O porta-malas, por sua vez, ficou 30% maior: agora são 211 litros. O design no exterior ficou mais agressivo e as lanternas, bem maiores do que as antigas. Por dentro, a maior mudança foi a do quadro de instrumentos, agora atrás do volante, e não mais no meio do painel, como nas gerações anteriores.

Sua versão mais barata nesse primeiro momento custará R$ 89.950 e será impulsionada pelo motor 1.5 três cilindros de 136 cavalos com opção Overboost (que aumenta momentaneamente o torque de 22,4 kgfm para 25,5 kgfm). Já o Cooper S conta com um propulsor 2.0 turbo de quatro cilindros, gerando 192 cavalos e 28,5 kgfm de torque (30,6 kgfm com Overboost) e hoje parte de R$ 113.950. Posteriormente, em agosto, uma variante mais barata será disponibilizada sem a central multimídia – por R$ 6 mil a menos.

mini_cooper_us-spec_22

A terceira versão será lançada apenas em novembro, possivelmente durante o Salão Internacional de São Paulo. Será a MINI One, que hoje parte de R$ 76.850. O motor, neste caso, será um 1.2 Twin Power Turbo de 3 cilindros, gerando 102 cv de potência e 18,4 kgfm de torque que trabalham junto a um câmbio manual de seis velocidades.

O diferencial dessa geração no Brasil será a adesão aos motores flex, o que deverá ocorrer a partir de 2015, a exemplo da tecnologia ActiveFlex já empregada no BMW Serie 3. A futura nacionalização fará bem ao descolado hatch britânico.

mini_cooper_s_us-spec_15Fotos | MINI/Divulgação