mitsubishi-l200-triton-2012-03Segundo o Automotive News, a Fiat estaria firmando parceria com a Mitsubishi para ter uma picape média. Já se fala que a fabricante italiana venderia uma variante da L200 a partir de 2016. Até lá a picape já terá uma nova geração, já que a L200 atual estará completando 10 anos de mercado.

mula_picape_media_fiat_9A informação contraria tudo que se sabe sobre a picape média que a Fiat está desenvolvendo no Brasil, que tem a particularidade de seu chassi ser do tipo monobloco, algo que só a Honda possui (Ridgeline) entre as picapes médias. Ela ainda dará origem a um SUV compacto, algo que não seria possível utilizando a L200. Isso nos leva a crer que a picape baseada na próxima L200 seria uma terceira opção, maior e mais cara. A Strada seria a mais barata.

Também é difícil imaginar como seria a produção da picape derivada da L200 no Brasil. Hoje a L200 é fabricada na Tailândia e montada em CKD em outras três fábricas pelo mundo, inclusa a da Souza Ramos, em Catalão (GO). Como a Souza Ramos é, na verdade, importadora, seria muito difícil ela se submeter a um acordo entre a Fiat e a Mitsubishi. A saída seria a própria Fiat montar os kits CKD importados.

mula_picape_media_fiat_7Anos atrás a Fiat tentou firmar acordo com a Tata para usar a Xenon como base para sua picape e, depois que assumiu o controle da Chrysler, estudou a possibilidade de usar a Dakota como base, mas depois resolveu encerrar sua produção.

E se, na verdade, a Fiat fornecer sua picape média monobloco para a Mitsubishi? Quem está em dificuldade financeira e carece de produtos modernos é a fabricante japonesa.

É bem verdade que existe uma certa promiscuidade entre as fabricantes no que diz respeito a a veículos comerciais, principalmente entre picapes, que costumam ter projeto compartilhado. A Toyota Hilux já foi vendida pela Volkswagen na Europa como Taro, a Nissan Frontier é a base do Suzuki Equator, assim como a Dodge Dakota deu origem ao Mitsubishi Raider.

Fotos | Mitsubishi/Divulgação e Marlos Ney Vidal/Autos Segredos