Como sempre digo, as vezes para flagrar um segredo temos que contar com a sorte e também com os olhares atentos dos amigos. Ontem, por volta das 14h o fotógrafo Gladyston Rodrigues me liga avisando “Vidal, acabei de ver um C3 novo, acabou de passar por mim na avenida Getúlio Vargas”. Mas, como ele disse que tinha visto apenas uma unidade, não animei muito ir atrás, afinal seria como encontrar um agulha no palheiro. Pouco tempo depois o repórter Julio Cabral também liga dizendo “acabei de ver uma carreata de C3”. Daí pensei um é complicado , mas, uma carreata é mais fácil. A nova geração do C3 deve chegar ao mercado entre julho e agosto.

Sai junto com o jornalista Enio Greco e com as dicas do Julio fomos em direção na qual os modelos poderiam dar as caras. Nosso chute foi certeiro e alguns minutos depois demos de cara com as unidades. Ao todo eram quatro ou cinco carros escoltados por um Aircross. Uma unidade pilotada por uma mulher estava emplacada com chapa cinza e as demais com as tradicionais placas verdes.

As unidades eram dividas entre a topo de linha que contará com luzes diurnas de LEDs no para-choque dianteiro e faróis auxiliares. No pacote ainda estão o GPS no painel como no Aircross, para-brisa panorâmico e rodas de liga leve. Já a versão de entrada deverá contar com airbag e ABS de série. Faróis auxiliares, rodas e outros mimos deverão ser opcionais para a versão.

O C3 nacional contará com algumas mudanças em relação ao irmão europeu como novo para-choque dianteiro. Além do interior que conta com as saídas de ar circulares. Basicamente é o mesmo interior dos irmãos Aircross e C3 Picasso.

O novo Citroën C3 será lançado no segundo semestre nas versões 1,4L (80 cv / 82 cv) e 1,6L 16V (115 cv / 122 cv) – esta última equipada com o novo motor EC5 do Peugeot 308, que dispensa o tanque de partida a frio. O compacto continuará as opções câmbio manual e automático.

Galeria


Fotos | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter