No inicio da semana publiquei minhas primeiras impressões sobre o Renault Duster. Hoje a Renault divulgou os dados técnicos do motor 2.0 16v flex que estará presente mas versões mais caras do modelo.

Este motor não é o mesmo escontrado no sedã Fluence, fornecido pela Nissan, mas sim o motor do falecido Mégane, muito criticado quando comercializado por não ser bicombustivel. A Renault teve que voltar atrás para economizar custos na adoção da tração 4×4, assim o bloco teve de ser adaptado. Com gasolina gera os mesmos 143 cv e 20,4 kgfm de torque, mas com etanol a potencia sobre para 148 cv e o torque máximo é de 21 kgfm. Ele estará disponível para ele trânsmissao manual de seis marchas (4×2 e 4×4) e automática de quatro (4×2).

Só para constar, as versoes mais em conta serão equipadas com o conhecido motor 1.6 16v de 107/112 cavalos e 15,1/15,5 kgfm de torque.

Foto | Henrique Rodriguez/Autos Segredos

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter