uno_evolution_005

Os próximos anos ficarão marcados pela popularização de algumas tecnologias capazes de diminuir o consumo de combustível nos carros nacionais. Turbo, injeção direta, sistemas híbridos e Start-Stop. Este último, segundo a fabricante de baterias Moura, estará em 70% dos carros novos até 2017.

uno_evolution_006

Hoje, o Fiat Uno Evolution 2015 é o único equipado com o sistema. É questão de tempo…  Vários outros carros que contam com o sistema lá fora, como o  Volkswagen Up!, poderiam adotar a desativação momentânea do motor em paradas no mercado brasileiro em dois tempos.

Não basta criar um sistema para decidir quando desligar ou não o motor, o carro também precisa passar por adaptações no sistema de ignição, como um motor de partida mais resistente, um alternador mais potente e baterias especiais compatíveis com o sistema, as EFB, que recarregam mais rápido.

Quem fornece a bateria especial do Uno Evolution é a Johnson Controls, detentora da marca Heliar, mas a Moura já homologou sua bateria junto a Fiat para atender a nova fábrica em Goiana (PE) e também a outros fabricantes, o que sinaliza uma movimentação da indústria para utilizar a tecnologia.

Segundo a Fiat, o sistema é capaz de garantir uma economia de 20% no consumo de combustível no anda e para do trânsito. Hoje é algo comum entre os carros importados e tem tudo para se popularizar no Brasil por conta das exigências de redução de consumo estabelecidas pelo Inovar Auto, que também deverá estimular a adoção de injeção direta e turbocompressores.

Fonte | Auto Data