Nova geração do Toyota Vios será comercializada com preços entre o Toyota Etios Sedan e o Corolla

A Toyota nega de forma categórica, mas, em 2018 a marca japonesa terá dois novos modelos destinados ao mercado brasileiro. Por enquanto, os novos hatch e sedã são conhecidos pelos codinomes Projeto 230B (sedã) e 231B (hatch). Ambos serão construídos a partir da nova plataforma Toyota´s New Global Architecture ou simplesmente TNGA.

Indaiatuba

Todas as fontes consultadas indicam que os novos modelos serão produzidos em Indaiatuba (SP). Lá, atualmente é produzido o Corolla, mas, a nova geração do sedã médio mais vendido do Brasil passará a usar a plataforma TNGA, em sua nova geração que tem previsão de estreia para 2019.

A fábrica de Indaiatuba inclusive já passa por mudanças em suas linhas para a fabricação de modelos derivados da plataforma TNGA. O fabricante fez buffer (aumento produção de peças) entre março e abril para suprir a parada da linha do Corolla atual e assim atender a grande demanda pelo sedã.

Novo Corolla

A nova geração do Toyota Corolla chegará ao mercado em março de 2019. Os testes já começam por aqui no final de 2018.

Nova geração do Yaris é chamada por enquanto de Projeto 231B

Projetos 230B e 231B

Os novos hatch  e sedã são desenvolvidos em conjunto com as engenharias brasileira, indiana e tailandesa. Em nossas apurações, o hatch e o sedã serão as novas gerações do Yaris e ambos serão construídos a partir da plataforma TNGA. Nossos amigos do Autoo também apontam para o Yaris como novo hatch da marca.

Junto aos fornecedores o novo Vios é chamado de mini Corolla devido a sua semelhança. O sedã deve estrear primeiro, podendo ser lançado ainda no segundo semestre deste ano. Concessionários da marca japonesa já informam seus clientes do PcD que a partir de outubro as vendas do Corolla PcD serão suspensas e que o novo sedã ocuparia esse segmento.

As novas gerações de Yaris e Vios serão comercializadas com preços entre a linha Etios e o Corolla. Hoje, a marca japonesa não tem produtos intermediários entre eles. Há uma lacuna de produtos entre R$ 65 mil a R$ 90 mil na gama do fabricante que será preenchida com os modelos premium.

Motor e câmbio

A linha Premium da Toyota deverá usar o motor 1.8 do Corolla atual. O propulsor rende potência de 144 cv a 6.000 rpm quando abastecido com etanol e 139 cv a 6.000 giros, com gasolina. O torque máximo nesta configuração é de 18,6 kgfm (com etanol) e 17,7 kgfm (com gasolina), sempre a 4.800 rpm. Os câmbios serão o manual de cinco velocidades e o automático do tipo CVT Multi-Drive.

Fotos | Toyota/Divulgação (Imagens meramente ilustrativas)

  • Herickson Santos

    Espero que seja erro de especulação, pois não quero acreditar que o segmento de entrada merece o Etios pelo preço que é cobrado… é um bom carro, mas Yaris é tão caro assim?

    • Raimundo A.

      Pelo padrão superior comparado ao Etios, não teria porque ter preço igual. Justificativas há várias, o que é tema para longa conversa. Vou te poupar disso.

      • Herickson Santos

        não sou um completo ignorante sobre carros kkkkkkk vai com calma

        Etios é simples demais em alguns pontos, isso que afasta compradores dessa faixa de preço…

        • Rafael Lima

          O Etios só vale a pena nas versões de entrada, nas versões mais caras é jogar dinheiro fora, aquele carro tenta enganar mas fede a baixo custo, aqueles botões de fogão pra usar o ar condicionado, horrível, aquela palheta única, economia porca, fora o design da decada de 90, quem foi o designer que fez esse carro? Se eu fosse presidente da marca e o designer me aparece com isso eu mandaria ele direto pro RH.

  • Raimundo A.

    Há incoerências no texto sobre esses possíveis novos produtos, bem como novo Corolla.

    Inicialmente é dito que serão lançados em 2018 os novos compactos. Trarão a plataforma TNGA que servirá para o Corolla nova geração que virá em 2019.

    O texto, porém, diz que o sedã compacto premium chegará ainda este ano (2017), outubro, pois irá substituir o Corolla PcD. Se os dois virão em 2018, como é que o sedã chegará em outubro de 2017?

    No caso do Corolla nova geração, se virá em 2019, especificamente, março, o testes começarão no fim de 2018? Tão rápido?

  • Naas

    “Os novos hatch e sedã são desenvolvidos em conjunto com as engenharias brasileira, indiana e tailandesa”

    Vai sair mais um carro voltado para o 3o mundo. Complexo de vira-lata batendo forte!

    • Raimundo A.

      Caro, a matéria ao ser comparada com a original do Autoo tem pontos questionáveis como citei em comentário anterior. Esse destaque do texto é mais um.

      Segundo o Autoo e o Autos Segredos em parte do texto dá entender, seriam as atuais gerações do Vitos e Yaris. Os códigos de projeto seriam apenas forma local de chamar os produtos disponíveis em alguns mercados. Eles foram flagrados na região, Brasil e Argentina, em testes e a fabricante teria optado finalmente em fazê-los aqui.

      Li em outros sites que o veículo poderia se feito na Argentina, vão comercializar neste, ou viria do México importado.

      Contudo, o trecho citado por você por não está bem amarrado, parece ser de uma próxima geração do Yaris e não a atual.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Yaris com preços de 208 e Fiesta e Vios com preços de Honda City, vai vender muito….. pq toyota não quebra

    • wagner

      kkkkkk

    • NORDSK

      Só se o seu não quebra pois conheço um monte que quebra.

      • Luciano Lopes

        Eu tinha um que quebrava . E bebia um óleo louco…

        • Salim Mahmood

          nao era Etios

      • Hugo Leonardo Dos Santos

        Ironic mode on

      • Filipe

        Excessão! Agora, sei de muita gente que não cremos condições de ter um Corolla ou carro do segmento, nas não realiza as manutenções pois não tem condições!

      • Artur

        Quebrar quebra, mas o pós-venda é bem superior à maioria das outras marcas. Os caras fidelizam seus clientes com base nisso.
        Pergunte para qualquer dono de Toyota se trocaria de marca.

        • Eduardo

          Eu não troco, além da dirigibilidade e qualidade de construção serem melhores do que os concorrentes de mesmo preço (Etios).

          Fiz test drive e comparei muito antes de comprar, meu Etios simples (1.3 X) é sem sombra de dúvidas a melhor opção na época (08/2016)

          • NORDSK

            O Etios tem qualidade de construção onde? Olhe os vãos das portas, do capo, da tampa do porta malas; é coisa de carro de 15 anos atrás. Você pega um Polo de 2002 já usava solda a laser.

          • No_Name

            Você tá de brincadeira em dizer sobre qualidade de construção desse “veículo”, né…

          • Filipe

            Hehehe lembro que a imprensa especializada meteu o pau no Etios logo em sua apresentação. Com as mãos, se arrancava o odômetro do veículo!

          • Ernesto

            Meu pai tem um Etios XLS automático e gosta muito do carro. Eu inclusive, às vezes o utilizo.
            O pessoal aí falando que o Etios não tem qualidade de construção não sabe o que está falando.

        • NORDSK

          Tem um monte trocando, principalmente para pegar HRV, Renegade e Compass, tanto que o Corolla vendia 6 mil por mes um ano atrás e hoje vende 4 mil. E o Etios, que apesar de todos os elogios, não deslancha então, enquanto seus concorrentes vendem 8 a 14 mil por mes, ele não sai das 3 mil o Hatch e 1,5 mil o Sedan.

          • Artur

            Nada a ver. Os caras não estão deixando de comprar o Corolla por estarem insatisfeitos com a marca, mas sim por causa da “modinha” dos SUVs.
            A Toyota não tem nenhum SUV na faixa de preço de HR-V, Renegade, Kicks etc., portanto está realmente perdendo clientes para esse segmento.
            De qualquer forma, o Corolla continua vendendo bem mais do que qualquer um dos seus concorrentes, muito embora os preços estejam completamente fora do razoável.
            O Etios não vende mais porque é feio e aquele painel central afasta muitos compradores, já que a maioria prefere design e central multimídia. Mas quem compra Etios dificilmente troca o veículo por outro carro. Já teve até matéria (salvo engano aqui no AS) mencionando isso (que os donos de Etios trocam de carro, normalmente, por outro Etios). O carrinho tem um excelente conjunto mecânico e seus donos são tratados pela Toyota no pós-venda com a mesma qualidade que os donos de Corolla, Hilux e cia.

          • Milton Tavares

            Vou discordar só um pouco, faixa de Peantes ocupada pelo Corolla hj os Suv

          • Artur

            O duro é que a grande maioria dos compradores de SUV, especialmente daqueles que oferecem alguma capacidade off road, nunca irão colocar seus veículos para andar em outro piso que não o asfalto.
            Pra mim comprar SUV é desperdício de dinheiro (SUVs são mais caros, possuem seguro e manutenção também mais caros), combustível (SUVs gastam mais que sedans ou hatches) e até de segurança (SUVs tem o centro de gravidade mais alto e estão mais sujeitos a capotamento).
            E os SUVs compactos, que custam quase o mesmo que sedans médios atualmente, são inferiores a estes. O HR-V, por exemplo, utiliza a plataforma de Fit e City, inclusive o interior é inspirado em seus “irmãos” de plataforma. Compare o nível de acabamento de um HR-V e de um Civic, por exemplo. É outro padrão…

          • Milton Tavares

            Amigo vc falou tudo isso na base da especulação, não tem nenhuma base concreta sobre isso, nenhum fato para afirmar a maioria das coisas que escreveu, simplesmente escreveu pelo fato de sua preferencia para determinado modelo que perder terreno para outro que vc simplesmente não gosta tanto.

            Primeiro: Vc não tem como saber como a maioria da população vai usar o carro, sendo assim não pode afirmar que o modelo será usado somente em asfalto.
            Uma cidade como SP temos ruas de terra, trecho alagados, lombadas curtas e altas, ruas cheias de buracos e não é diferente na maioria das cidades deste pais, todas essas situações é melhor estar num Suv que em um sedan médio.

            Segundo: Quem compra um Suv é pq tem grana para manter, não se preocupa com gastos de manutenção, seguro e consumo, mesmo assim são gastos próximos ao do Sedan médio.
            Vc fala em capotamento entrando mais uma vez na especulação sem nenhuma base de fato ou técnica, vários destes Suvs tem nota máxima em segurança, ainda não vi nenhuma matéria que afirma que o modelo capota facilmente.

            Só tem um único fato em tudo que vc escreveu, Civic é melhor que o HR-V em muitas coisas, mas não é um modelo que possa encarar uma rua de terra ou de área onde o carro possa ficar atolado.

          • Artur

            Amigo, não estou meramente especulando. Estou sim afirmando com base na realidade. Vamos por tópicos:

            1.) Estrada de terra:
            Você pega estrada de terra com frequência? Praticamente nenhum motorista que reside em centros urbanos pega.
            Eu moro no interior de SP, por aqui tem muita fazenda, sítio, chácaras etc., e dá para contar nos dedos de uma mão as vezes que precisei colocar meu carro na terra em quase 20 anos de CNH.
            E mesmo assim, se você for andar em um trecho de terra batida de vez em quando, um sedã serve. Um SUV qualquer, que não tenha tração 4 x 4 com reduzida, não vai servir para off road da mesma forma que um sedã. Ou você acha que só por ter uns 4 ou 5 cm a mais de altura o SUV vai andar como um trator? Rsrs
            Aqui na minha cidade, quem tem propriedade rural e precisa se deslocar diariamente em trechos de terra utiliza caminhonete. Há muita Hilux, S10, Ranger e Toro nas ruas, e você vê muitas sujas de terra.
            Sabe quantos SUVs (principalmente esses “SUVs de shopping” ou crossovers, como HR-V, Kicks, Captur, Creta etc.) eu já vi sujos de terra por aqui? Nenhum! Rsrs

            2.) Trechos alagados:
            Você acha que qualquer “SUV de shopping” vai conseguir transpor trechos alagados com facilidade? Engano seu, amigo!
            Dependendo do local, só com snorkel e olhe lá. A grande maioria dos nossos SUVs não foram projetados para isso. No máximo eles aguentam alguns centímetros a mais de água do que um sedã.
            E convenhamos: eu nunca na minha vida toda precisei transpor um trecho alagado com mais de 5 a 10 cm de água. Talvez em SP isso seja mais constante, mas quem mora na capital certamente deve saber quais locais evitar quando chove bastante para não precisar sofrer com isso.

            3.) Buracos, lombadas etc.:
            Quanto a ruas cheias de buracos, lombadas etc., qualquer sedã com um acerto mais macio na suspensão já é o bastante.
            Um Civic, por exemplo, que tem a suspensão mais rígida, é suficiente para passar pela buraqueira sem sofrimento. Digo isso com propriedade, pois sou dono de um Civic LXL 2012 comprado usado em 2014 (à época com 20 mil km, atualmente com mais de 60 mil km).
            Se você quiser um sedã com rodar mais suave e suspensão menos dura, experimente andar num Corolla. Meu pai tem um e já viajei bastante com ele, principalmente em estradas mal conservadas, sem qualquer problemas.

            3.) Manutenção, seguro e consumo:
            Realmente em termos de manutenção e seguro talvez os valores de um SUV compacto e um sedã médio sejam próximos. Mas compare SUV médio com sedã médio para você ver (ex.: Civic x Compass).
            Em consumo, também, talvez não haja muita diferença entre um SUV compacto e um sedã médio. Mas compare o consumo de um sedã compacto e de um SUV compacto ou de um sedã médio e de um SUV médio (mesmo nível de segmento).
            E outra: sedãs médios normalmente são muito mais espaçosos internamente e possuem porta-malas maiores. O Captur, por exemplo (que é quase um SUV médio por suas dimensões), tem um excelente porta-malas (mais que 400 litros, embora mesmo assim inferior ao de muitos sedãs médios), mas um espaço interno bastante limitado.

            4.) Capotamento:
            Quanto ao capotamento, é simples questão de física. Quanto mais elevado o centro de gravidade, maior a chance do veículo capotar. Isso é fato.
            Recomendo ler essa matéria: https://educacaoautomotiva.com/2017/03/06/centro-de-gravidadepor-que-suvs-capotam-mais-que-automoveis/
            É óbvio que os sistemas eletrônicos de segurança tendem a diminuir a chance de capotamento, mas os sedãs médios também são igualmente equipados com esses sistemas e em algumas situações eles são insuficientes.

            5.) HR-V e Civic:
            Por fim, com relação à comparação entre o HR-V e do Civic, não se engane: o HR-V é um Fit (mesma plataforma) com alguns centímetros a mais de altura. Nada mais além disso. Tanto ele quanto o Civic, dependendo da estrada de terra ou areia que você for pegar, vão ficar atolados da mesma forma. Ambos, igualmente, conseguem passar bem por estradas de terra batida, mas não são feitos nem para um offroad mais leve.
            Talvez um Renegade diesel dê conta dessa situação, ou mesmo um Duster 4 x 4, mas a maioria dos SUVs que temos à venda aqui são apenas versões “altinhas” de hatches compactos ou equivalentes.

          • Milton Tavares

            Amigo quanto mais vc tenta justificar seus comentários mais vc especula, acho que vc nunca saiu de um centro urbano, não conhece a realidade das estradas brasileiras, não sabe oq é isso.
            Até estou desconfiando que vc não tem nem carro e só fica especulado aqui no site, quem viaja como eu conhece essa realidade, mesmo quem mora no centro urbano sai para viajar ou visitar um parente distante vai encontrar todas essas situações que descrevi no comentário anterior, talvez não todas as situações mais algumas delas.

          • Salim Mahmood

            compra o Kicks carro muito bom

          • Luis Carlos K.

            E eu já irei descordar de você hehe

            O crescimento do mercado de SUVs, independente de ser passageiro ou permanente, tirou boa parte das vendas do Corolla.

            Discordo quando você diz que os SUVs são sinônimos de qualidade de construção, espaço interno e porta-malas. Quantos deles superam o Corolla em segurança, espaço interno, entre-eixos e porta-malas? Os principais atrativos dos SUVs no Brasil hoje são altura do solo e altura da posição de dirigir para enfrentar as situações adversas das vias. Além do porte imponente, esse gosto herdado dos norte-americanos, ainda que isso não se reflita necessariamente no espaço interno.

            Aposto com você que quando a Toyota trouxer um SUV compacto-médio, rapidamente ele estará entre os mais vendidos. Talvez isso aconteça em breve com o CH-R.

          • Milton Tavares

            Não sei de quem vc está discordando, afinal eu não falei em qualidade construtiva.
            Citei o fato das características do carro agradar, alinhado à um preço menor que o Corolla nas versões mais “básicas”.

          • Salim Mahmood

            o Etios e a salvacao do Brasil

  • Hater x Haters

    Kkkkkkk a alegria do Polo vai durar nada. Será aniquilado pelo Yaris. Ninguém é louco de levar VW cheio de defeito e com pós-venda lixo ao invés de um Toyota ou Honda.
    Me peitem fanboys

    • NORDSK

      O sua dor de cotovelo só não é maior que o seu ego.

    • Filipe

      Concordo em parte com o bater. O pós venda da VW deixa a desejar. E pelas minhas experiências pessoais, a qualidade dos veículos não é das melhores. Pelo menos não o Gol e sua família.

  • Hater x Haters

    Seguinte, eu não quero mimimi e choro de haters por aqui. O Honda City assim como o Vios é vendido em grande parte em mercados emergentes. Já viu Honda City na Europa e EUA? Não, ele é vendido nos tigres asiáticos, China, índia, Rússia, Brasil e no máximo Japão.
    E não vejo ninguém reclamando por isso…
    Portanto cuidado com a hipocrisia e na síndrome do vira-lata.

  • CorsarioViajante

    Faz sentido e terá um grande público. Provavelmente o Etios até perca versões mais caras e Corolla mais baratas para deixar a linha mais encaixada.

    • Engineer

      Eu sou um que posso pensar nesse sedan, ainda mais se for confirmado o Polo sedan (ou Virtus) Tsi apenas manual.

      • Filipe

        Ou seja: um carro inferior ao Corolla mas com o preço que era o dele. Aliás, prática safada de todas as montadoras aqui na Republiqueta das Bananas!

        • Comentarista

          Safada? Por que você não abre uma fábrica pra servir de ONG?

          • Filipe

            Já tenho uma.
            E sim, a prática das montadoras por aqui é safada.

          • Comentarista

            Ok. Você tem uma ONG então. Visar e ter lucro não é demérito e contra leis. Usar de ma fé, sim.

          • Filipe

            Nunca disse que era demérito e ser contra as leis, o lucro. Disse e como você mesmo afirma, usar de má fé sim. E é justamente o caso. Pegar um carro que custa X reais e do nada colocar esse mesmo carro ao valor de X + y reais, sem nada que justifique tal elevação de preço exacerbada. Vale ressaltar que tal prática não ocorre em países de primeiro mundo.

          • Ernesto

            Sempre aparecem uns especialistas que, mesmo não tendo acesso às planilhas de custo, dizem que não há qualquer justificativa em aumentos de preço.
            E para você saber, pois você faz comparação com países de primeiro mundo, o Brasil está longe de ser um país de primeiro mundo.
            Aqui temos de volta a inflação, sabia?

          • Filipe

            Sério Ernesto? Nossa, que bom que você pontou informações de difícil acesso!

          • Manoel Jorge Marques Neto Marq

            As montadoras usam de má fé aqui…Isso por conta de um povo metido a rico…compram carros básicos a preço de luxuosos. Duvido isso acontecer na europa ou EUA.. ficariam no prejuízo…apesar que vendem carros muito mais completos lá e mesmo assim lucram muito.

          • marcos

            Problema aqui e o cartel que combina margens e paga nossos políticos pra que não aja concorrência e o super IPI nos importados é um exemplo…
            Paga pra baixar ipi na crise sem baixar sua margens…
            Paga pelo inovar auto…
            Paga para que leis sejam brandas na fabricação…no teste de impacto Onix, cumpre legislação, se mata gente la dentro problema…
            Paga praticamente tudo para que o mercado seje essa ilha da fantasia e conta com a passividade tupiniquim …sociedade perfeita com os ladroes que merece…e só nos podemos mudar isso mais ninguem

    • G.Alonso

      Etios deve perder a Platinum, ficar só com a XLS, enquanto o Corolla perde a GLI e fica só com a GLI Upper. É carro para vender na faixa das 6/7 mil unidades por mês se a Toyota caprichar.

      • Wellington Myph13

        Duvido. O Etios já não vende isso e é muito mais barato.
        Quem tem grana vai continuar indo de Corolla.
        Esse carro vem pra complementar o que a Toyota queria vender de Etios.
        Estourando 5k somados Hatch e Sedan…

        • G.Alonso

          Quem tem grana compra Corolla XEI de 100 mil ou mais, as versões mais vendidas do Corolla são as mais caras, respondendo por 70% das vendas, as Gli respondem pelos outros 30%. Retirando esses modelos e colocando outros menores, mais equipados e com mesmo motor, é claro que vende. Tiraria clientes do Etios e parte dos 30% do Corolla.

          • Wellington Myph13

            O Etios que mais vende é o X e XS.
            XLS e Platinium se der 10% é muito, mas vamos usar 30% também…
            Seguindo essa conta, nas vendas de Junho/17:
            Etios HB = 3652
            Etios Sedan = 2461
            Total Etios = 6113 … 30% = 1834
            Corolla = 5734 … 30% = 1720
            Totalizando 3554 unidades mês, e sendo bem generoso na parcela do Etios…
            Que tire mais 1,5k de vendas de outros modelos, são os 5k que citei
            Mas olhando pra estes números mais de perto, chuto 4k no máximo somados mesmo, 5k foi bem otimista, kkkk.

          • G.Alonso

            Não duvide do povo que compra Toyota!

          • marcos

            kk …Esposa de dono de Corola que ia de Etios, agora vai nesse,os filhos, noras,genros, talvez netos é uma confraria isso…rss

  • ocampi

    A Toyota é muito ruim. Meus dois Corollas são bons.

    • sigma7777777

      ⁉️

      • CA

        Efeito bipolar.

    • Hater x Haters

      ??????????????????????

  • Thiago Maia

    O mercado nacional virou um lixo

    Mais um carro pra encarecer o já caro Corolla

    Sim, porque o feio Etios não diminuirá o preço

    Dispenso

    • invalid_pilot

      Está claro que o Corolla vai encarecer demais nessa nova geração e o Vios vai ocupar o lugar do Corolla atual. Vai vender demais – pode apostar

      • Wellington Myph13

        Ela só demorou um pouco mais que a Honda pra fazer o mesmo.

        • invalid_pilot

          Mas também essa nova geração do Corolla terá mais tecnologia embarcada – as gerações anteriores basicamente foram facelifts e pequenas melhorias

          • Wellington Myph13

            Hoje o 1.8 Gli Upper já custa 92k…
            Essa versão devia custar 85k.
            É tão caro quanto aos concorrentes, que fica cada vez mais difícil entender tamanha diferença nas vendas.

          • invalid_pilot

            Todo mundo sabe porque o Corolla vende, é a famosa fama de revenda-manutenção-pós venda

          • Eduardo

            Todos serão hybridos ao que constam as especulações. Será sim um carro superior e mais caro na gama da marca.

        • RFP

          Se você estiver dizendo isso com relação ao city e civic, meu amigo, se a toyota seguir o mesmo tratamento na criação desse carro, ele realmente não vai ser nada parecido com o corolla, city e civic é ridiculamente diferente um do outro no quesito construção e acabamento.

          • Wellington Myph13

            A questão nem é construção e sim um sedã de espaço parecido pra atender a demanda que o Corolla não vai atender mais quando virar de ouro e partir de 100k. City é Civic tem espaço interno parecido mas um abismo de design externo. A construção é o menor dos problemas dos compradores de Honda e Toyota, sendo da marca, não interessa mais nada. Não precisa de vidros com subida automática, não precisa de chave canivete, ar digital nem outros mimos que muitos oferecem. O que importa é o símbolo…

          • carlos rodrigues

            De fato esse é o grande problema quando se trata da dupla nipônica. As pessoas compram a marca e não o produto. Tanto a Honda quanto a Toyota perceberam essa característica do mercado nacional e exploram muito bem. O Corolla até bem pouco tempo possuía apenas 2 air bags duplo e vendia como água. É inegável a qualidade mecânica dos japas, mas não justifica o sobrepreço cobrado.

      • Ricardo Blume

        Sem contar que o Polo e o Virtus estão chegando.

  • Ricardo Blume

    Virtus e Polo nem saíram do forno e já possuem concorrente. O já caro Corolla terá seu preço aumentado para colocarem esses dois no line com certeza.

  • Ilbirs

    Esta é uma notícia que praticamente é um bloquinho de Lego a ser juntado a outros. Fica o estranhamento de a estreia nacional da plataforma TNGA ser com um carro compacto com duas opções de carroceria.
    Sobre ser um veículo fabricado em Indaiatuba em vez de Sorocaba (que apesar das atuais boas vendas do Etios ainda tem alta capacidade ociosa), fica bem na cara que a unidade fabril em questão será o centro inicial da TNGA para o Brasil, mais ou menos como a VW fez com a MQB, por ora só produzida em São José dos Pinhais.

    O que acontecerá com a fábrica de Sorocaba daqui para o fim da década? Se contarmos com os rumores de que a Daihatsu virá para cá, poderá ser o ponto do qual sairão modelos dessa marca. Como sabemos, uma das especialidades da Daihatsu é em modelos pequenos e mais em conta que os da Toyota. Se o substituto do Etios virá sob essa marca que agora é integralmente da Toyota, não dá para saber mas podemos especular.

  • yurieu

    Como não tiraram o Etios de linha ainda… O carro mais feio já criado pela humanidade.

  • sigma7777777

    Parabéns Marlos, venho buscando notícias sobre isso esta semana 👍
    Então fica entendido o seguinte: o Corolla da próxima geração deverá ter seu preço elevado, até porque será híbrido e a referência convenhamos é o preço do Prius. Aposto que uma versão pé de boi começará em R$ 100 mil.

    • Artur

      Li há algum tempo em um site especializado em PCD que a Toyota vende cerca de mil unidades da versão PCD do Corolla por mês.
      Talvez não tenha tanto impacto nas vendas assim.

  • Luis Carlos K.

    Conheço algumas pessoas dentro da Toyota, todos afirmam categoricamente que os carros (sedã e hatch) chegarão ainda este ano, modelo 2017/18. Como diz a matéria, virão para preencher a lacuna entre Etios e Corolla, porém ainda não foi descartado totalmente a opção de motor 1.5 VVTi em conjunto com um AT4, como no Etios.

    • V12 for life

      As duas opções 1.5 e 1.8 seriam muito bem vindas, além de ampliar mais o leque.

      • Eduardo

        Concordo, uma versão de entrada com o 1.5 cairia muito bem. Apenas o câmbio deveria já ser o CVT visto ser um “compacto premium”. No preço então…é mais do que premium.

    • Artur

      Puts, 1.5 com o AT4 vai ser de doer hein? Rsrs
      Poderiam dar um jeito de colocar o CVT no 1.5.

      • Luis Carlos K.

        No Etios atende muito bem, mas em um carro mais caro o CVT do Corolla é o ideal.

        • Artur

          Sim. O 1.8 do Corolla seria o ideal também, nem se viesse em uma versão mais cara.
          Meu pai tem um Corolla 1.8 2015 e o ele desenvolve muito bem com o CVT.
          Eu tenho um Civic 1.8 2012 manual e acho o Corolla um pouco mais potente (e razoavelmente mais econômico).

        • Edson Fernandes

          Atende bem… assim como um AT6 no Onix atende bem… mas se eu fosse comprar um carro de R$60000 para cima…. tem que ter transmissão moderna para kjustificar o preço de venda.

          • Luis Carlos K.

            Concordo, em carros de entrada como Etios, Onix e Hb20 os automáticos, apesar de não serem extremamente modernos, são aceitáveis pela categoria. Mas num carro de categoria superior não se justifica. Considerando que os principais concorrentes (City/Fit) já usam CVT há um bom tempo, e a Toyota tem o excelente CVT MultiDrive a disposição, seria ideal que o novo modelo também o tenha. Já na questão do motor, como acontece em outros carros como Etios e Corolla, seria interessante se a fabricante disponibilizasse duas opções, o 1.5 nas versões de entrada e o 1.8 nas mais caras.

          • Edson Fernandes

            Por isso citei a Chevrolet. Não faz mto sentido a toyota ter colocado um At4 no Etios tendo rivais com cambios modernos.

          • Salim Mahmood

            Chevrolet e lixo nao e carro

      • sigma7777777

        Aposto no conjunto 1.8 + CVT devido o veículo utilizar esse conjunto no Prius, mas no mercado externo é o 1.5.

      • Wellington Myph13

        Talvez se realmente tiver o 1.5 seja só manual, pra não tirar vendas do Etios também… Até porque, se não me engano o Vios não é tão maior que o Etios, ele só vai ser Beleza e Acabamento perto do Etios, o tamanho é parecido… Com o Vios aqui e o Etios quando ganhar a nova geração, pode finalmente mudar o painel, ganhar um desenho melhor e agradar mais…

    • CA

      A Toyota realmente está com pressa. Talvez as vendas do Corolla tenham a animado um pouco…

    • Derson Almeida

      Sabe se cogitaram mudar o painel do Etios?

      • Luis Carlos K.

        Aparentemente a Toyota está focada nesses novos modelos, não deve ter mudança no Etios por enquanto. Aparentemente.

    • Marco

      Correto Luís. Aposto todas as minhas fichas de que este novo modelo terá SIM um motor 1.5, que convenhamos, cairia muito bem neste modelo. Sem falar que a versão 1.8 com 144 cv ficaria um foguetinho. Demorou prá Toyota cair na real e colocar um carro mais caprichado entre o Corolla e aquela marmota do Etios.

  • Pingback: Será que o Toyota Yaris finalmente será vendido no Brasil? | Metro27()

  • Pingback: Será que o Toyota Yaris finalmente será vendido no Brasil? | Porto24horas o interior está conectado!()

  • Anderson SP®

    O Corolla tá ficando tão caro que vão dar um jeito de colocar algo menor e nem por isso muito mais barato, esses que deveriam ficar no lugar do Etios.

  • LVZA

    Mercado do Honda City e GM Cobalt, a Toyota fazendo o óbvio, lançando esse modelo que já tem há muito tempo em outros mercados e como corolla basico agora custa 90k e o medinho etios sedan encosta em 70k, a lacuna está aberta.
    Se tiver o 1.8 mesmo com cvt será um ótimo carro porém não duvido ver o 1.5 nele, afinal o yaris não é muito mais que um etios bem feito e que não machuca os olhos.

  • Marco A

    Venha o que vier, não será bom para o nosso mercado. Veja o Etios, feio e caro. Esse se vier bonito, será mais caro ainda.

  • Filipe

    Tem algo que não está “batendo” aí. A Toyota disse que o CH-R a gasolina/etanol não chegaria antes do Corolla TNGA pois inviabilizaria o veículo, por questões de custo. Daí Garis e Vios (modelos mais baratos que o CH-R) chegariam antes do Novo Corolla!?? Ou. Toyota blefa com a história do CH-R ou essa dupla não vdeve chegar antes de 2020

  • V12 for life

    Por essas informações a Toyota está preparando uma grande ofensiva no mercado brasileiro, e com a imagem de ser quase uma marca premium que o mercado tem dela as chances de dar certo são grandes.

  • Brasil_MG

    Realmente…entre a lacuna R$ 70.000/R$92.000 cabe perfeitamente um novo produto.

    Toyota deve subir algumas posições no ranking de vendas, caso isso se concretize

    • sigma7777777

      E vai precisar ampliar o tamanho das concessionárias, pois graças ao Etios já vivem cheias.

      • Eduardo

        Toyota está com dificuldade de entregar Etios de tanto que vende!

    • Tsi

      Será um bom concorrente ao City

  • Ilbirs
    • Handlay P.B.

      Ficou bonito e futurista. Não é um mini-Golf como alguns afirmam.

    • CA

      Eu gostei bastante. O GTI passa uma impressão diferente daquele Polo fotografado na A.S. Mas é lógico, o nosso sempre será o mais capado.

    • CignusRJ

      Nada contra identidade da marca mas a VW esta exagerando.
      Não sei se é Gol, Polo ou Golf.
      Melhor ir na concessionária e pedir pra ver o modelo P,M ou G.

      • Antonio De Julio

        Po, chegou primeiro! Que carro mais sem sal! Muito diferente do primeiro Polo quando lançou.

      • Henrique

        Acho que isto está virando um padrão.
        Mesma coisa com os BMW 3 e 5…
        …ou os Mercedes C, E e S. São a mesma cara, só mudando o tamanho.

        • Ernesto

          Mas ninguém reclama disso quando é com BMW e Mercedes.

          • Edson Fernandes

            Eu reclamo e acho ridiculo por exemplo aquele visual de tablet no painel.

          • Ernesto

            Você é um dos poucos então, Edson! Rsrsrs

    • Dick Buck

      A traseira é semelhante a do Gol G6, (parece que pegaram as lanternas dele, aumentaram e deram uma melhorada no arranjo interno) mas com os vincos aparentes do G7.

      • Luconces

        O Gol se inspirou no Polo de 5a geração para o design geral incluindo as lanternas.

        A lanterna do Polo de 6a geração lembram as lanternas do Polo de 5a geração.

  • Handlay P.B.

    Com a plataforma TNGA os carros da Toyota se diferenciarão apenas pela casca de lata. Não duvido que os novos Vios e Yaris virão caríssimos e o Corolla ultrapassar os R$ 130k. Se for assim, que encalhem nas concessionárias…

  • CA

    Carolla partindo de 100K…

  • CA

    E a má notícia é que o Etios continuará em linha.

  • Wally

    É pessoal… A Índia é realmente aqui… Obrigado PT.

    • sigma7777777

      Não entendo essa coisa de se falar só de um partido. Será que ninguém vê as demais siglas sendo denunciadas?

      • Wally

        13 anos quem governou foi o PT. Ninguém falou em corrupção, seu petralha.

      • Stig

        As demais siglas não ditaram as regras do mercado automotivo do País.

        • sigma7777777

          Como não se esses assuntos podem passar pela aprovação do Congresso?

          • Stig

            Medida Provisória o Presidente decide sem a opinião de ninguém.

  • Anderson Araújo André

    Olha, tenho parente que trabalha na Toyota de Sorocaba onde faz o Etios e desde o dia 12 a fabrica esta parada, a produção parada para testes e troca de ferramental para iniciar a produção do Yaris, segundo eles, meu parente disse que este carro será lançado no final de 2018, informação dada a ele pela própria Toyota, pode não ser verdade e pode ser que venha antes mas tá ai oque estou sabendo no momento.

    • sigma7777777

      Final de 2018? Muito longe, hein? E essa história do fim do Corolla PCD de R$ 70 mil, será que é verdade?

    • Anderson Araújo André

      Novidades, meu parente que trabalha na Toyota recebeu uma informação dentro da Toyota está semana que o Yaris irá ser lançado em março de 2018, PS. Isso tudo é especulação interna da Toyota de Sorocaba então não leve está informação como verdadeira e sim simples especulação.

      • sigma7777777

        Yaris e Vios? Ou apenas Yaris?

        • Anderson Araújo André

          Não tenho como saber pois oque tudo indica ambos serão Yaris e dito isso não falaram nada sobre versões ou modelo, opinião minha, ou vem os dois ou vem primeiro o sedan para substituir o Corolla de 70 mil assim a Toyota lucra mais.

  • Anderson Araújo André

    Mais uma coisa, este carro deveria vir substituir o Etios e não ficar acima dele, carro mais ridículo esse Etios, como pode fabricar um carro no pais onde já tinha Onix e HB20, minha opinião, a Toyota achou que tendo o simbolo da Toyota ela vende qualquer merda aqui, se ferrou, não vendeu nem a metade do que pretendia nos primeiros meses de seu lançamento e até hoje não esta vendendo oque gostariam no mercado interno, vendem bem para exportação, agora se tivessem colocado logo de cara esse tal de Yaris em vez desse lixo Etios pode ter certeza que tinham alcançado suas metas.
    Ps. Sou dono de Corolla, estou na minha terceira unidade, confirmo que o carro é robusto, muito mas muita baixa manutenção, não é cara sua manutenção porem ele esta longe de ser um carro premium

    • Ernesto

      O seu problema é ver só a casca, pois o Etios não é um lixo como você diz. O carro é sim feio, mas lixo? Está longe disso.

      • Anderson Araújo André

        O lixo que digo é sim na sua aparência por isso a comparação com HB20 e Onix, o lixo que digo é na aparência, no acabamento e na qualidade de construção, já andei nele, realmente o carro é gostoso de dirigir mas não é prazeroso, tem sim a qualidade Toyota em sua mecânica mas é só, nada mais que isso e como é sabido que o brasileiro gosta de carro, ele gosta de aparência e não apenas confiabilidade e tanto isso é verdade que a prova é suas vendas no mercado interno.

        • Ernesto

          O tanto que a Toyota produz ela vende no mercado brasileiro e exporta. Para uns pode ser fracasso, para outros, está ótimo. Até porque o mercado brasileiro para carros 0Km está bem pior do que 2~3 anos atrás.

          • Anderson Araújo André

            Sim, porque ela só produz oque ela vende, a capacidade de produção da fabrica aqui de Sorocaba é muito maior que a que esta sendo produzido atualmente.

    • Dudu Pimentel

      Não vai vir para substituir pq ele é maior que o Etios…seria um meio termo entre ele e o Corolla, coisa que a Toyota não tem, e muitas marcas tem esse meio termo…eu acho é a Honda deveria ter compactos de entrada abaixo do City (esse deveria ter versão hatch) com um motor 1.0 3 cilindros e o 1.5 do City / Fit / WR-V e um novo 1.6 16V com uns 130 cv e uns 17 kgfm para City e seus derivados. A qualidade Honda em modelos de entrada iria fazer as montadoras se mexerem.

    • Salim Mahmood

      mais se tivess um Onix o Senhor estaria andando a pe

      • Anderson Araújo André

        Não entendi seu argumento

  • Duh

    Acho muito interessante, yaris, mas a partir de 65mil sem chance.

  • Pingback: TNGA-based next-gen Toyota Vios & Toyota Yaris to launch in 2018 – Brazil | The News Feed()

  • souza89

    Tudo indica que vamos ter um Etios 1.0 logo… Ele deve perder a versão 1.5 ou 1.3, quem já dirigiu sabe que o desempenho é idêntico ainda mias em regime urbano, na estrada a diferença que sinto é no AT4 o 1.3 perde um pouco nas retomadas.

    Então o Etios topo de linha deve acabar, para a entrada desse novo toyota, na faixa de 58~80mil, com motor 1.5 e outras variantes.

    A Toyota está em um bom caminho, comprei um Etios 1.3x e tinha um Onix 1.4lt… olha, a diferença no conforto ao rodar, ainda mais em rodovia, é gritante, e não é pouco, até estou gostando mais de viajar, delicia….

    Meu próximo vai ser outro Etios, ou esse carro… porque sei que até 2020 a Toyota já mudou a cara desse bixinho kkkkkkk é feio mais eu gosto dele, porém os outros que andam comigo acha ele bonito, vai entender.

    • Ernesto

      O Etios é feio mesmo (meu pai tem um), mas é o que você falou: é um carro gostoso de dirigir.

  • Ricardo Blume

    Acredito que o motor 1.5 do Etios cairia muito bem também, que por sinal é muito bom principalmente se o trajeto a ser usado for mais urbano. Há boatos que a Daihatsu voltará ao Brasil. Será que teremos modelos abaixo do Etios também?

  • EJ

    Nossa,agora a Toyota acaba de.dominar a cidade de Fortaleza por.completo…kkkkk ainda existiam uma.compradores de city pra mudar o visual da Corolla Land. Até Etios tem.vendido super bem lá.

  • RKK

    O Yaris com câmbio CVT (e não o defasado AT4), com plataforma TNGA, freios à disco nas 4 rodas irá bombar (a depender do preço, lógico). https://uploads.disquscdn.com/images/6c869dd8bee4e0a371440051d85504365b0aaae35221affadfc3a90659258a72.jpg https://uploads.disquscdn.com/images/bcce59ab91092c4e1c11192a74f6dec0d871412f6a30ae6eabdf1488f5d9ab8d.png

  • danielgermano lopesmoreira

    PQP ainda terá o mesmo limpador do dinossauro ETIOS, porra Toyota fazer merda a primeira vez blz , agora segunda vez merece o atestado de BURRICE . Só falta colocar o painel , melhor ficar calado pq depois ouve .

  • Dudu Pimentel

    O 1.5 do Etios nas versões de entrada e intermediária e o 1.8 do Corolla para as intermediária e top de linha…o City bem que poderia ter ganho o motor 1.8 Flex One antes, logo que atual geração do City chegou…agora não dá mais prá Honda fazer isso pq o City está prestes a mudar…quem sabe quando ele mudar ele, o Fit e até WR-V não passem a usar tb.

  • Pingback: TNGA traz mais flexibilidade e eficiência a fábricas da Toyota | Porto24horas o interior está conectado!()

  • Pingback: TNGA traz mais flexibilidade e eficiência a fábricas da Toyota | Metro27()

  • marcos

    Problema aqui e o cartel que combina margens e paga nossos políticos pra que não aja concorrência e o super IPI nos importados é um exemplo…
    Paga pra baixar ipi na crise sem baixar sua margens…
    Paga pelo inovar auto…
    Paga para que leis sejam brandas na fabricação…no teste de impacto Onix, cumpre legislação, se mata gente la dentro problema…
    Paga praticamente tudo e conta com a passividade tupiniquim que tem em Brasilia os ladroes que merece…e só nos podemos mudar isso mais ninguém…
    Na época dos militares essas multi andavam na linha tinha o CIP e vários órgãos “antidemocráticos” (adoro essa palavra) que regulavam suas ações aqui dentro…hoje só a turminha do caixa 2 ou 3 ou 4

  • Pingback: Fim do Corolla PCD pode indicar chegada do Toyota Yaris em 2018 | Porto24horas o interior está conectado!()

  • Pingback: Plataforma TNGA: los nuevos Toyota que se fabricarán en Brasil - tuningcars()

  • andre2110

    A empresa automotiva que vai levar boa parte do bolo vai ser aquela que aprender a baixar as margens de lucro absurdas praticadas no Brasil. Vai entrar na graça da população e ficar na liderança por muitos anos. Foi isso que ocorreu com a Fiat quando vendia Uno e Tempra sem ágio. Carros pequenos equipados custando 60 mil reais é uma piada (ex: Argo 1.3).

  • Eder Lins

    Concordo plenamente. É muita ganância dessas montadoras, mas isso está assim não é só por causa da alta carga tributária, também pq o brasileiro paga!

  • Milton Tavares

    Pena que será vendido a preço de Corolla de um ano é meio atrás, séria um sério candidato a minha garagem.