Apesar de estar definido que a sétima geração do Golf será vendida no Brasil, a Volkswagen ainda não definiu quando e como fará isso. Segundo nossos amigos a fabricante está negociando com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Pinhais (PR) alguns pontos que definrão se o hatch médio será, ou não, fabricado por aqui. Isto, no entanto, seria resolvido até o final deste ano.

Se isso não for contornado, a Volkswagen poderá ter pela frente problemas para importar o Golf do México. A fábrica da marca em Puebla, será responsável pela demanda pelo Golf na América do Norte, e como a Volkswagen já traz de lá Jetta, Jetta Variant e o novo Fusca, passar a trazer o Golf poderia por em risco sua cota.

Inaugurada em 1999 para a produção do Golf e da Audi A3, a unidade de São José dos Pinhais (PR) é a mais moderna do Grupo Volkswagen no Brasil. Lá hoje são produzidos Fox, CrossFox, SpaceFox e Golf. Passando a produzir o Golf, ela seria a primeira fábrica da marca no Brasil adaptada à plataforma modular MQB, que permite poupar peso e instalar diferentes configurações de propulsão, incluindo motorizações alternativas, como híbridas e 100% elétricas.

 Fotos | Volkswagen/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Curta o Autos Segredos no Facebook!