O Peugeot 408 Griffe 2.0 é bem equipado, mas ainda lhe falta um equipamento importante: um bom câmbio automático. A solução aumenta a conta em R$ 2.000, e trata-se do câmbio automático de seis velocidades com opção de trocas sequenciais, associado ao motor 1.6 THP (Turbo High Pressure), mesmo conjunto usado pelo cupê RCZ.

Este motor desenvolve 165 cv de potência a 6.000 rpm e 24,5 kgfm de torque máximo a 1.400 rpm. Segundo a Peugeot, o 408 Griffe THP acelera de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e atinge 213 km/h de velocidade máxima. A versão Griffe 2.0 AT alcança os 100km/h em 10,8 s, com máxima de 208 km/h.

Sem opcionais, ele custa R$ 83.490, tendo entre os equipamentos de série: ar-condicionado automático de duas zonas, direção com assistência eletro-hidráulica, teto solar, sistema de áudio com MP3, Bluetooth e entradas externas, navegador com tela retrátil, revestimento em couro, faróis de xenônio direcionais, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, seis airbags (frontais, laterais e de cortina), freios ABS com AFU (auxílio à frenagem de urgência) e REF (repartidor eletrônico de frenagem), além de controle de estabilidade. As rodas também são de aro 17”, mas com desenho idêntico ao que será usado pelo 308 Feline, a ser lançado em fevereiro.

Fonte | Interpress Motor

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter