Avaliação new fiesta hatchRenato Aspromonte/Murruga Design
De Portugal (Especial para o Autos Segredos)

A classe dos compactos premiuns, ou utilitários, como são conhecidos aqui na Europa é atualmente uma das mais disputadas do mercado, pelo menos quando se trata de Portugal, beneficiando da crescente procura por modelos mais pequenos e eficientes ao nível dos consumos e das emissões.

Ciente desta tendência, surge o New Fiesta, novo carro global da marca, atual campeão de vendas da categoria.

Como prova disto, acabei de adquirir um Ford New Fiesta equipado com motor a gasolina, versão mais acessivel em nível de motorização em Portugal e com o pacote top de linha de equipamento, chamada de Titanium, bem ajustado às preferências do mercado português.

Aivaliação New Fiesta HatchO New Fiesta surge com o seu competitivo motor 1.25i Sigma de 82 cv, o mais potente da sua categoria, se levarmos em conta o 1.2 de 70cv do VW Polo e dos mesmos 1.2 de 75cv que equipa a atual geração do Renault Clio.

DESTAQUES Nesta geração, o Fiesta fez do design uns dos seus principais trunfos continuando a sobressair no trânsito através das suas linhas vincadas e soluções estéticas mais dramáticas.

No caso deste modelo avaliado, as principais diferenças com o modelo que estará a venda no Brasil em breve está na dianteira com grade superior mais elegante contrastando com a maior grade central nos para-choques, além claro do faróis de neblina redondos que também foram colocados na nova geração global do Ford Focus.

Avaliação New Fiesta hatchNa versão Titanium avaliada, tanto da grade inferior como os faróis de milha vem com um acabamento cromado, distinguindo assim das demais versões que são em plástico preto. Outro opcional que você pode solicitar nessa versão Titaniun é a chamada pela Ford Lusitana de “pack estilo”, tendo os vidros escurecidos de fábrica (sem qualquer película) e rodas R16 com pneus 225/45 que sai por 150,00 € (aproximadamente R$ 360,00)

No acabemento interno, o Fiesta não tem um revestimento esponjoso tão extenso, ficando apenas pela área central do painel, mas os plásticos, em tons prateados, agradam. Inclusive, as publicações especializadas em Portugal dizem que o Fiesta tem os melhores materiais para as áreas mais visíveis e acessíveis ao toque.

Avaliação new Fiesta hatchA análise dos padrões de segurança o Fiesta destaca-se sendo o único da categoria com airbags de joelho para o condutor, um item pouco habitual no segmento, mas, por outro lado, é o único que não dispõe de airbags de cortina.

CONFORTO Fiesta exibe uma condução firme, perceptivel quando confrontado com pavimentos em mau estado, refletindo trepidações mais perceptíveis no habitáculo.

Já em relação ao espaço oferecido a bordo, o Fiesta dispõe de uma folga aceitável entre os bancos. Na contagem dos espaços de arrumação podemos afirmar que no Fiesta estes não são muito generosos, mas são práticos de alcançar. O porta-malas é o que tem maior capacidade da categoria  caso não seja pedido o step convencional, pois o modelo tem de série o kit de enchimento de pneus em vez do convencional estepe (sendo possivel adquirir-lo como opcional por cerca de 50,00 €, aproximadamente R$ 120,00), fazendo com que o porta-malas fique mais fundo, ganhando assim mais volume.

avaliação new Fiesta hatchO New Fiesta avaliado corresponde a sua versão top chamada de Titanium, beneficiando ainda de oferta de equipamento, (veja no quadro final), tendo como um dos principais destaques o sistema Bluetooth com controle de voz em português e entrada de ligação USB. De salientar que este sistema é exclusivo do Fiesta. Além disso, este compacto da Ford é o único da categoria a ter ar condicionado automático de série.

CONDUÇÃO A forma de assumir o posto de condução é mais natural no Fiesta.  Oferece um volante com excelente pegada e uma boa posição dos pedais e dos instrumentos, além de possuir regulagem de altura e profundidade do volante, podendo assim, adaptar a melhor posição do condutor tendo também em conta a regulagem de altura do banco do motorista.

O Fiesta desde o início se destacou pela sua competência dinâmica que se reflete numa excelente agilidade e desenvoltura em traçados sinuosos, ajudados pelos belos pneus 225/45 R16, sendo um carro divertido de conduzir em ritmos acelerados. No entanto, a transmissão, por vezes, dá uma arranhada quando se pretende puxar um pouco pelo carro.

CONSUMO A performance deste motor a gasolina está longe de deslumbrar, mas cumpre com aquilo que se procura nessas versões e responde bem agilmente o que lhe é exigido, sendo suficiente para rodar num ritmo aceitável dentro das cidades.

Quanto aos consumos, o Fiesta apresenta valores combinados (estrada e cidade) na casa dos 5,6 L/100km (unidade de medida europeia), aproximadamente 18 Km/L na medida brasileira, o que pessoalmente considero positivo. Tais valores comparados a concorrência daria um empate técnico, mas o Fiesta fica com destaque por ter motor com 82cv aos 5.800 rpm e binário de 114 (Nm)

MOTORIZAÇÃO O New Fiesta em Portugal está diponivel apenas na versão Hatchback (passageiros e de carga chamada VAN) nas versões Trend, Econectic, Sport e Titanium com 4 opções de motores sendo duas a gasolina e duas a diesel; 1.25i Sigma 82cv – gasolina (avaliado); 1.4i Sigma 96 cv – gasolina; 1.4 TDCI 70 cv – dissel; 1,6 TDCI 95cv – dissel.

Seus preços variam dos 14.200 € (R$35,400) da versão Trend 1.25i Sigma aos 20.055€ (R$ 48,132) da versão Titanium 1.6 TDCI.

O modelo avaliado custou, devido a uma campanha promocional na Ford, por já ter sido cliente anteriormente, cerca de 14.600€ (R$ 35.040) em vez dos 16.900€ (R$ 40.560). Basicamente comprei a versão top a preço da básica.

Além desses valores, existem itens de personalização que vocês podem conferir abaixo os seus valores.

Embora muito comum no Brasil e quase nenhuma em Portugal, a Ford disponibiliza uma versão automática chamada de Durashift no motor 1.4i Titanium, mas pelo preço perto dos 20.000€ é como se não existisse. Eu por exemplo, nunca encontrei um que seja para contar para vocês.

CONCLUSÃO O Fiesta mantém intactas todas as suas qualidades, demonstrando que é mais do que um concentrado de estilo e que tem garra para bater rivais de peso como Polo, Clio e Punto por exemplo.

Além do seu visual distinto, o compacto premium da Ford é uma proposta equilibrada em quase todos os campos.

NO BRASIL… O New Fiesta Hatch fará a sua pré-estreia no Brasil em abril de 2011 com o ínicio das vendas em junho de 2011. Será inicialmente importado do México, prevendo-se que em 2012 ganhe produção brasileira. Tem tudo para se dar bem no Brasil, mas não podemos esquecer da chegada das novas gerações dos compactos premiuns como por exemplo a do Fiat Punto (Evo na europa).

E você? O que acha?  Vai ser sucesso?

Fotos | Renato Aspromonte/Murruga Design

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Quer equipar seu auto? Compare os preços antes no indiCAuto Auto Peças Online!