A Fiat continua os testes com a picape Iveco Massif em ruas e avenidas próximas à fábrica de Betim. Com o fim do acordo com a Tata, para produção de sua primeira picape média, a Fiat busca outras opções e testa a picape produzida pela Iveco, que é do mesmo grupo. No lançamento do Mille Economy, um dos diretores italianos deixou escapar essa saída.

A Massif é fruto de uma parceria entre a Iveco e a Santana Motors e usa o know-how da empresa espanhola em jipes, mas com motores e transmissões da marca italiana. A ideia é ter nova alternativa para os apreciadores de off-road pesado. A picape tem motor FPT 3.0 HPI a diesel (o mesmo do Daily europeu), que gera 146 cv de potência e 35,7 kgfm de torque. Mas há uma opção ainda mais interessante, o FPT 3.0 HPT, de 176 cv de potência e 40,8 kgfm de torque.

Além dos testes com a Massif, a engenharia de Betim continua os testes comparativos entre a Dodge Dakota e as picapes Toyota Hilux, Nissan Frontier e Mitsubishi L200.

Foto Marlos Ney Vidal