novo_ka+A Ford confirmou o nome de Ka+ para seu novo sedã compacto. Se não tinham nada mais criativo, talvez o melhor seria simplesmente usar o complemento Sedan como o já usado pelas versões três volumes de Fiesta e Focus. Os novos Ka e Ka+ serão lançados em agosto e chegarão com opções de motorização 1.0 e 1.5 e inicialmente somente com a opção de câmbio manual. Os preços iniciais do hatch devem começar na casa dos R$ 30 mil.

novo_ka

O Ka hatch e o Ka+ são idênticos até o final das portas traseiras, o inédito Ford Ka sedã também teve recortes de suas imagens divulgados pelo hotsite “Ford Futuro”. Aliás, como revelam as imagens, a inédita carroceria três volumes do compacto chama-se Ka+. As imagens também adiantam como é o painel da nova dupla de carros de entrada da Ford.

Até agora a Ford só revelou imagens das versões topo de linha de ambos os modelos. Elas mostram que o novo compacto terá aspecto mais simples do que o visto no Fiesta. O quadro de instrumentos é plano e tem grafia simples, com conta-giros do lado esquerdo, marcador de combustível do lado direito e velocímetro ao centro, nenhum deles com aros ou detalhes cromados. Logo abaixo, escondida na imagem pelo aro do volante, está a tela com hodômetro e que provavelmente ainda exibe a temperatura do motor e informações do computador de bordo.

O volante revela-se do tipo multifuncional, com os comandos do som e do Bluetooth no lado esquerdo. O rádio é que se parece muito com o usado pelo Fiesta, cheio de botões e com sua tela na parte superior do painel. Neste caso, o MyFord Dock poderia estar no console, abaixo dos comandos de ar-condicionado.

As duas opções de carroceria serão lançadas em agosto, mas o sedã pode chegar às lojas um pouco mais tarde. Os motores serão o 1.0 de três cilindros que rende 85 cv quando abastecido com etanol e 80 cv com gasolina, e torque é de 10,7 kgfm e 10,2 kgfm, respectivamente, além do motor 1.5 que estreou no New Fiesta e que rende 111cv a 5.500rpm e 15mkgf com etanol e 107cv a 6.500rpm e 14,8kgfm de torque a 4.250rpm com gasolina.

Fotos | Ford/Divulgação