[Atualização: descobrimos o real motivo do final da produção]

Quando a Ford Argentina anunciou o fim da F-250, lá chamada de F-100, ninguém acreditou em mim quando sinalizei que o modelo estava sendo descontinuado no Brasil, junto com toda a linha F(leia-se F-250, F-350 e F-4000). E assim foi feito, como informaram nossos amigos.

Os motivos foram vários, mas o principal é que o motor MaxPower 3.9 de 203 cavalos não atende às normas Euro 5 que entraram em vigor este ano, mas sim à Euro3. Outro, é que o motor Diesel 3.2 da Ranger a aproximaria muito da F-250 e em breve a Transit passará a ser feita no Brasil ou na Argentina, junto com uma versão chassi.

E agora o que será da Tropical Cabines?

[Atualização]

Nossas fontes nos atualizaram da situação. O real motivo foi a falta de componentes. Cabine, cambio, eixo traseiro e motores são produzidos no Brasil, mas o restante dos componentes, como chassis, eixos dianteiros (4×4) e componentes do eixo dianteiro da F-4000, caixa de transferencia eram importados dos EUA, onde o modelo já saiu de linha, as fábricas fecharam, e os estoque que tinha para quase dois anos acabou.

Foto | Ford/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter